Pesquisar no Blog do J.A.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

A Conquista de Jerusalém

"E partiu o rei com os seus homens a Jerusalém, contra os jebuseus que habitavam naquela terra; e falaram a Davi, dizendo: Não entrarás aqui, pois os cegos e os coxos te repelirão, querendo dizer: Não entrará Davi aqui. Porém Davi tomou a fortaleza de Sião; esta é a cidade de Davi."
2 Samuel 5.6,7

O ponto alto das campanhas militares de Davi foi o estabelecimento de Jerusalém como sua cidade real e como capital da nação de Israel.

O primeiro sítio arqueológico em Jerusalém foi ocupado cerca de 3000 a.C. e já era uma cidade real nos tempos de Abraão (Gn 14.8). Situava-se na fronteira entre Judá e Benjamim, mas era autônoma.

Como havia sido tomada pelos Jebuseus (Jz 1.8,21; 15.63), era, às vezes, também chamada de Jebus (Jz 19.10; 1 Cr 11.4). Os jebuseus eram um povo nativo de Canaã (cananeu) que viviam na área de Jerusalém (Gn 10.15,16; Js 15.8; 18.16) e nas regiões vizinhas (Nm 13.29; Js 11.3).

A expressão "fortaleza" (v.7) atribuída à cidade, surgiu por causa da colina mais ao Sul da cidade, na qual erguera-se grande fortaleza dos jebuseus.

À medida que a cidade se expandia (especialmente na época de Salomão), o termo "fortaleza" passou a designar a Cidade de Sião como um todo fortificado (Is 1.8; 2.3).

Fonte:
Bíblia King James Atualizada, versão de estudo.

Conselhos Bíblicos