Pesquisar no Blog do J.A.

segunda-feira, 17 de março de 2014

ESSENCIAL


ESSENCIAL



Um dia, um dos maiores professores da Universidade, candidato ao Prémio Nobel da Paz, famoso em todo o mundo, chegou às margens de um lago.

 Pediu ao barqueiro que o levasse a dar um passeio na seu barco. 

O homem aceitou. 

E quando já estavam longe das margens do lago, o sábio começou a interrogá‑lo.

- Sabes história, óh barqueiro?

- Não! – Respondeu ele.

- Então um quarto da tua vida está perdida.

- Sabes astronomia?

‑ Não! – voltou o barqueiro a responder

- Então dois quartos da tua vida estão perdidos.

- Sabes filosofia?

‑ Não

- Então, três quartos da tua vida estão perdidos.

De repente, levantou‑se uma tremenda tempestade.

O barco, no meio do lago, começou a agitar‑se como uma casca de noz. 

Um vendaval muito forte. 

Gritando, o barqueiro perguntou ao professor:

- Sabe nadar?

‑ Não! – Respondeu o sábio

- Então, toda a sua vida está perdida!

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Pois é, andamos nesta vida, sempre à procura de coisas que julgamos importantes, e necessárias para que sejamos felizes.

Trabalhamos do nascer ao pôr do sol.

 Às vezes nem sequer aos domingos... temos tempo para nós próprios. 

Sim! 

Andamos sempre há procura de muitas coisas quando se calhar poucas são mesmo essenciais.

Já reparou, amigo! 

Nunca temos tempo para nada. 

Ficamos doentes... e arranjamos sempre tempo para tudo.

Por que não olhar e procurar aquilo que é mesmo essencial? 

Por que não olhar para dentro de nós e procurarmos aquilo que dá mesmo sentido à nossa vida?



Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos