Pesquisar no Blog do J.A.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

A importância da Bíblia – Décima Sexta Parte

Manuscritos

Tudo era feito pelos escribas de modo laborioso, lento e oneroso. Desse tempo para cá, Deus tem abençoado maravilhosamente a difusão do Seu Livro, de modo que hoje em dia milhões de exemplares são impressos em muitos pontos do globo com rapidez e facilidade em modernas impressoras.

Apesar de ouvirmos muitas vezes, e até falarmos em “Manuscritos Originais”, é necessário que esta expressão não é correta. Manuscritos originais, isto é, saídos das mãos dos escritores, não existe nenhum conhecido no momento. Deus na Sua providência permitiu isso. Se existisse algum, os homens o adorariam mais do que o seu divino Autor.

A serpente de metal posta entre os israelitas como meio de auxílio à fé em Deus (Nm 21.8,9; Is 45.22), foi depois idolatrada por eles (2 Rs 18.4). Deus cuidou do sepultamento de Moisés e ocultou o seu local porque certamente o povo adoraria seu corpo, (Dt 34.5,6). O Diabo tinha interesse na idolatria e contendeu com o arcanjo que procedeu ao funeral de Moisés (Jd 9). Milhões, em muitas terras adoram a cruz de Cristo, ao invés do Cristo da cruz. É também o caso da virgem mãe de Jesus Cristo, que milhões adoram-na mais do que ao filho. Além disso, temos a considerar o seguinte, historicamente, quanto a inexistência de manuscritos originais:

A) Era costume dos judeus enterrar os manuscritos estragados, para evitar sua mutilação ou interpolação espúria.

B) Os reis idólatras e ímpios de Israel, podem ter destruídos muitos ou contribuído para isso, como é o caso descrito em Jeremias 36.20-26.

C) O monstro Antíoco Epífanes, rei da Síria (175 – 164 a.C.), durante seu reinado decidiu exterminar a religião judaica. Assolou Jerusalém em 168 a.C. profanando o templo e destruindo todas as cópias que achou das Escrituras.


D) Nos dias do feroz imperador romano Diocleciano (284 – 302 d.C.), os perseguidores dos cristãos destruíram quantas cópias acharam das Escrituras. Durante dez anos Diocleciano mandou vasculhar o império visando destruir todos os escritos sagrados. Chegou a crer que tivesse destruído tudo, pois mandou cunhar uma moeda comemorando tal vitória.

Até a próxima.

Conselhos Bíblicos