Pesquisar no Blog do J.A.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Frase para Meditação


"Martinho Lutero ensinou que se, ao orarmos o Pai Nosso, um pensamento da parte de Deus vier à mente, é necessário parar de orar e anotá-lo, pois as palavras ditas por Deus excedem ao valor de cada palavra falada por nós."

Francisco de Sales (1567-1622)

CONTE PARA DEUS


CONTE PARA DEUS


Profetiza sobre o teu problema! 

Ezequiel cap 37 é a visão do vale de ossos secos; e está escrito que eram sequíssimos, mas Deus mandou profetizar sobre aqueles ossos para que vivessem, e nasceram nervos e a carne, osso com osso se encaixou e levantou-se um grande exército, pois o espírito de Deus estava ali e tudo aconteceu, e em nome de Jesus o mesmo espírito de vida vai te visitar e se você profetizar que vai acontecer, tenha certeza que tudo o que te oprime e te faz chorar vai se transformar através da sua declaração de vitória, não se assuste com a situação mas creia no impossível. 

Deus te abençoe!

Dcª Eliana Grasiela Bortolo


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Predestinação

"Na sua onisciência, Deus predestinaria um número exato de pessoas para ser condenado e outro para descansar eternamente? Teria cada homem seu destino traçado?"

Acreditamos que Deus, na sua onisciência, por meio de leis científicas e matemáticas, sabe quantos vão vencer a batalha da fé e terminar triunfantes na eterna glória, porém, isso nada tem a ver com a predestinação fatalista: Jo 17.5.

No que tange à predestinação, ela se baseia, em essência, no "conhecimento anterior" de Deus, no sentido de que o seu "amor eterno" e preocupação e interesse pelos crentes é que está em foco. Aqueles sobre quem fixou seu coração de antemão, portanto, são aqueles que se tornaram o alvo de seu decreto determinador.

Esse decreto determinador não é um mero pronunciamento judicial, mas é, sem dúvida, acompanhado por um poder orientador e criador, através do Espírito Santo, que garante o cumprimento do propósito de Deus.

O grande alvo da predestinação é a chamada dos crentes dentro do tempo, e o resultado de ambas as coisas é a transformação do crente segundo a imagem de Cristo, tanto moral (no que tange à participação do crente na própria santidade de Deus, tal como Cristo dela participa), como metafísica (no que convence a natureza essencial de Cristo).

Não existe, portanto, predestinação para a condenação. Por exemplo: O caso do endurecimento do coração de Faraó, por dez vezes consecutivas, a Bíblia diz que ele mesmo se endureceu contra a ordem de Deus (Êx 7.13; 8.15,19,32; 9.7,34,35; 13.15; 14.22), e dez vezes lemos que Deus o endureceu: Êx 4.21; 7.3; 9.12; 10.20,27; 11.10; 14.4,8,17.

Theodoret assim explica o caso: "O sol, pelo seu calor, torna a cera mole e o barro duro, endurecendo um, amolecendo outro, produzindo pela mesma ação resultados contrários. Assim a longanimidade de Deus faz bem a alguns e mal a outros; alguns são amolecidos e outros endurecidos". Contudo, cremos que esse amolecimento ou esse endurecimento vêm daquilo que o homem apresenta a Deus: um coração contrito, ou orgulhoso.

Deus não endurece o coração de um indivíduo, necessariamente com uma intervenção sobrenatural; o endurecimento pode ser produzido pelas experiências normais da vida, operando através dos princípios e do caráter da natureza humana, que são determinados por Ele. Esta verdade é profundamente hebraica. Um exemplo semelhante desta forma hebraica de pensamento encontra-se em Marcos 4.12, onde Jesus apresenta sua razão para ensinar a verdade sob a forma de parábola.

Em outras palavras, apesar de a Bíblia declarar que Deus predestina para a vida, para a transformação segundo a imagem de Cristo e para a santidade, isso não quer dizer que Ele predestine algumas pessoas para a condenação conforme os teólogos calvinistas mais radicais têm imaginado. Deus predestina segundo a sua presciência: 1 Pe 1.2.

As Escrituras denominam tão-somente os crentes de eleitos, chamados, escolhidos e predestinados, mas sempre relacionados com a sua posição em Cristo, como as varas na videira. "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo", 2 Co 5.17; "Todo aquele que crer em Jesus, e pela fé permanece nele tem a vida eterna e não entrará em condenação", Jo 15; Rm 8.28-30.

O fatalismo e a predestinação absoluta nunca fizeram parte da doutrina e tradição apostólica, e são comuns às seitas heréticas que se consideram favoritas da divindade e responsáveis pelo desinteresse, frustração e miséria de muitos indivíduos, povos e igrejas.

Analisando a ideia do destino na linguagem popular, vemos que significa uma forma sobrenatural, indomável e irresistível, da qual não podemos fugir e que limita a nossa liberdade e vontade.

Por ser uma maneira muito cômoda de pensar e de agir, é ela perfilhada por várias religiões e filosofias (fatalismo) e até por confissões religiosas (predestinação absoluta), mas sem base no ensino das Sagradas Escrituras.

Desde épocas imemoriais o homem tem tido o hábito de acumular na lembrança, através da sua agitada existência, pequenos fracassos, desventuras e fatalidades, e com elas construiu um monstro a que deu o nome de "destino", que compreende como uma determinação imutável, esquecendo as inúmeras bênçãos, vantagens e vitórias alcançadas sobre a adversidade.

Sendo o destino o fim para que tende qualquer ação, o lugar a que se dirige a pessoa ou objetivo em causa, está ele sujeito às leis espirituais e materiais que regem o universo.

Assim, a vida é composta de bons e maus sucessos, em conformidade com o tempo, o local, o ambiente, a experiência e a atitude do indivíduo em relação a esses elementos. Cada homem tem, pois, que procurar, na prática de uma boa consciência, o caminho da verdade e do dever, sejam quais forem as conseqüências da sua determinação.

Está escrito na Bíblia que só Deus é realmente bom, não pode ser melhor do que é visto ser a personificação do Amor: Lc 18.19; 1 Jo 4.8. Como pessoa livre, perfeita e justa, criou o homem à sua imagem e tornou-se o alvo de toda a dedicação: Gn 1.26,27; SI 8. Como podia Deus fazer acepção dentre as suas criaturas e determinar-lhes destinos diferentes, senão aqueles que eles próprios como seres livres e feitos a semelhança da mesma divindade, desejarem de "motu proprio" trilhar? Rm 2.11-16; 10.12-17.

Deus não apenas seria imperfeito, mas também a encarnação da matéria e maldade, se nos induzisse a acreditar no Evangelho para nossa salvação, quando afinal já determinara que nos havíamos de perder ou salvar.

Portanto, nenhum homem, grupo ou organização tem privilégios diante de Deus, a não ser aquele que aceita Jesus como Salvador. Porque Deus não faz acepção de pessoas, e muito menos predetermina, para certos grupos, um juízo, um destino cruel na eternidade. Sobre o assunto a Bíblia diz: "Vivo eu, diz o Senhor Jeová, que não tenho prazer na morte do ímpio mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva: convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois por que razão morrereis?" Ez 33.11a; "Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais", Jr 29.11.

Glossário
  • Fatalismo - Doutrina segundo a qual os acontecimentos são fixados com antecedência pelo destino. Atitude dos que acreditam nessas ideias.
  • Predestinação Absoluta - A doutrina da predestinação está particularmente associada ao Calvinismo. A predestinação é um elemento que descende da teologia de João Calvino. Dentro do espectro de crenças quanto à predestinação, é no Calvinismo que possui sua forma mais enfática entre cristãos. Ensina que a predestinação de Deus é fruto de sua onisciência, como presciência, a qual Ele rege de acordo com a Sua vontade e absoluta soberania, em relação as pessoas e acontecimentos. E numa forma insondável, por muitas vezes não compreensível ao nosso entendimento, Deus age continuamente com liberdade total, de forma a realizar a sua vontade de forma completa. Por outras palavras, o Calvinismo baseia a sua doutrina da predestinação na perspectiva de que Deus predestina previa e absolutamente a humanidade, escolhendo entre os homens aqueles que irão salvar-se e aqueles que vão ser condenados. Esta doutrina tira ao Homem qualquer possibilidade de rejeitar ou aceitar livremente a graça divina. Tanto para o Calvinismo quanto para o catolicismo-romano agostiniano, não há livre-arbítrio. Para ambos, a soberania de Deus prevalece. O cristão escolhido não pode rejeitar sua eleição, pois Deus há de curvá-lo até que ele aceite a Sua graça.
  • Motu proprio - A expressão motu proprio poderia ser traduzida como "de sua iniciativa própria" o que se opõe ao conceito de rescrito que é, em regra, uma norma expedida em resposta a uma dada situação.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Testemunho


Ele nos mostra com quem estamos andando....

"... e ser-me-eis testemunhas ..."
At 1.8

Frase de Impacto


"O significado da oração é alcançarmos a Deus, não a resposta."

Oswald Chambers ( 1874-1917)

FRASES


Deixe Jesus Cristo fazer parte da sua vida, e veja a diferença que isto faz.


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

terça-feira, 28 de junho de 2016

Missões


Como está o seu desejo de fazer Missões hoje?

Já sentiu ou lembrou-se que milhões vão ao abismo todos os dias?

Já parou e pensou que Deus tirou dos judeus o privilégio de evangelizar o mundo e deu em suas mãos?

Ore já!

QUEM ERAM OS SAMARITANOS


QUEM ERAM OS SAMARITANOS
Estritamente falando, um samaritano é um habitante da cidade de Samaria, mas o termo foi aplicado a praticamente todas as pessoas do reino de Israel.
Deve-se considerar que após a morte de Salomão, filho de Davi, Roboão assumiu o trono, mas devido ao descontentamento em relação aos impostos, as 10 tribos do Norte separam-se e proclamaram Jeroboão como seu rei.I

Israel foi dividido entre o Reino de Israel (ao Norte com capital em Samaria) e o Reino de Judá (ao Sul com capital em Jerusalém).
Em cerca de 722 a.C os assírios conquistaram o Reino de Israel, e levou o povo das 10 tribos ao exílio para a Assíria, assim , a Samaria (lugar onde as 10 tribos habitavam) ficou praticamente deserta.
O rei da Assíria então levou pessoas de diversas nações, inclusive Babilônia, para povoar a Samaria. 

Quando o exílio terminou e as pessoas das 10 tribos retornaram para Samaria ocorreu uma mistura com diversos povos, deixando de ser apenas as tribos do norte.
Ocorre que nesse mesmo período houve o exílio do Reino de Judá para a Babilônia, e quando acabou o cativeiro, eles começaram a reconstrução do Templo de Jerusalém, o povo do Norte mostrou desejo em participar da reconstrução, mas foram impedidos pelo Reino de Judá, após esse fato ambos se tornaram inimigos declarados.
Diante da impossibilidade de participar da reconstrução do Templo de Jerusalém, os samaritanos algum tempo depois acabaram construindo seu próprio Templo no Monte Gerizim.
Por causa de sua adesão imperfeita ao judaísmo e sua ascendência em parte pagã, os samaritanos eram desprezados pelos judeus comuns. 

Ao invés de se contaminar pela passagem através do território samaritano, os judeus que viajavam da Judéia para a Galiléia, ou vice-versa atravessavam o rio Jordão para desviar de Samaria. 

Os samaritanos também nutriam da mesma antipatia para com os judeus (Lc 9, 52-53).
Jesus indicou que uma nova atitude devia ser tomada em direção ao samaritanos, ele passava por suas cidades, em vez de atravessar o Jordão, para evitá-los (Jo 4: 4-5), quando ele falou com uma mulher samaritana, contrariamente ao costume judeu (Jo 4: 9), e quando ele disse que viria um tempo onde não seria importante o lugar Jerusalém ou Gerizim (Jo 4: 21-24).
Quando perguntado qual a considerar como o nosso próximo, Jesus contou a história do Bom Samaritano, precisamente porque os samaritanos eram desprezados.
Os apóstolos reconheceram que na Igreja os samaritanos deviam ser aceitos igualmente aos judeus. 

Pedro e João realizaram uma missão especial para Samaria para confirmar samaritanos que já haviam sido batizados por Felipe (Atos 8: 14-17). 

Esta iniciação dos samaritanos foi um estágio intermediário entre a pregação do evangelho aos judeus (Atos 2) e a pregação do evangelho aos gentios (Atos 10).
Hoje alguns samaritanos sobrevivem, não tendo perdido a sua identidade através de casamentos. 

Existem cerca de 300 praticantes ativos da religião Samaritana, a maioria dos quais vivem na cidade de Nablus. 

Eles ainda celebram a Páscoa todos os anos em suas ruínas no Monte Gerizim.


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

VERSÍCULOS DO DIA


Em ti confiarão os que conhecem o teu nome; porque tu, Senhor, nunca desamparaste os que te buscam.



Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Vigie Cristão

Não faça só por que os outros fazem!
Primeiro descubra a razão, então só depois, se for realmente bom você faça.
Existem pessoas que não podem ver uma nova "moda" na TV ou revistas que já sai imitando como se conhecesse todos os significados por trás da ação.

Pessoas são levadas aos vícios assim: prostituição, alcoolismo, glutonaria, idolatria e por aí vai.

Nos gostamos de duas coisas: sermos diferentes e sermos desafiados. Quando as duas coisas acontecem não há como resistir a tentação de fazer o que todos estão fazendo?

Lembro-me do que minha mãe sempre dizia - "Você não é todo mundo".

Todos os jovens de 12 anos estão tendo relações sexuais e que isso te dá o direito de aos 12 anos de se relacionar de mesma forma. Não é o fato de todos os seus amigos beberem que você, coagido, irá beber também para ser radical ou descolado.

Drogas, o que dizer. Muitos iniciaram seus cativeiros espirituais em simples ondas populares do "não tem problemas, tá todo mundo fazendo".

Quando Jesus nos chama a sermos "luz e sal" (Mt 5.13-16), Ele nos coloca em uma posição de sermos a diferença em um mundo do "não tem problema, isso é comum aqui".

Queridos, Comum e Normal são duas coisas completamente diferentes.

O Comum - É o ato generalizado seja ele certo ou errado, é a opção da maioria. Ele é o que realmente acontece quando não há o rigor de uma lei ou ordem obrigatória.

O Normal - É o ato correto mesmo não havendo aceitação popular do mesmo. É a norma de conduta moral superior quer a sociedade aceite ou não.

Um exemplo prático disso hoje é o caso da questão quanto ao casamento entre pessoas de mesmo sexo.

Para parte da sociedade é algo comum, sem interferência com o cotidiano e que não há implicações e muito menos problemas éticos. A sociedade aceita, o homem aceita a lei dos homens (em alguns lugares) aceita, mas e Deus? Alguém buscou consultar sua opinião? Quem se diz cristão, tem de levar em conta a opinião de seu Deus!

O normal desde o princípio da criação é o casal, instituição formada por indivíduos de sexo diferente (e não orientação sexual diferente) e onde há a possibilidade de procriação e manutenção da população da espécie. 

Em suma, estamos em um mundo onde valores são invertidos, opiniões estão sendo impedidas de serem ditas e nós que sabemos a vontade de Deus temos de estar ligados Nele para não sermos confundidos e muitos menos enganados.

Vigiemos.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Meditação Pessoal

"O significado da oração é alcançarmos a Deus e não a resposta." - Oswald Chambers (1874 - 1917)

O que temos buscado quando temos oramos?

Temos buscado os nossos próprios desejos ou a gloriosa presença de Deus?

Temos dito "seja feita a tua vontade" ou "Senhor faça isso, Senhor faça aquilo"?

Se buscarmos a Deus em nossas orações e deixarmos Ele manifestar-se como quiser teremos tudo o que precisamos, mesmo sem dizer uma única palavra sobre nossos problemas.

Reflita.

Reflexão e Segunda-Feira




Fique tranquilo algumas coisas podem não dar certo, mas não desanime!

"Espera no Senhor, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor."
Salmos 27.14

domingo, 26 de junho de 2016

Corda Bamba

Como tem sido sua vida quando é tocado no assunto da salvação?

Você se considera salvo e ou com possibilidade de tal, ou você ainda tem dúvidas e não crê que pode ser salvo?

Não espere o dia que Jesus voltar ou o momento que você for diante de Deus no julgamento do Grande Trono Branco.

Deixe Cristo tirar o seu medo, saia da corda bamba, pois uma hora dessas você pode cair...

Pense nisso.

sábado, 25 de junho de 2016

Notícias Obra Missionária - Bolívia


Olá amados irmãos,

A AMEIBS vem com muito carinho trazer as novidades do campo missionário por e-mail, já que havia um tempo que não fazíamos assim. Agradecemos a cada um pelas orações e doações. Estamos muito felizes com o trabalho que temos realizado, mas está sendo complicado conseguir recursos para a manutenção das obras sociais que a AMEIBS realiza na Bolívia, no Brasil e na querida África. Por isso rendemos graças a Deus pelos mantenedores que tem sido fiéis ao serviço de Cristo.


As crianças da África estão indo para a igreja, aprendendo louvores e conhecendo a Deus! A parceria com o Pastor Julio Quekna está dando muito certo! Ele encontrou no Café da Manhã a estratégia de que precisava para propagação do Reino de Deus em Djabatah!

No dia 01/06 a AMEIBS promoveu na África uma linda festa em comemoração ao dia das crianças de lá. A parceria com o Pastor Julio rendeu uma economia que nos permitiu fazer essa bonita celebração.

Olhe como ficou lindo!




Pastor Julio Quekna


Na Bolívia a obra continua com muito fervor. Nossas crianças têm recebido o café da manhã todos os dias, e junto com ele o Pão da Vida. O evangelho de Jesus Cristo está alcançando as aldeias!

Houve mudanças nas escolas. As crianças maiores não podem mais estudar nas escolinhas das aldeias, elas agora estudam das escolas maiores que ficam no povoado. Isso fez com que o numero de crianças fosse reduzido para 261 crianças.

Porém, devido o aumento dos impostos nos produtos e a necessidade de notas fiscais a contribuição de R$10,00 passa a ser de R$ 15,00.


O Lar de Idosos Bom Samaritano está a todo vapor! Tivemos que reformar o pátio do lar, pois o chão afundou e apresentou perigo aos nossos funcionários e idosos.



O frio chegou! E a Bolívia tem um inverno rigoroso e nossa maior preocupação é cuidar bem dos nossos velhinhos, para que estejam recebendo os mantimentos, e agora, os agasalhos necessários nessa época. Mas, infelizmente, ainda não conseguimos comprar a máquina de lavar.

O que é motivo de grande preocupação e tristeza, pois as irmãs que trabalham lá têm que lavar diariamente inúmeros cobertores e agasalhos à mão. E de um dia para o outro, como não são centrifugadas, as roupas não secam devidamente. Por isso, não deixe de fazer a sua oferta. Contamos muito com a ajuda dos irmãos!


Estamos orando para que Deus toque nos corações dos irmãos, pois precisamos muito das suas ofertas. São momentos muito difíceis que estamos atravessando devido a crise. Desde já agradecemos pelas orações e apoio que os irmãos tem nos dado!


sexta-feira, 24 de junho de 2016

Reflexão Cristã


"Irmãos, se fôssemos tão eficientes na tarefa de enriquecer nossa alma quanto o somos na de cuidar de nossos interesses pessoais, constituiríamos uma ameaça para o diabo. Mas se fôssemos ineficientes no cuidado de nossos interesses pessoais como o somos nas questões espirituais, estaríamos mendigando."

RAVENHILL, Leonard. Por que tarda o pleno Avivamento? Venda Nova: Betânia, 1989. 168 p.

3 passos para obter a presença de Jesus em sua vida

1. Ore

Quem busca encontra, quem procura acha (Mt 7.7), Jesus não está escondido da Igreja. O que vemos é que muitos não tem procurado a Jesus, Ele continua o mesmo (Hb 13.8), nós é que variamos o tempo todo da santidade ao pecado e vice-versa.

Mt 7.7 - "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á."

Hb 13.8 - "Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente."

2. Ame

Aquele que ama cumpre a lei do amor (Rm 13.10). Se amarmos cumpriremos as palavras do Senhor, ou seja, aceitamos suas palavras e seu senhorio. Que rei que não gosta de estar próximo aos seus súditos e deles receber glória?

Rm 13.10 - "O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor."

3. Evangelize

A grande comissão da Igreja em ser testemunha e luz na terra (At 1.8; Jo 8.12). Jesus garante pessoalmente estar com a Igreja dentro justamente do contexto missionário (Mt 28.19,20). Se estivermos fazendo a obra do Senhor, saindo aos campos, valados, buscando os perdidos pelo poder do Senhor (Mt 28.18), concedido por Ele aos que são a sua Igreja. Então, quando saímos Ele vai conosco nos garantindo sua presença e poder.

At 1.8 - "Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra."

Jo 8.12 - "Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida."

Mt 28.19,20 - "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém."

Mt 28.18 - "E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra."

Conclusão

Existem muitas maneiras, contudo, enumerei estas três que são infalíveis.

Os passos são simples e são uma fórmula que não tem como errar, é só orar, amar e evangelizar que o Senhor e Salvador Jesus Cristo estará com você!

Aproveite!

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Frase


"Nenhum homem é superior à sua vida de oração... O ministério da pregação é de poucos; o da oração - a mais importante de todas as atividades humanas - está aberto a todos."

Leonard Ravenhill (1907-1994)

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Notícias Obra Missionária - Itália

São José do Vale do Rio Preto, RJ, 22 de junho de 2016.

“Investir na obra missionária é fazer um investimento para a eternidade; é fazer um investimento de consequências eternas.” (Hernandes Dias Lopes)

Amados irmãos e companheiros na obra missionária,

Que a graça e paz do nosso Senhor Jesus Cristo vos sejam multiplicadas.

Graças a Deus chegamos bem ao Brasil e já começamos as nossas viagens para visitar as igrejas mantenedoras de nosso projeto missionário. O tempo é pouco para visitar tantas igrejas e irmãos, mas nos alegramos grandemente em visitar os amados irmãos que têm estado conosco na obra missionária, através de suas orações e contribuições.

Temos grandes desafios para o nosso retorno à Itália, dentre os quais levantar novos mantenedores, tendo em vista a alta do dólar/euro nos últimos anos, que causou uma perda em nosso sustento. Mas cremos na providência de Deus para as nossas vidas e ministério.

Apesar de estarmos poucos dias no Brasil já podemos perceber os efeitos da crise econômica que o Brasil atravessa. Mesmo neste momento difícil que o Brasil vive, somos profundamente tocados e inspirados pelo exemplo daqueles mantenedores que tem perseverado e seguido o exemplo da igreja na Macedônia que, “em muita prova de tribulação houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza abundou em riquezas da sua generosidade” (2 Co 8.2).

Esperamos poder rever a todos queridos irmãos e igrejas, mas no caso daqueles que não será possível estarmos nas suas igrejas, devido ao curto tempo que estaremos no Brasil, gostaríamos de ao menos poder revê-los no Congresso de SEMIPA, de 08 a 12 de julho.

Somos profundamente gratos a todos amados irmãos e igrejas que têm nos apoiado na obra missionária. Muito obrigado por estarem conosco na obra missionária! Nós não temos nos esquecidos de orar incessantemente por todos os nossos mantenedores para que Deus continue os abençoando grandemente.

Por favor, orem:
  • Por nossa saúde física, emocional e espiritual;
  • Pela situação da alta do dólar/euro que tem provocado perdas no nosso sustento;
  • Por novos mantenedores e intercessores que estejam dispostos a nos apoiar neste projeto;
  • Por esta nova fase do nosso projeto missionário;
  • Por este nosso tempo no Brasil.
Com gratidão,

Pr. Paulo Henrique, Alessandra e Lucas
-----------------------------------------------------
Escreva para nós através dos e-mails:

Nossas contas pessoais:
BB Ag 3159-3 C/C 6573-0 ou Itaú Ag 6116 C/C 00485-1 (Paulo Henrique P. Cunha)

Que atitude tomar para com os irmãos que estão em provas?

Romanos 12.15 diz: "Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram".

A frase: "chorem com os que choram", não deve só estar na Bíblia, mas gravada com fogo em nosso coração.

O que significa chorar com os que choram?

É compreender a situação pela qual os irmãos estão passando, e dar-lhe amor e companhia, sem fazer sermão. Essa atitude do crente maduro: ajudar seu irmão em provas. Hoje você consola, amanhã poderá ser consolado. "De graça recebeste (consolo); de graça daí (consolo)" Mt 10.8.

Deus não somente diz que nos ama, mas supre todas as nossas necessidades. Não somente nos dá sua Palavra, mas a confirma com feitos concretos. Deus quer que seu povo seja fiel em qualquer circunstância e o sirvamos por amor, por Ele ser o Rei dos Reis.

Habacuque 3.17-19 resume todo o texto:

"Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas."

A prova é o filtro que separa o verdadeiro do impuro; o santo do profano. Que sejamos achados a cada dia íntegros diante do Senhor.

O fundamento é o que afirma uma casa e a ajuda a resistir as tormentas. Se permanecermos em Jesus, nossa rocha firme, as tormentas da vida, não poderão nos vencer e seremos "mais que vencedores".

terça-feira, 21 de junho de 2016

Não seja arrogante!



"Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com os soberbos."

Provérbios 16.19

Missões dentro da Bíblia

Ordenadas

Mt 28.19 – “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;”

Mc 16.15 – “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.”

Lc 10.2 – “E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara.”

Rm 10.14-15 – “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.”

segunda-feira, 20 de junho de 2016

"Atrofiados pelo pecado"

"E aconteceu que, num daqueles dias, estava ensinando, e estavam ali assentados fariseus e doutores da lei, que tinham vindo de todas as aldeias da Galileia, e da Judéia, e de Jerusalém. E a virtude do Senhor estava ali para os curar. E eis que uns homens transportaram numa cama um homem que estava paralítico, e procuravam fazê-lo entrar e pô-lo diante dele. E, não achando por onde o pudessem levar, por causa da multidão, subiram ao telhado, e por entre as telhas o baixaram com a cama, até ao meio, diante de Jesus. E, vendo ele a fé deles, disse-lhe: Homem, os teus pecados te são perdoados. E os escribas e os fariseus começaram a arrazoar, dizendo: Quem é este que diz blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão só Deus? Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, respondeu, e disse-lhes: Que arrazoais em vossos corações? Qual é mais fácil? dizer: Os teus pecados te são perdoados; ou dizer: Levanta-te, e anda? Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa. E, levantando-se logo diante deles, e tomando a cama em que estava deitado, foi para sua casa, glorificando a Deus. E todos ficaram maravilhados, e glorificaram a Deus; e ficaram cheios de temor, dizendo: Hoje vimos prodígios."
Lucas 5.17-26

A grande causa das doenças no mundo reside no pecado: nos cometidos por cada um de nós em função de nossas vontades perversas (Jo 9.3), e naqueles praticados pela humanidade como um todo desde a Queda (Gn 3). O homem paralítico, pela fé, reconhece o pecado como a raiz do seu problema e, por isso, obedece à ordem de Cristo.

Os amigos revelam igualmente grande fé em Jesus e amor ao amigo incapacitado, e não desistem ao primeiro obstáculo, pelo que também são abençoados. Isso nos mostra que existem pessoas "atrofiados pelo pecado".

São os que tanto física como espiritualmente estão incapacitados de realizar ações cotidianas do âmbito físico como do mundo espiritual.

Os "sábios segundo a Lei" (v.21) que estavam lá, presentes no local indagavam-se a respeito do perdão dos pecados que Jesus havia concedido (v.20). Não entendiam a missão do Filho do Homem de sarar o homem do pecado, curar tanto as feridas físicas como as espirituais.

Eles duvidaram colocaram Jesus no mesmo nível de blasfemadores da Lei de Moisés, como se Jesus não a conhecesse.

Jesus conhecia seus corações e pensamentos (v.22), sabia que seus olhares eram maus e como em todo o ministérios do Messias, procuravam ocasião para culparem Jesus de ter transgredido ou blasfemado contra a Lei para que Ele pudesse ser julgado e condenado.

Contudo, o foco não é na intenção dos fariseus e escribas, mas sim em sua insensibilidade ao agir do Espirito de Deus em Jesus (v.23).

Foram dois milagres:

1) Jesus curou suas feridas espirituais - Ele perdoou os pecados que tanto o incomodavam (v.20), aquilo que martelava na mente do paralítico cessou ao comando do Senhor. Jesus não iria cura-lo fisicamente, o texto não dá indício dessa ação. O Seu foco era curar e salvar a alma daquele homem.

2) Jesus curou seu físico - Ele ao ser confrontado pelos fariseus e escrivas (v.21-23) demonstra que os sinais seguiram aos que creem (Mc 16.17). A demonstração de Jesus confirma o que o próprio assevera em Mt 28.18b - "É-me dado todo o poder no céu e na terra.". Ele não precisaria demonstrar mais poder do que o que já havia demonstrado perdoando os pecados, mas como sinal diante da incredulidade deles, Jesus o cura fisicamente.

E nós?

A humanidade consumida pela mesma incredulidade dos fariseus e escribas da época de Jesus, jaz em mesma situação - não conseguem ver que milagres não são só paralíticos andando, mas almas sendo salvas do fogo do inferno!

Que possamos orar que par ao Senhor abra os nossos "olhos espirituais" como Eliseu orou por Geazi (2 Rs 6.15-17), que sejamos os "geazis" deste mundo nós que somos "Igreja" de Jesus temos de ter os nosso olhos e ouvidos abertos para com a voz e ação do Senhor. Somos os responsáveis de fazer a apresentação, a "oração de Eliseu" para que o mundo possa ver que o que está conosco é maior do que o que está no mundo.

Jesus é o único que pode "desenvolver espiritualmente" os que estão "atrofiados pelo pecado".

Conselhos Bíblicos