Pesquisar no Blog do J.A.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

MODERE-SE

Não exagere em nada, seja moderado.

“E todo aquele que luta, exerce domínio próprio em todas as coisas” (1 Co 9:25).

 “O amor…não busca os seus interesses” (1 Co 13:5)

“Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (1 Co 10:31). 

“Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão” (1 Co 9:27).

“Se alguém não quiser trabalhar, não coma também” (2 Ts 3:10)

“Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula” (Hb 13:4)

“Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; 

Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade” (Rm 6:12-13).

Trabalho, amor, descanso, exercícios, culto, refeições, e as relações sociais devem ser cuidadosamente equilibrados em seu casamento, ou algo vai quebrar. 

Excesso de trabalho e falta de sono, alimentos adequados ou exercício tornam uma pessoa crítica, intolerante e negativa. 

Comer em excesso constante é um grande mal que reforça a natureza inferior e entorpece a consciência. 

As agressões sexuais destroem o amor pelas coisas sagradas e enfraquece a vitalidade. 

O casamento não dá licença para excessos sexuais. 

Atos sexuais degradantes e destemperados destroem o amor e o respeito de um pelo outro. 

Uma vida sexual temperada é recomendada pela Bíblia (1 Co 7:3-7)

Contatos sociais com os outros são absolutamente essenciais. 

A verdadeira felicidade não pode ser encontrada no isolamento. 

Temos de aprender a rir e desfrutar saudavelmente os bons momentos.

Ser excessivamente sério é perigoso. 

 Fazer coisas demais ou de menos, enfraquece a mente, consciência, corpo, e a capacidade de amar e respeitar um ao outro. 

Não deixe que a intemperança destrua seu casamento.


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos