Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

O ensino bíblico sobre o Jejum 3/6

O Jejum de Moisés e Elias

Muitos apontam o jejum de Moisés e Elias, por quarenta dias, para justificar seus excessos e rebeldia contra o ensino ministrado pela igreja.

No entanto, o exemplo deles foge à regra porque foi praticado sob condições sobre naturais. Ambos estavam em missão direta com o próprio Deus (Êx 24.18; 34.28; 1 Rs 19.8).

No mapa abaixo você pode ver o trajeto de Berseba (no alto) até o Monte Sinai (Horebe, abaixo).


Para você ter uma ideia são 428 km de distância, que hoje em dia é fácil com tantas cidades no caminho, imagine então há milhares de anos atrás só com deserto. Tinha de ser sobrenatural.

Portanto, jejum sem água não pode exceder a três dias sob pena de sujeitar o organismo a graves enfermidades e até a morte.

Não é o jejum o problema e sim o seu mal uso.

Conselhos Bíblicos