Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Da Solidão ao Amparo

O Pecado nos faz sentir uma solidão tão grande que tudo o que fazemos perde o sentido. Durante a tentação tudo é excitante, tudo é novo, "eu" estou no auge, posso fazer tudo o que quiser ... até dar-se conta do pecado.

O Diabo, isso o Acusador, vai contigo até a porta da prisão e quando você está lá dentro e ele fica de fora exercendo seu ofício sobre nós dizendo tudo o que NÃO deveríamos ter feito e que não temos mais jeito.

O efeito psicológico do pecado é tão profundo que chego a dizer que a sensação que temos deve ser parecida com a sensação que Adão e Eva tiveram quando Deus os foi visitar após a queda.

Sim, mesmo quando pecamos Deus ainda nos chama, mas nós nos escondemos porque sentimo-nos que estamos "nus" diante Dele. Sentimo-nos que se todos estivessem nos olhando e sabendo do que fizemos.


Hoje em uma dispensação diferente e com um justificador atuando entre nós e o Pai (1 Tm 2.5) o chamado a remissão dos pecados continua, Jesus assegurou que estaria conosco até o fim (Mt 28.20), mesmo quando estamos pecando ele não deixa de nos amar, ele não deixa de chamar (Ap 3.20).

Lembre-se disso a voz do pecado em sua mente pode até te convencer a pecar, somos falhos em nós mesmos isso podem sim acontecer se não vigiarmos (Mt 26.41).

Mas quando ouvir a voz de acusação tentando te fazer desistir de tudo depois do pecado, lembre-se daquele que passou por aflições e dores por você e não desistiu, daquele foi humilhado e dado como morto, mas que hoje vive e te chama. JESUS.

Não faça por que eu digo, não faça por te mandam, mas façamos nós esta avaliação de nossas vidas hoje porque não sabemos quando a pedirão.

Continuem com Deus.

Conselhos Bíblicos