Pesquisar no Blog do J.A.

domingo, 5 de julho de 2015

ADULTÉRIO

ADULTÉRIO - Como tratar



A Palavra de Deus estabelece claramente que o matrimônio é um compromisso pra toda a vida com o indivíduo escolhido para ser nosso cônjuge. Este compromisso significa "rejeitar a todos os demais".

"E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne" (Mateus 19:5)
No entanto, a infidelidade sexual, por parte tanto do marido como das esposas, tem chegado a ser epidêmica, segundo as pesquisas. O adultério é proibido e condenado por Deus em sua Palavra, que indica com toda clareza que a ira de Deus será derramada sobre todos os que praticam este pecado.

"Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará". (Hebreus 13:4)

Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus? Não erreis:nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus.(1 Coríntios 6:9-10)

Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. (1 Coríntios 6:18)

Devemos levar em consideração algumas consequências do adultério:

Emocionais: Sentimentos de culpa, temor, ansiedade, perda da auto estima, personalidade destruída, depressão, etc.
Físicas: Gravides e nascimentos ilegítimos, enfermidades venéreas e abortos.
Espirituais: Perdas nesta vida e e depois desta vida.

O adultério é pecado; mas trata- se também de um sintoma de que não anda bem o matrimônio. Há muitas razões ara o adultério.
Algumas delas são:
1. Nossos próprios desejos egoístas e pecaminosos.
"Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência." (Tiago 1:14)
2. Falta de maturidade. Cinquenta por centos dos matrimônios entre adolescentes terminam nos primeiros cinco anos; no entanto a idade não é o único critério importante. O egoísmo imaturo, em qualquer idade, pode conduzir a infidelidade conjugal. Outro sinal de imaturidade é a falta de disposição em aceitar a responsabilidade por uma família. 
3. Cônjuges exigentes, críticos,etc.
4. Falta de satisfação sexual por parte de um dos cônjuges.
5. Transferência para o cônjuge a hostilidade que se sente contra o pai ou a mãe.
6. Parentes intrometidos que perseguem um dos cônjuges com criticas e conselhos "bem intencionados".
7. Falta de uma educação sexual adequada.

Não se deve esperar soluções fáceis ao enfrentar o problema do adultério. No entanto, Deus pode fazer um milagre e trazer um renascimento e uma renovação para o relacionamento conjugal. 

TRATANDO COM O CÔNJUGE ADÚLTERO 

1. Apresente-se como uma pessoa preocupada e cheia de interesse, sem ser dominante. Demonstre alegria em poder compartilhar o evangelho e sua esperança de poder chegar em uma solução para o problema da pessoa.
2. Não expresse juízo e nem a atitude de ser "mais santo(a)". Não comece utilizando passagens bíblicas condenatórias que, de todos os modos, surgirão normalmente no momento apropriado.
3. Anime a pessoa a falar da situação, com o fim de obter um quadro completo da situação e circunstâncias que levaram ao adultério. Mas não assedie a pessoa com demasiados detalhes. 
4. Quando considerar que obteve o suficiente de informações, diga à esta pessoa que vocês seguirão em procura de uma solução para o problema. Será conveniente perguntar à pessoa se alguma vez já recebeu a Cristo como Senhor e Salvador de sua vida. Ore com ela  ou ele em uma nova entrega a Cristo.
5. Depois de orar com esta pessoa, pergunte-lhe que soluções ela sugere para o o problema do adultério. 
6. Em continuação, mostre nas Escrituras que Deus não somente exige que confessemos o adultério como pecado, mas que também o rejeite de sua vida: "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as CONFESSA e DEIXA alcançará misericórdia". (Provérbios 28:13)
7. Sugira à esta pessoa que procure em sua mente as razões prováveis para a sua infidelidade e que as reconheça. Talvez seja necessário mencionar algumas das razões para estimular a pessoa com alguns exemplos citados no começo deste estudo. Sugira que compartilhe estas razões com o cônjuge. Um esforço sincero para estabelecer uma comunicação é o único modo em que poderão trazer à luz os problemas, chegando a uma situação que permita soluções. Para começar, o cônjuge infiel deve dar provas de arrependimento e pedir perdão. 
8. Aconselhe o casal a começarem a ler a Bíblia juntos. Isto lhes proporcionara as informações a respeito de suas responsabilidades e lhes fortalecera para resistir as tentações e ao pecado. Anime-os a orarem juntos. 
9. Recomende que comecem a frequentar as reuniões e aos cultos para que se sintam fortalecidos por meio da Palavra de Deus. O objetivo é que se transformem em cristãos consagrados . O principal fator que contribuiu para a existência do adultério foi a falta de um relacionamento vital com Cristo. 


TRATANDO O CÔNJUGE TRAÍDO E QUE SABE DA TRAIÇÃO 

Estas pessoas com frequência sentem-se traídas, rejeitadas e feridas. Mesmo quando somente um dos cônjuges cometeu o adultério, frequentemente houve uma certa contribuição por parte do outro cônjuge.

1. Leve a pessoa a se perguntar:
A. De que forma contribuí para o adultério 
     Sou demasiadamente critico?
     Dou todo apoio e atenção necessária ao meu cônjuge?
B.que circunstâncias em nosso casamento podem haver contribuído para que surgisse este problema?
C. O que posso fazer ara proporcionar uma solução que salve meu matrimônio?

Ajude seu acolhendo a determinar o melhor forma de agir:
1. Perdão - para que esta situação seja resolvida é necessária uma seria disposição em perdoar. Isto pode vir a ser muito difícil; mas é possível encontrar uma forma. Os que estão envolvidos no problema devem recorrer à Graça e a Misericórdia de Deus para enfrentar a situação da forma correta. O amor e a preocupação do conselheiro poderá ser claramente manifesta neste momento. O cônjuge culpado deve procurar obter o perdão de Deus e também de sua esposa ou esposo.
2. Comunicação - o casal devera se esforçar o quanto seja necessário para estabelecer uma comunicado com o fim de analisar livremente todos os pontos do problema. A falta de comunicação pode haver sido um dos fatores que contribuíram para este pecado. É preciso corrigir esta situação o quanto antes. 
3. Oração - o casal deverá orar juntos e confiar que Deus resolvera as coisas, com o fim de salvar e fortalecer o matrimônio. 
4. Acompanhamento - devem estar dispostos a levar em consideração a possibilidade de receber acompanhamento de um profissional na área ou o acompanhamento de um pastor serio e comprometido. As vezes é necessário muito tempo até que se resolva a situação. 

PASSAGENS BÍBLICAS 
1 João 1:9
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

João 8:11
E ela disse:Ninguém, Senhor. E disse- lhe Jesus:Nem eu também te condeno; vai- te e não peques mais.

Hebreus 13:4
"Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará".

1 Coríntios 7:3-4
"O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher, ao marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem- no o marido; e também, da mesma maneira, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem- no a mulher".

1 Coríntios 6:15-20
"Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo e fá- los- ei membros de uma meretriz? Não, por certo. Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz faz- se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só carne. Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito. Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus".

Por Vanuza Alves Carneiro


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos