Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

E O VENTO LEVOU!

“Então foi juntamente esmiuçado o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se fizeram como a pragana das eiras no estio, e o vento os levou, e não se podia achar nenhum vestígio deles; a pedra, porém, que feriu a estátua se tornou uma grande montanha, e encheu toda a terra”.  (Dn. 2:35)

O vento faz parte da natureza de Deus.

O vento é um dos símbolos do Espírito Santo. 

O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito (Jo. 3:8). 

O vento do Espírito traz vida aos mortos (Ez. 37:9).

Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados… 

E todos ficaram cheios do Espírito Santo… (At. 2:1-4). 

O Espírito Santo é vida, é força, é poder!

Deus, quando formou o homem do pó da terra, lhe soprou nas narinas o fôlego de vida (Gn. 2:7). 

O homem jamais poderá viver sem o sopro do Espírito em sua vida. 

É Deus quem dá vida aos homens. 

Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo. 14:6). 

O homem só se tornou alma vivente depois que Deus lhe soprou o fôlego da vida. 

Sem a presença gloriosa do Espírito de Deus na vida do homem, ele estará morto espiritualmente e eternamente fracassado.

Deus faz dos seus anjos ventos, mensageiros que nos trazem as boas novas do Reino (Hb. 1:7). 

Boas notícias de nos fazem felizes e vitoriosos.

Deus soprou um vento sobre a terra e baixaram as águas após o dilúvio (Gn. 8:1).

Deus, para libertar o Seu povo contra os inimigos, soprou com o Seu vento, o mar os cobriu e afundaram-se como chumbo em águas impetuosas (Gn. 15:10).

Deus supriu as necessidades do Seu povo, soprando um vento e trazendo codornizes do mar, e as espalhou pelo arraial (Nm. 11:30-32). 

Saciou a fome de muitos.

O vento do Espírito quer soprar em toda a terra. 

Quer alcançar todo ser humano. 

O vento do Espírito quer levar a vida de Deus aos homens. 

O vento do Espírito quer envolver a nossa vida com a unção de Deus que despedaça todo jugo (Is. 10:27). 

O vento do Espírito quer soprar e arrancar as enfermidades. 

O vento do Espírito quer soprar em nossa direção e nos trazer as provisões que Deus tem para nós, uma vida abundante, a benção que enriquece (Pv. 10:22). 

O vento do Espírito quer indicar ao homem a direção certa da vida eterna. 

O vento do Espírito quer nos levar ao Caminho da vitória, da paz, da alegria, de uma vida bem-sucedida…

Que todos nós sejamos cheios do vento do Espírito, para que possamos, não só respirar o hálito puro do Senhor, mas, transmitir, deixar fluir de nós a verdadeira vida do Senhor que envolveu todo o nosso ser!


Pr Donizeti (Um servo do senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos