Pesquisar no Blog do J.A.

quinta-feira, 30 de abril de 2015

A certeza da salvação - Pode alguém realmente saber com certeza? 8/10

OBJEÇÕES

Mesmo que a Bíblia nos dê boas razões para estarmos confiantes quanto ao nosso relacionamento com Deus e a nossa esperança de vida eterna, nem todos estão convencidos disso. As razões são muitas.

Estudo dos Casos

As seguintes histórias verídicas são uma representação dos tipos de problemas que os cristãos têm com respeito à certeza da salvação.

Caso N.º 1. Uma senhora de idade que estava no seu leito de morte, disse ao filho: "Eu creio em Jesus Cristo. Eu o amo e tentei viver sempre para Ele. Mas eu estive longe de ser perfeita. Agora só posso esperar que a minha fé seja aceita por Deus." Ela morreu como havia vivido - com uma triste incerteza.

Caso N.º 2. O proprietário de um pequeno negócio era fiel em frequentar os cultos na igreja e era compassivo para com os pobres. Mas ele nunca sentiu a certeza e que iria para o céu. Ele disse para um pastor: "No momento, eu me sinto bem em meu relacionamento com Deus, Mas eu nem sempre sinto o mesmo. Muitas vezes me deparo preocupado com respeito ao futuro. Eu temo em morrer logo depois de cometer um pecado sério." Ele continuou, citando o comentário de Paulo em desenvolvermos a nossa salvação com temor e tremor e então ele disse que estava com medo de que poderia naufragar. Ele concluiu: "É claro que eu gostaria de saber se vou para o céu - mas eu temo que isto não seja possível."

Caso N.º 3. Uma outra pessoa que está tendo problemas com a certeza da salvação é uma jovem dona de casa que recebeu ao Senhor a alguns anos atrás e passou por uma transformação notável. Ela crê que a certeza é possível e ela anela por isto. Mas ela é atormentada por sentimentos de dúvida e de medo com respeito a tudo - inclusive com respeito a seu relacionamento com o Senhor.

Vejamos então: A falta de certeza da salvação nestes três casos provém de duas fontes: 1ª) a sua interpretação errônea de passagens chaves da Escritura e 2ª) a sua própria estrutura emocional.

Passagens Difíceis da Bíblia

Algumas pessoas desejam a certeza da salvação, mas têm problemas com a interpretação de certas passagens. Nós vamos examinar apenas duas delas, confiando que elas possam servir de modelo em como interpretar outras que parecem contradizer a doutrina da certeza da salvação.

1 Coríntios 9.27 - Este versículo trouxe problemas para alguns cristãos porque ele fala de ser desqualificado depois de anos de serviço fiel a Cristo. Paulo escreveu: "Mas esmurro o meu corpo, e o reduzo à escravidão, para que , tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado."

O que quis Paulo dizer quando falou em ser desqualificado? Para responder a esta pergunta, nós precisamos examinar outras afirmações que o apóstolo fez quanto a esta questão. Quando nós lemos as duas epístolas, nós descobrimos um número de passagens nas quais ele expressou a certeza a respeito da salvação. Ele sabia que era um filho de Deus e herdeiro com Jesus Cristo. Paulo sabia que nada o poderia separar de Deus. Leia a conclusão de Romanos 8 e sinta a atmosfera de certeza e alegria. Leia Filipenses 1 e note que Paulo falou da morte como um lucro. Então Leia 2 Timóteo, escrito pouco antes de ser executado. Que atmosfera de confiança! Se você volta as páginas para 1 Coríntios 9.27, portanto, você precisa lembrar que este versículo foi escrito por um homem que sabia que estava no caminho para o céu.
"A fé se apoia na pura Palavra de Deus; a crença nesta Palavra dá plena certeza"
H. A. Ironside
Com isto em mente, vamos olhar para o contexto e o significado da palavra grega traduzida como "desqualificado". A raiz da palavra significa "o que não aprovou no teste". Porque Paulo se referia aos prêmios dados aos vencedores nas competições olímpicas, ele igualmente tinha em mente os prêmios de serão dados quando estivermos perante o tribunal de Cristo (2 Co 5.10). Ele estava pensando somente em ser desqualificado de receber um prêmio. Ele não desejava perder a sua recompensa pelo seu serviço por deixar de satisfazer ao Senhor. Ele não estava temeroso em perder a sua salvação.

Filipenses 2.12. A instrução de Paulo de que devemos desenvolver a nossa salvação como temor e tremor tem sido duvidosa para muitos. "Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só a minha presença, porém muito mais agora minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor tremor." Observe que Paulo não disse que devemos fazer algo para a nossa salvação. A palavra grega traduzida como "desenvolver" se refere a "se esforçar até alcançar um ponto conclusivo". Paulo estava falando da salvação como um processo contínuo através do qual nós crescemos e nos desenvolvemos na fé cristã.
"Somente podemos chegar a uma conclusão: A Bíblia não se contradiz ao ensinar a certeza da salvação."
Filipenses 2.12 não diz nada quanto a ganhar a salvação. Se refere ao processo de amadurecimento em cooperação com o Senhor, O qual "efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade" (v.13). O "temor e tremor" indica a reverência respeitosa que deveria encher o nosso coração ao vivermos cada dia em dependência humilde ao Senhor e na antecipação de nossa glória futura.

Nós temos observado duas passagens da Bíblia que trouxeram problemas para algumas pessoas que estão em busca da certeza da salvação. E nós temos visto que nenhuma dessas passagens nega a possibilidade de estarmos confiantes quanto à nossa salvação. Nós poderíamos demonstrar que o mesmo é verdadeiro em relação a outras passagens difíceis - mas quando as passagens são compreendidas de forma correta, e lidas à luz de outros textos da Bíblia, o conflito está resolvido. Somente podemos chegar a uma conclusão: a Bíblia não se contradiz ao ensinar que podemos estar seguros da nossa salvação.

Fatores de Personalidade

Como mencionamos anteriormente, algumas pessoas reconhecem que a Bíblia ensina a possibilidade da certeza da salvação, mas elas não conseguem aceitá-la para si mesmas. Nós vimos um exemplo na jovem dona de casa que mencionamos no Caso N.º 3. Ela confessa os seus pecados, ora por outras pessoas, busca a direção de Deus, vive de forma obediente e demonstra muito amor. Todavia, ela muitas vezes passa por épocas nas quais tem um temor terrível de que ela não é uma filha de Deus.
"Quando uma pessoa está em Cristo, ela está salva. tudo o que o diabo pode fazer é preocupá-la."
Muitos cristãos são torturados pela dúvidas. Se você é um deles, não condene a si mesmo. O seu problema se relaciona mais ao seu estado psicológico do que ao seu estado espiritual. Não se desespere.

Considere esta ilustração. Um homem estava pescando num lago tranquilo, depois do anoitecer. O vento estava calmo e a lua se refletia de forma perfeita na água. Depois de observá-la por um tempo, ele lançou a sua isca na parte que refletia a lua. A imagem da mesma se desfez em mil partes. Agora, será que a lua foi despedaçada com isto? É claro que não! O reflexo sim. O homem só tinha que olhar em direção ao céu, para certificar-se de que a lua ainda estava lá, brilhando com toda a sua formosura.

Da mesma forma, a alegria da salvação de um cristão pode se desvanecer pelas dúvidas, por ataques satânicos, circunstâncias infelizes, temores roedores ou por depressões. Mas perder a alegria da salvação não significa que se perdeu a salvação em si. O crente deve olhar para o alto, em fé, para Deus e para as promessas da Sua Palavra para que a sua confiança seja restaurada.

Se você está atormentado(a) por tempos de dúvida, considere as seguintes instruções para manter a certeza da salvação:

1. Leia a sua Bíblia, especialmente o livro de 1 João, para lembrar-se do fundamento sólido sobre o qual está consumada a sua salvação.

2. Comunique-se com Deus através da oração e confesse todo pecado do qual está consciente.

3. Obedeça aos mandamentos de Deus e faça aquilo que sabe ser o certo.

4. Busque estar com outros crentes, firmes na fé e deixe que o seu amor o(a) ajude.

5. Procure fazer algo por outros necessitados porque você os ama.

6. Reconheça que as suas dúvidas e depressões podem ser mais emocionais do que espirituais. Isto lhe ajudará a evitar sentimentos desnecessários de culpa por uma suposta falta de fé.

Conselhos Bíblicos