Pesquisar no Blog do J.A.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Um pouquinho de conhecimento...

agraphon

Termo grego (pl. agrapha) para declaração não-escrita atribuída a Jesus, mas que não é encontrada nos evangelhos canônicos.

Entre os exemplos do NT estão Atos 20.35, 1 Coríntios 11.24,25, a variante textual de Lucas 6.5, algumas possíveis declarações de textos apócrifos neotestamentários como o Evangelho de Tomé e o Evangelho de Filipe e alguns fragmentos de papiros.

Veja:

Atos 20.35 - “Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.”

1 Coríntios 11.24,25 - “E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim.”


Lucas 6.5 - “E dizia-lhes: O Filho do homem é Senhor até do sábado.”

Glossário
  • Apócrifo - Geralmente usado como adjetivo para descrever os apócrifos ou qualquer texto ou peça que tenha autoridade ou autenticidade duvidosa.
  • Canônico - Derivado de "cânon", termo referente à condição de autoridade da formação e coleção final dos livros bíblicos. O termo significa "vara de medir, padrão".
  • Papiro - Pelo latim papyrus do grego antigo πάπυρος) é, originalmente, uma planta perene da família das ciperáceas cujo nome científico é Cyperus papyrus, por extensão é também o meio físico usado para a escrita (precursor do papel) durante a Antiguidade (sobretudo no Antigo Egito, civilizações do Oriente Médio, como os hebreus e babilônios, e todo o mundo greco-romano).

Conselhos Bíblicos