Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

A certeza da salvação - Pode alguém realmente saber com certeza? 3/10

A Obra de Cristo

Se você estivesse desempregado e tivesse que pagar R$ 90.000,00 ao banco, você provavelmente diria que a situação é irremediável. Mas o que seria se um bilionário lhe dissesse que cobriria a sua dívida e que iria depositar R$ 1.000.000,00 para sua conta bancária? Nada mais do que aceitar este presente e retirar os fundos da sua conta bancária, agora com crédito.

Qual é a situação de nossas contas com Deus? Jesus fez tudo o que era necessário para providenciar uma completa salvação para cada pessoa que já viveu ou ainda vai viver. A enorme dívida do pecado foi paga. E esta também inclui a você, não importa quão profundamente ou quão freqüentemente você tenha pecado.

A Obra de Cristo satisfaz as exigências de Deus. O apóstolo João escreveu que o sacrifício de Jesus foi suficiente para pagar as santas exigências de justiça da parte de Deus. Porque Deus é perfeito, Ele não pode tolerar o pecado (1 João 1.5,6). Mas existe uma esperança para o homem pecador. João afirma:

"E ele (Jesus Cristo) é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro." (1 Jo 2.2)

A palavra propiciação é usada no sentido de satisfazer a justiça de Deus. A natureza de Deus exige que ele fizesse algo a respeito do nosso pecado. No entanto, o que Ele fez foi mostrar-nos  misericórdia em lugar do julgamento que merecíamos. Deus enviou o Seu único Filho para que Ele tomasse sobre Si o nosso pecado. Se nós recebemos a oferta de perdão que Cristo oferece, então nós fomos perdoados e não precisamos temer mais a eterna punição pelo pecado.

No Antigo Testamento, Deus disse: "... Portanto é o sangue que fará expiação em virtude da vida" (Levítico 17.11). O sangue de animais nunca poderia providenciar o sacrifício suficiente para pagar o pecado. Os sacrifícios do Antigo Testamento eram uma indicação para o sacrifício futuro do Senhor Jesus Cristo na cruz.

A Obra de Cristo está consumada. A grande verdade de 1 João a respeito da suficiência da obra de Jesus Cristo é enfatizada através de todo o Novo Testamento. Na cruz, Jesus exclamou: "Está consumado!" (João 19.30). Ele sabia que havia esvaziado o cálice da ira de Deus. A Sua obra estava terminada. E era tão completa que Deus não exige mais nada de nós para ser acrescida a esta obra, nenhum mérito pessoal, nenhum ritual religioso, nenhum trabalho exaustivo. Tudo o que devemos fazer é confiar-nos a Ele!

A Obra de Cristo é uma oferta para nós. João nos disse: "Aquele que tem o Filho tem a vida eterna; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida" (1 Jo 5.12). Jesus oferece nova vida espiritual nova vida espiritual a todo aquele que crer Nele (João 7.37,38). Porque Cristo venceu o pecado e a morte através de seu sacrifício expiatório e a sua vitoriosa ressurreição, nós podemos viver reconciliados com Deus. O sacrifício de Jesus Cristo cobre todos os nossos pecados, somos aceitos por Deus, libertos da escravidão e da ira de Deus e isto nos capacita a estar irrepreensíveis na presença de Deus.

Deus quer que você descanse na obra consumada de Cristo. O Seu sacrifício tem um valor infinito. A salvação de todo aquele(a) que aceitar o presente. O apóstolo Paulo escreveu:

"Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom gratuito de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2.8,9).

Se nós aceitamos a oferta de Cristo, nós podemos exclamar com o apóstolo Paulo: "Graças a Deus pelo seu dom inefável" (2 Coríntios 9.15).
"O Evangelho não é um conjunto de instruções de natação para um homem que está se afundando, mas o perdão e suspensão da morte para um homem que não o merece."
Paul Little
Para Reflexão: Em que você tem confiado para tornar-se aceitável a Deus e ajudar-lhe a conseguir acesso no céu? Você poderia pagar o preço de seus pecados, sendo suficientemente bom? Agradeça a Deus por tudo o que Ele fez por você para tornar possível a sua salvação.

Conselhos Bíblicos