Pesquisar no Blog do J.A.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Sentimentos de Cristo

"Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz."
Filipenses 2.1-8

Versículos 1 e 2 - O consolo do cristão deve ser em seu senhor, em Cristo. Seu amor, sua comunhão com todos que se achegaram tem de ser um objetivo para nós, alcançar o mesmo que Cristo. Paulo coloca-se como alguém que entendeu isso e agora busca incentivar a igreja em Filipos a fazer também.

Versículo 3 - Paulo nitidamente fala para tirarmos o ego de nós. Ao ser altruísta, a ação ou palavra são para edificação do outro, a satisfação nossa deve ser em ver meu irmão, meu semelhante bem. Ter consideração é não olhar o exterior (roupas, cor de pele, cabelo, local de origem, etc.), mas compreender que aquela pessoa é um dos motivos de Cristo ter morrido na cruz do calvário.

Versículo 4 - Na mesma ideia do versículo 3, aqui o cuidado é também em fazer o bem ao próximo cuidando daquilo que é do próximo. Dedicando seu tempo em favor da prosperidade alheia, esperando de Cristo recompensa na glória. Não é troca, mas confiança de que existem coisas que só o Senhor poderá recompensar.

Versículos 5 á 8 - O termo "De sorte" significa que se isso ocorrer em nós será uma bênção, pois estaremos partilhando de sentimentos que Cristo teve pela humanidade. Coisas como ódio, iras, ciúmes, invejas e todo tipo de enfermidades espirituais como esses sentimentos, serão extirpados de nós. Outro ponto a aprender que Paulo cita aos filipenses é a questão de olharem para Cristo - recebeu todo o poder, era sábio em palavras, tinha a autoridade dos céus - que poderia ter se considerado maior do que Deus, tomar a adoração dos homens para Si, mas foi humilde. Ele entregou toda glória dada a Ele para Deus. Sua morte é um exemplo, chave da epístola paulina neste ponto. Como pode ser, um ser tão poderoso e dotado de tantos atributos ser morto por homens doentes e enfermos pelo pecado? Obediência e submissão a Deus, o Senhor. O exemplo que Paulo quer dar é o de ser, o cristão, obediente a vontade do Senhor e submisso a sua incontestável autoridade em todo o universo. 

Que possamos buscar o exemplo de Cristo para nós a cada dia.

Conselhos Bíblicos