Pesquisar no Blog do J.A.

sábado, 29 de março de 2014

TESOUROS




O CAÇADOR DE TESOUROS.

Valorizando o que tem. (baseado em fatos reais).

Após passar grande parte do tempo da sua vida procurando tesouros, certo homem, já pensava em desistir da busca, pois só havia achado metais, alumínio entre outros materiais de não muito valor.

 Porém certo dia, encontrou um velho amigo de infância o qual lhe disse que conhecia um homem que morava muito distante dali, e que sabia onde havia um antigo tesouro enterrado, porém nunca se interessou por isso. 

Após ter solicitado e recebido o endereço deste homem pelo amigo, o garimpeiro vendeu alguns dos seus pertences, e assim que conseguiu o dinheiro necessário para a viagem, pegou suas ferramentas e logo viajou para lá, e depois de muitos dias chegou naquele endereço. 

Ao conversar com o hospede este realmente confirmou saber sobre a existência do tesouro, porém lhe asseverou que o mesmo se encontrava muito distante dali, e que seria necessário vários dias de viagem para chegar até ele. 

Foi muito grande a surpresa do garimpeiro ao receber o mapa com o endereço e constatar que o tesouro, conforme o mesmo, estaria enterrado exatamente no quintal da sua casa. 

Após agradecer pela informação, alegre, o garimpeiro se despediu, e imediatamente partiu de volta, ansioso para chegar logo em casa, para antes de qualquer coisa, começar a cavar. 

Porém muito maior agora foi a sua surpresa e decepção ao chegar no local indicado pelo mapa, exatamente aos fundos do seu quintal e encontrar apenas um grande buraco, que parecia ter sido cavado a pouco tempo antes. 

O fato era que, na noite anterior, aproveitando a sua ausência, um desconhecido foi até ali, cavou e realmente encontrou e levou o tesouro que por muito tempo ali estava enterrado. 

O homem ficou triste pelo fato de ter percebido tarde demais que tinha ali na sua propriedade, ao seu alcance, bem ao lado da sua janela um inestimável tesouro, e que o havia perdido. 

Muitas vezes antes, já tinha ouvido falar sobre a existência daquele tesouro no seu quintal, porém nunca acreditara e achava ser uma brincadeira, e assim nunca havia cavado sequer um palmo ali, mas gastara a vida cavando em lugares distantes.

 Muitos de nós temos um grande tesouro em casa, porém não nos esforçamos para o conhecer ou então não lhe damos o devido valor.


Muito se sacrificam, se arriscam e se aventuram indo a lugares distantes em busca daquilo que talvez existe bem ali ao seu lado, ao seu alcance, mas que não percebe, ou quando percebe é tarde demais. 

Como diz um antigo ditado: 

“Às vezes só se valoriza as coisas, depois de tê-las perdido”. 

Ao invés de andar cavando aqui e ali, é mais sábio olhar ao próprio redor, onde com certeza, existem um ou mais tesouros esperando para serem descobertos e apropriados.


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos