Pesquisar no Blog do J.A.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

A importância da Bíblia – Décima Quinta Parte

Nomes Interno Figurativo ou Simbólico

Vamos considerar alguns símbolos ou figuras sob os quais a Bíblia é apresentada.

A) Crítico – o grego de Hebreus  4.12, lê-se: “A Palavra de Deus é... o crítico dos pensamentos e propósitos do coração”. Isto é o que Deus disse da Sua Palavra. É o único lugar onde a palavra “crítica” aparece como “pretensões”. Mesmo assim, os homens atrevem-se de chamar a si próprios de críticos da Bíblia, quando o Livro tem sido para crítica a nós. Felizes são aqueles que se recusando assentar em julgamento sobre a Palavra de Deus, renderam-se a si mesmos com um espírito humilde ao Seu poder misterioso e perscrutador.

B) Lâmpada e Luz – “Lâmpada para os meus pés... e luz para o meu caminho” (Sl 119.105). A escuridão do coração do homem é semelhante ao caos que existiu sobre a Terra antes da luz, vida e ordem serem estabelecidos, e por causa disto, “As coisas de Deus ninguém conhece” (1 Co 2.11). Além disso, esta escuridão é tão grossa, que nenhuma luz da terra a pode expelir. Porém, Deus tem provido uma luz que nunca falha, e essa luz é a Sua Palavra.

C) Espelho – 2 Co 3.8 – Isto não pode ser dito de qualquer livro: “Como um espelho me mostra a mim mesmo não como eu penso que sou, mas como realmente sou”. Sim, a Bíblia é um espelho. Meu, para me ensinar o que sou.

D) Pia – Lavatório – Ef 5.26 – No tempo antigo, a bacia ficava entre o Tabernáculo e o adorador, já que o povo não tinha acesso direto a Deus, tornando-se, assim, incapaz de se chegar à Sua presença. A Bíblia, como Lavatório, tem a água limpa para purificar, lavar, limpar qualquer mancha que tem o coração do homem.

E) Alimento – Jó 23.12 – E.1) Leite para as crianças (1 Co 3.2); E.2) Pão para os famintos (Dt 8.3; Is 55.10); E.3) Carne forte para os homens (Hb 5.12-14). Assim, vemos que enquanto há partes da Bíblia tão simples que uma criança pode entender (2 Tm 3.15), há também profundezas tais, que apesar de terem sido objeto de atenção dos mais sábios intelectuais de todos os séculos, elas nunca serão conhecidas totalmente.

F) Ouro – Sl 19.10 – Os filhos de Deus muitas vezes são chamados para partir com muito daquilo que o mundo estima de muito valor e geralmente falam eles que não são ricos. Mas Deus nunca será devedor a qualquer homem, e então Ele proverá na Sua Palavra, riquezas tão reais e duráveis que todas as riquezas neste mundo em comparação a elas como nada.

G) Fogo – Jr 20.9 – Como fogo, a Palavra de Deus ilumina, purifica, acende e queima.

H) Martelo – Jr 23.29 – Alguns corações são muito duros e necessitam de toda força espiritual do obreiro para que possa manejar este martelo com êxito. O trabalho às vezes parece devagar, porém as batidas contínuas deste martelo resultam em vitória.

I) Espada – Ef 6.17 – Algumas pessoas são muito espertas e evitam marteladas. Para estes, a Palavra se torna como uma espada afiada na mão de um bom soldado. Tal habilidade é adquirida com paciência e devoção no estudo. Também é correto dizermos que muito de nossa utilidade como testemunha para Cristo dependerá do modo que brandirmos esta Espada do Espírito.

J) Semente – Lc 8.11 – Esta semente deve ser semeada em todos os lugares, em todos os tempos e a terra deve ser bem preparada pelo calor de nosso amor e lágimas.


K) A Palavra de Deus – Há mais um símbolo que nós mencionamos com reverência profunda. Nós lemos em Apocalipse 19.13 que a Palavra de Deus vivente (Jesus) é associada à Palavra de Deus escrita (Bíblia) e assim podemos ver que ambas: K.1) São expressões da mente de Deus; K.2) Participam do humano e do divino; K.3) Têm existência eterna; K.4) São semelhantes à luz; K.5) Vieram para abençoar um mundo perdido; K.6) São desprezadas e rejeitadas; K.7) Julgaram-nos um dia; K.8) São infalíveis; K.9) São fontes de vida; K.10) São verdadeiras e devem ser aceitas para a salvação.

Até a próxima.

Conselhos Bíblicos