Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

CRIATIVIDADE - EXPRESSANDO SEUS DONS


A criatividade humana difere da criatividade de Deus de duas maneiras: ele é capaz de criar algo do nada, e sua criatividade é ilimitada (Gn 1.1-2,3). A criatividade humana está restrita ao mundo natural e limitada ao que pode ser experimentado e pensado e, em muitos aspectos, ao que pode ser articulado e enquadrado em linguagem, arte ou música.

Já que fomos criados à imagem de um Deus criativo, temos potencial para a criatividade, que é muito abrangente: resolver problemas, tramar estratégias, adaptar receitas, "espichar" o orçamento e milhares de outras coisas.

A criatividade não está restrita ao que é artístico e acrescenta à vida um toque pessoal de prazer e alegria. A criatividade não está, necessariamente, ligada à originalidade, mas à determinação de fazer mudanças (2Co 5.17). Em última análise, significa deixar em Cristo o seu "eu" e todas as suas limitações.

Criatividade implica objetivos, compromisso e disciplina. Os crentes devem criar apenas o que é bom (1Pe 4.19), e nunca adorar o objeto criado (Rm 1.25). Devem procurar dentro de si dons dados por Deus, crer nas habilidades apontadas por ele, maximizar circunstâncias e situações, esperar pacientemente a orientação do Espírito Santo e trabalhar com perseverança para executar as tarefas que Deus lhes deu. 

O fracasso é ferramenta útil para a criatividade, pois vem a ser um degrau para algo melhor. Às vezes, a criatividade requer novo rumo na ação (Fp 3.12-14), pressupõe sempre um coração voltado para Deus (Sl 51.10). Em geral, criatividade significa novas descobertas e possibilidades (2Co 5.17).

Fonte: "A Bíblia da Mulher"


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

Conselhos Bíblicos