Pesquisar no Blog do J.A.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Algo de que devemos fugir

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."
Rm 12.2

Não podemos seguir o conselho ao lado!

Se não nos importarmos mais estaremos nos conformando com o mundo, com o pecado, com a dissolução dos valores, com a separação de Deus que todas estas coisas acima geram, estaremos indo, no mais puro sentido bíblico, indo para o inferno.

Imagine se com o tempo Deus deixasse de se importar com o homem?

Poderia, Ele, em seu trono dizer: "Eles não mudam mesmo, deixemos eles como estão." - Abalador isso! Veja os versículos abaixo:

Lm 3.22 - "As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim"

Dn 9.9a - "Ao Senhor, nosso Deus, pertencem a misericórdia, e o perdão"

Rm 1.28 - "E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;"

Para nossa vitória, Ele nos ama e se importa ao ponto de que enviou seu Unigênito Filho para que essa importância fosse traduzida em amor, misericórdia e graça resultante em um processo de aproximação limitada nesta terra e aproximação total quando para o céu formos.

Agora nós, se pensarmos e não nos importarmos, não mais evangelizaríamos! "Eles não irão nos ouvir mesmo. Deixem-os como estão!"

O fato de evangelizarmos demonstra que a importância que Deus tem por nós nos afeta a ponto de também nos importarmos com outros como Ele um dia se importou conosco.

Quantos estão na igreja há anos e acostumaram-se a tal, não lhes importa mais mudança de vida. Criaram uma "casca dura" com isso. Não lutam mais por sua própria salvação, não lutam para que outros sejam salvos, não se importam mais. O que acontece conosco em não se importar é pior (Rm 1.28).

Deus deixou de ser "O Senhor", para ser "um senhor", mais um em sua vida cotidiana, humanista e mundana.

A forma como olhamos Deus não muda nada na pessoa de Deus, mas na nossa faz toda a diferença.

Importe-se, pois Deus se importa e isso é o que importa.

Conselhos Bíblicos