Pesquisar no Blog do J.A.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

COMO DEVE SER?

O obreiro
obreiro 1

É como é chamado todo aquele que se apresenta para trabalhar na obra do senhor , podendo ele ser reconhecido como tal pela igreja onde congrega, ou apenas trabalhar e esperar do Senhor Jesus , a justa recompensa.

É na maioria das vezes, algo desejado por todos os membros da igreja, pelos motivos certos ou pelos motivos errados também. 

E como é de praxe , vou enumerar quais são os motivos errados para alguém querer ser obreiro e depois vou listar as razões certas.

Motivos errados para ser um obreiro:

1-Vaidade – Esse sentimento é terrível, ele acaba com a fé de qualquer um. 

Aquele desejo de se apresentar a alguém ou em algum lugar e dizer “eu sou obreiro”, ou querer ouvir “lá vai o obreiro”. 

É satisfação do ego, é carnalidade, é orgulho, é soberba.

2-Autoridade – Esse sentimento também é auto destrutivo.

 Querer se sentir acima dos demais irmãos , poder dar ordens.

 Já vi muitos pastores enterrarem o seu ministério por esse motivo, e se isso atinge a pastores é porque começou errado quando ele ainda era cooperador, no seu início ministerial.

Motivos certos para ser um obreiro:

1-Necessidade –A igreja pode ser comparada a uma grande família, onde os irmãos maiores tomam conta do irmãos menores, os que sabem mais ensinam os que sabem menos e assim sucessivamente. 

Há momentos que é necessário estipular quem será essa pessoa, como forma de determinar uma responsabilidade a ele ou até mesmo indicar a quem deverão recorrer no caso de se precisar.

2-Zelo – Zelo é cuidado, é querer ver a igreja protegida e orientada para qual direção devam seguir, instruída quanto aos perigos e benefícios do caminho, isso para falar pouco do assunto. 

É se preocupar com o irmão mais novo, saber se vai tudo bem com ele, tanto nos assuntos espirituais, como nos assuntos terrenos, principalmente os novos convertidos.

O que é necessário para ser um obreiro

1-Ser exemplo: O obreiro é antes de tudo um conselheiro, que vai orientar os mais novos , que vai ensinar o caminho, por essa razão ele precisa viver isso, nada melhor para ensinar como dar a si mesmo como exemplo , dar a si mesmos como referencia, a igreja precisa disso, modelos de cristão, modelos de fé.

2-Conhecer a Bíblia: Já dissemos que o obreiro deverá ensinar, e para ensinar ele precisa logicamente  conhecer os ensinamentos da Bíblia, não apenas superficialmente, precisa conhecer em profundidade. 

Há pessoas que querem tornar-se obreiros sem terem lido a Bíblia toda uma vez sequer. 

E falo mais ler a Bíblia toda não é suficiente, precisa-se estuda-la, entende-la. 

Se eu preciso desse entendimento com uma leitura simples de uma receita de bolo por exemplo, quanto mais com a Bíblia que é um manual de vida ,material e espiritual. 

É necessário além da leitura diária e obrigatória, que se dedique um pouco mais de tempo se indagando o porque das coisas que lá estão escritas.

3-Ser um homem de oração: Poderia ter colocado isso de diversas formas, ser cheio do Espirito Santo, ter uma profunda comunhão com Deus, etc , porém a raiz disso tudo consiste em uma vida de oração. 

Oração não é ministério, onde alguns oram e outros não , não é dom de Deus como querem alguns para explicar a falta de uma dedicação maior a oração. 

Oração é como fazer uma corrida diária, acho que esse exemplo é o melhor, os benefícios são inegáveis exige esforço, exige dedicação, exige disciplina . 

Sempre haverá aqueles que  terão mais motivação para orar e também haverá  aqueles que tentarão colocar justificativas , que na verdade não passaram de desculpas para não faze-lo.

Basicamente todo obreiro tem que ter essas características, independente do que ele faça exatamente na igreja, seja ele o porteiro ou o pastor, logicamente que quanto mais próximo ao pastorado maiores serão as responsabilidades e consequentemente maiores as exigências.

Ponto importante

A autoridade eclesiástica, ela segue aos mesmos modelos do velho testamento e para isso veremos Nm. 12:1-16, onde Arão e Miriã , irmãos de Moisés questionam a sua liderança, com a seguinte argumentação “Porventura falou o SENHOR somente por Moisés? 

Não falou também por nós?” , diz o texto bíblico que o senhor ouviu a reclamação deles e mandou chamar os três, repreendeu a Arão e Miriã com as seguintes palavras 

“Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o SENHOR, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele.

7  Não é assim com o meu servo Moisés que é fiel em toda a minha casa.8  Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a semelhança do SENHOR; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o meu servo, contra Moisés?

9  Assim a ira do SENHOR contra eles se acendeu; e retirou-se.” No mesmo momento Miriã ficou leprosa e necessitou que Moisés e Arão intercedesse por ela para que Deus a curasse.

O segundo caso está em  Nm. 16:1-50, o texto trata da rebelião da Datã, Coré e Abirão que eram homens de Deus, que queimavam incenso diante de Deus e por essa razão se acharam no direito de questionar a Moisés, o texto nos diz 

“Basta-vos, pois que toda a congregação é santa, todos são santos, e o SENHOR está no meio deles; por que, pois, vos elevais sobre a congregação do SENHOR?” no texto seguinte diz que primeiramente a terra tragou as tendas de Coré ,Datã e Abirão com tudo o que tinham , depois saiu fogo do e consumiu aos 250 homens que levavam o incensário.

Diz ainda que o povo se revoltou com Moisés pela morte dos homens , pois eram príncipes de Israel , e que uma praga dizimou mais 14.700 vidas , até que Moisés intercedeu pelo povo e fez sacrifícios por eles .

Ensinamento prático aprendido, autoridade  instituída é para ser respeitada não interessa quais sejam os seus argumentos. 

Deus nos ensina que até as autoridades de reis e presidentes são instituídas por ele e devem ser respeitadas, quanto mais as pessoas que ele coloca na igreja. 

Se for necessário ele tira, ele troca, ele põe outro no lugar. 

Se temos em Deus essa confiança ele irá operar, agora se resolvermos agir corremos o risco de ter o mesmo destino das pessoas que se rebelaram contra Moisés.


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos