Pesquisar no Blog do J.A.

sábado, 7 de dezembro de 2013

USOS E COSTUMES DOS TEMPOS BÍBLICOS


VASILHAS DECORATIVAS
Parte Final

Depois da destruição do templo de Jerusalém por Nabucodonosor, a louça tornou-se muito pobre (o que é explicado por Jeremias 52.15,16: "Nebuzaradã, conselheiro do rei e comandante-geral do seu exército... levou como prisioneiros para a Babilônia os que haviam sido deixados na cidade... e o resto dos operários especializados. Mas deixou em Judá algumas das pessoas mais pobres e a pôs para trabalhar nas plantações de uvas e nos campos").

Ela ficou então pouco variada na forma e sem decorações, embora os oleiros tivessem começado a produzir vasos com bases pontudas, bastante diferentes. Quando Alexandre, o Grande, conquistou o país, a cerâmica adotou os padrões gregos; os jarros passaram a ter pescoços compridos e colocadas beiradas nos antigos, para receber tampas e rolhas.

Além do uso da roda, os oleiros usavam também moldes de madeira, nos quais o barro era comprimido. Os selos (Jó 38.14) eram feitos desse modo e as duas de antes de cimentas juntas. Eram possível  modelar o barro à mão livre. Brinquedos, figurinhas e ornamentos foram fabricados desse modo, assim como os fornos de barro maiores produzidos para uso doméstico. Os oleiros também consertavam peças de louça quebradas, usando arame e rebites para segurar uma junta que era depois selada com barro molhado.



Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos