Pesquisar no Blog do J.A.

segunda-feira, 10 de março de 2014

RESPEITANDO OS LIMITES




RESPEITANDO OS LIMITES.

JERUSALÉM, O LUGAR SEGURO, LIMITE DO CRISTÃO. 

“Edifica uma casa em Jerusalém, e habita aí, e daí não saias, nem para uma nem para outra parte. 

Porque há de ser que, no dia em que saíres e passares o ribeiro de Cedrom decerto que morrerás; o teu sangue será sobre a tua cabeça”.” 1 Reis 2:36,37. 

Simei havia outrora maltratado o rei Davi, (II Samuel 16:5-8). 

Ainda assim, Salomão agora rei, lhe deu uma chance de vida, estabelecendo porém uma condição e um limite, que era de nunca sair de Jerusalém. 

Mas após três anos de obediência, Simei vacilou e ultrapassou este limite, saindo de Jerusalém e indo até Gate (I Reis 2:39,40). 

“Então enviou o rei, e chamou a Simei, e disse-lhe: 

Não te conjurei eu pelo Senhor e protestei contra ti dizendo: 

No dia em que saíres para uma ou para outra parte decerto que morrerás? 

E tu me disseste: 

Boa é essa palavra que ouvi. 

E o rei mandou a Benaia, filho de Joiada o qual saiu, e deu sobre ele, e morreu, assim foi confirmado o reino na mão de Salomão”. I Reis 2:42,46. 

Assim como o rei Salomão deu um limite para Simei, o Senhor também nos estabelece limites para o nosso próprio bem, dos quais em obedecê-los está a nossa salvação e segurança. 

Vemos o primeiro limite estabelecido pelo Senhor e ultrapassado pelo homem em Gênesis 2:16-17. 

Como Simei, nós também havíamos transgredido contra Deus, e da mesma forma recebemos uma nova chance através do Perdão por Jesus Cristo que nos reconciliou com Deus, assim devemos valorizar e agarrar esta nova chance obedecendo os limites estabelecidos pelo Senhor a nós através da sua palavra. 

Não podemos permitir que nada neste mundo nos leve a “sair de Jerusalém” e ir até “Gate” em busca de alguma coisa, ultrapassando os marcos estabelecidos por Deus. 

Diariamente vemos pessoas perecerem ao ultrapassar os limites tirando os pés da cidade de Deus. 

Para nós cristãos, Jerusalém significa segurança, enquanto Gate ou outro lugar significa perigo, pois Jerusalém é o nosso limite. 

Além dos marcos estabelecidos pelo Senhor, temos também limites individuais que cada um deve procurar conhecer e também respeitar, além ainda daqueles estabelecidos pela lei humana. 

Quando avançamos além destes limites entramos em terreno desconhecido, escorregadio, escuro e perigoso; ficando assim totalmente vulneráveis e desprotegidos. 

Mesmo que alguém ou as circunstâncias queiram nos arrastar para fora de Jerusalém, não podemos ultrapassar os limites estabelecidos por Deus nem os nossos próprios limites, e assim estaremos sempre em segurança. 

A nossa salvação, bênção, segurança, e tudo o que precisamos, o Senhor nos dá, quando, permanecemos em Jerusalém, não sendo necessário buscar em outro lugar. “...Porque ali o Senhor ordena a benção e a vida para sempre” Sl .133:3b. 

Por isso, como os muros e portões de Jerusalém foram sempre restaurados e guardados para guardar a cidade e proteger os israelitas, assim também o Senhor guarda a Jerusalém celestial. 

“O Senhor edifica a Jerusalém; congrega os dispersos de Israel, sara os quebrantados de coração e liga-lhe as feridas” Sl 147:2-3. 

“Orai pela paz de Jerusalém! 

Prosperarão aqueles que te amam.” Sl 122.6. 

“Mas permanecei em Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder”. Lucas 24:49. 

Aquele que permanece em Jerusalém, está seguro, guardado e protegido por Deus. 

Portanto, aconteça o que acontecer, nunca saia de Jerusalém


Pb Donizeti (Um servo do senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos