Pesquisar no Blog do J.A.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

A IRA DE DEUS

Texto Referência:
"Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça." Rm 1.18 (Grifo nosso)

A ira (gr. orge) de Deus é uma expressão da sua justiça e do seu amor. É a indignação pessoal de Deus, é a sua reação inevitável diante de todo o pecado.

Ela é causada pelo comportamento iníquo dos seres humanos e das nações.

Paulo fala da ira de Deus, mas em suas características, Deus, nunca aparece como um “ser encolerizado”.

Ela vem direto do céu como ordem expressa de Deus. Toda justiça é proveniente de Deus.
  • Ef 5.6 – “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.”
  • Ap 19.15 – “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.”
A impiedade e a injustiça ativam a ira de Deus.

Toda impiedade: Não há exceções. Nenhum pecado é esquecido.

1. Tipos de Ira Divina:
  • A ira Eterna, que é o Inferno.
  • A ira Escatológica, que é o dia final do Senhor.
  • A ira Cataclísmica, como o Dilúvio e a destruição de Sodoma e Gomorra.
  • A ira Consecutiva, à qual é o princípio do semear e colher (Lei da Semeadura).
  • A ira do Abandono, que é quando Deus deixa os homens seguirem seus pecados. É sobre essa que Paulo fala neste contexto doutrinário.
2. A ira de Deus já foi revelada no Passado por:
  • Dilúvio (Gn 6-8).
  • Fome e peste (Ez 6.11 – “Assim diz o Senhor DEUS: Bate com a mão, e bate com o teu pé, e dize: Ah! Por todas as grandes abominações da casa de Israel! Porque cairão à espada, e de fome, e de peste.”)
  • Abrasamento da terra, “calor” (Dt 29.22,23 – “Então dirá à geração vindoura, os vossos filhos, que se levantarem depois de vós, e o estrangeiro que virá de terras remotas, vendo as pragas desta terra, e as suas doenças, com que o Senhor a terá afligido; E toda a sua terra abrasada com enxofre, e sal, de sorte que não será semeada, e nada produzirá, nem nela crescerá erva alguma; assim como foi a destruição de Sodoma e de Gomorra, de Admá e de Zeboim, que o Senhor destruiu na sua ira e no seu furor.”)
  • Dispersão do seu povo (Lm 4.6 – “Porque maior é a iniqüidade da filha do meu povo do que o pecado de Sodoma, a qual foi subvertida como num momento, sem que mãos lhe tocassem.”)
  • Incêndio através da terra (Is 9.18,19 – “Porque a impiedade lavra como um fogo, ela devora as sarças e os espinheiros; e ela se ateará no emaranhado da floresta; e subirão em espessas nuvens de fumaça. Por causa da ira do Senhor dos Exércitos a terra se escurecerá, e será o povo como combustível para o fogo; ninguém poupará ao seu irmão.”)
3. A ira de Deus no Presente:
  • Entrega dos ímpios as suas paixões (v. 24)
  • A direção até a morte que tais imundícias conduzem.
  • Ez 18.3 – “Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que nunca mais direis esta parábola em Israel.
  • Ef 2.3 – “Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.”
4. A ira de Deus no Futuro:
  • A Grande Tribulação (Mt 24.21 – “Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.”)
  • O Juízo Final. (Ez 7.9 – “E não te poupará o meu olho, nem terei piedade de ti; conforme os teus caminhos, assim te punirei, e as tuas abominações estarão no meio de ti; e sabereis que eu, o Senhor, é que firo.” / Dn 8.19 – “E disse: Eis que te farei saber o que há de acontecer no último tempo da ira; pois isso pertence ao tempo determinado do fim.”)
  • A prestação de contas para os iníquos diante de Deus. (Mt 3.7 – “E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?” / Ap 11.18 – “E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” / Ap 14.8-10 – “E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua fornicação. E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.” / Ap 19.15 – “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.”)
  • A manifestação do castigo eterno sobre os que não se arrependerem.
5. A ira de Deus rege sobre:
  • Ao ocultar a verdade (Rm 1.18)
  • A ingratidão (Rm 1.19,20)
  • O desprezo a Deus (Rm 1.21,22)
  • A idolatria (Rm 1.23)
6. Justiça de Deus: que em contrapartida é o estado de total conformidade com a lei perfeita de Deus e o seu caráter santo.

“A ira de Deus é uma reação aniquiladora por conta da santidade de Deus contra o pecado. Ela não é uma explosão de raiva contra os pecadores, mas contra o pecado, os pecadores são atingidos por estarem vivendo no pecado.”

Conselhos Bíblicos