Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Para que servem as provas?

As provas vem em nossas vidas para cumprir uma função específica: fazer com que venhamos a dar fruto abundante e aperfeiçoar nossa vida espiritual.

A palavra de Deus nos ensina que há uma vide, um lavrador e mais de uma árvore. A vide representa o reino de Deus; o lavrador representa Jesus; nós representamos as árvores.

João 15.1,2 nos diz: "Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto."

Na passagem, lemos que tem duas classes de árvore: o que é útil e o que é inútil. O trabalho que o lavrador vai realizar depende da utilidade de cada árvore. Ele corta porque é inútil ou a limpa para que dê mais fruto.

O Senhor deseja que sejas uma pessoa que dê muitos frutos.

Ele determinada estação do ano, se podam as árvores para que possa dar mais frutos. Quando se observa uma árvore podada, parece que está seca e morta; mas não é assim; depois de algum tempo nos galhos começam a brotar frutos abundantes, até mesmo melhores que os anteriores. Deus tem usado as provas para que possamos dar frutos abundantes.

A Palavra de Deus nos mostra como as provas vieram sobre pessoas íntegras diante de Deus.

No Antigo Testamento temos Jó, um homem que agradava a Deus (Jó 1.6-12; 2.1-6); no Novo Testamento temos o discípulo Pedro (Lc 22.31).

Jó era íntegro, reto, temeroso a Deus e se apartava do mal (Jó 1.1). Pedro também agia da mesma forma que Jó, apesar de ser impulsivo; era filho de Deus. Aprendamos então que as provas vem na vida do cristão para aperfeiçoar a vida espiritual.

As provas não vêm para nos destruir, mas são permitidas por Deus para nosso bem (Rm 8.28). Hb 12.11 fala sobre o que acontece logo depois que passamos pelas provas: dá frutos pacíficos de justiça. O que isso significa?
  • Fruto - Gl 5.22 - "Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança."
  • Pacífico - É uma palavra derivada de paz, tranquilidade.
  • Justiça - Significa retidão, santidade.
Então, fruto pacífico de justiça significa a santidade que o Espírito Santo produz no crente que tem paz com Deus, através de Jesus.

Serve também para viver em uma dimensão diferente, tal como Deus.

Diferença entre compreender naturalmente e discernir espiritualmente o significado das provas: A mente natural não pode interpretar o pensamento de Deus, nem sujeitar-se a Ele. Isaías 55.9 diz: "Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos."

A Bíblia afirma que os filhos de Deus têm a mente de Cristo (1 Co 2.16). Que significa ter a mente de Cristo? É receber a Palavra de Deus, crer no coração e estar disposto a colocá-lo em prática.

Conselhos Bíblicos