Pesquisar no Blog do J.A.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

QUANDO DEUS ESCOLHE, A VARA FLORESCE

Os verdadeiros profetas era o Senhor quem os escolhia, esses homens na verdade nem desejaram ser profetas, as profetas, as vezes até questionavam quando recebiam o chamado de Deus. Jeremias disse: "Ah! Senhor Deus! Não sei falar, não posso de uma criança."

"Mas o Senhor me disse: Não diga não passo de uma criança. Aonde quer que eu te enviar, irás, e tudo o que te mandar dirás" (Jeremias 1.6-7).

"Ezequiel disse: Então o espírito me levantou e, me levou; eu me fui, amargurado na indignação do meu espírito, mas a não do senhor era forte sobre mim. (Ele mesmo não queria ser profeta)" (Ezequiel 2.14).

"Respondeu Amós a Amazias: Eu não era profeta, nem filho de profeta, mas boieiro e, cultivador de sicômoros. Mas o Senhor me tirou de após o gado e me disse: Vai, profetiza ao meu povo Israel" (Amos 7.14-15).


Nessas três declarações acima, fica bem claro, que o homem não se torna um profeta de Deus, pela sua própria vontade. Porém, é Deus quem o escolhe, aquele que ele quer e, quando ele o quer. E todo aquele que é escolhido por Deus, floresce para glória. "Do Pai, do Filho e do Espírito Santo".

"A vara do homem que eu tiver escolhido florescerá".


Doze varas foram postas na tenda da congregação, perante o testemunho no lugar onde o Senhor se manifestava. Porém uma só vara foi escolhida, a vara de Arão, a qual floresceu e produziu frutos. Uma só ressuscitou para ser usada por Deus.

A vara ressuscitada representa todos aqueles que foram escolhidos por Deus nosso Senhor para ser seu vaso. As varas mortas na sua maioria (segundo a ordem numérica) representam aqueles que a si mesmos se escolhem. Não permanecem na presença de Deus, estão secos, não produzem frutos para glória de Deus, estão destinadas ao fogo eterno.

Judas considerou os falsos mestres como árvores em plena estação dos frutos destes desprovidas e desarraigadas duplamente mortas.

"Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo em mim que não dá fruto Ele corta, e todo ramo que produz fruto Ele o poda, para que produza mais fruto ainda.

Vós já estais limpos por causa da palavra que vos tenho falado.

Permanecei em mim e, Eu permanecerei em vós. O ramo de si mesmo não pode produzir fruto, se não estiver na videira. Tampouco vós podeis produzir fruto, se não permanecerdes em mim.

Eu sou a videira, vós sois os ramos. Se alguém permanece em mim e, Eu nele, esse dá muito fruto; sem mim nada podeis fazer.

Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora, como o ramo, e secará; tais ramos são apanhados, lançados no fogo e se queimam" (João 15.1-6).


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos