Pesquisar no Blog do J.A.

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Reflexão de Segunda-Feira


Qual a armadura que você veste?

"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus"
Efésios 6.11-17

domingo, 28 de fevereiro de 2016

O que é a Bíblia 10/15

O propósito da Bíblia

A Bíblia foi dada para testemunhar de um Deus Criador e Sustentador do universo, por meio de Cristo, Redentor dos pecadores.

Ela apresenta uma história continua – a da redenção humana.

Essa história é um desvendar central da Bíblia de que Deus, em seu conselho eterno, se encarnaria em Jesus Cristo para a redenção do homem perdido.

O desenvolvimento dessa verdade central da redenção é feito por meio da história, profecias, tipos e símbolos.

Essa revelação da redenção humana mediante Cristo orienta o homem no contexto maior dos planos de Deus para ele ao longo dos séculos, bem como o propósito divino para ele na eternidade.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

A IRA DE DEUS

Texto Referência:
"Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça." Rm 1.18 (Grifo nosso)

A ira (gr. orge) de Deus é uma expressão da sua justiça e do seu amor. É a indignação pessoal de Deus, é a sua reação inevitável diante de todo o pecado.

Ela é causada pelo comportamento iníquo dos seres humanos e das nações.

Paulo fala da ira de Deus, mas em suas características, Deus, nunca aparece como um “ser encolerizado”.

Ela vem direto do céu como ordem expressa de Deus. Toda justiça é proveniente de Deus.
  • Ef 5.6 – “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.”
  • Ap 19.15 – “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.”
A impiedade e a injustiça ativam a ira de Deus.

Toda impiedade: Não há exceções. Nenhum pecado é esquecido.

1. Tipos de Ira Divina:
  • A ira Eterna, que é o Inferno.
  • A ira Escatológica, que é o dia final do Senhor.
  • A ira Cataclísmica, como o Dilúvio e a destruição de Sodoma e Gomorra.
  • A ira Consecutiva, à qual é o princípio do semear e colher (Lei da Semeadura).
  • A ira do Abandono, que é quando Deus deixa os homens seguirem seus pecados. É sobre essa que Paulo fala neste contexto doutrinário.
2. A ira de Deus já foi revelada no Passado por:
  • Dilúvio (Gn 6-8).
  • Fome e peste (Ez 6.11 – “Assim diz o Senhor DEUS: Bate com a mão, e bate com o teu pé, e dize: Ah! Por todas as grandes abominações da casa de Israel! Porque cairão à espada, e de fome, e de peste.”)
  • Abrasamento da terra, “calor” (Dt 29.22,23 – “Então dirá à geração vindoura, os vossos filhos, que se levantarem depois de vós, e o estrangeiro que virá de terras remotas, vendo as pragas desta terra, e as suas doenças, com que o Senhor a terá afligido; E toda a sua terra abrasada com enxofre, e sal, de sorte que não será semeada, e nada produzirá, nem nela crescerá erva alguma; assim como foi a destruição de Sodoma e de Gomorra, de Admá e de Zeboim, que o Senhor destruiu na sua ira e no seu furor.”)
  • Dispersão do seu povo (Lm 4.6 – “Porque maior é a iniqüidade da filha do meu povo do que o pecado de Sodoma, a qual foi subvertida como num momento, sem que mãos lhe tocassem.”)
  • Incêndio através da terra (Is 9.18,19 – “Porque a impiedade lavra como um fogo, ela devora as sarças e os espinheiros; e ela se ateará no emaranhado da floresta; e subirão em espessas nuvens de fumaça. Por causa da ira do Senhor dos Exércitos a terra se escurecerá, e será o povo como combustível para o fogo; ninguém poupará ao seu irmão.”)
3. A ira de Deus no Presente:
  • Entrega dos ímpios as suas paixões (v. 24)
  • A direção até a morte que tais imundícias conduzem.
  • Ez 18.3 – “Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que nunca mais direis esta parábola em Israel.
  • Ef 2.3 – “Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.”
4. A ira de Deus no Futuro:
  • A Grande Tribulação (Mt 24.21 – “Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.”)
  • O Juízo Final. (Ez 7.9 – “E não te poupará o meu olho, nem terei piedade de ti; conforme os teus caminhos, assim te punirei, e as tuas abominações estarão no meio de ti; e sabereis que eu, o Senhor, é que firo.” / Dn 8.19 – “E disse: Eis que te farei saber o que há de acontecer no último tempo da ira; pois isso pertence ao tempo determinado do fim.”)
  • A prestação de contas para os iníquos diante de Deus. (Mt 3.7 – “E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?” / Ap 11.18 – “E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” / Ap 14.8-10 – “E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua fornicação. E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.” / Ap 19.15 – “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.”)
  • A manifestação do castigo eterno sobre os que não se arrependerem.
5. A ira de Deus rege sobre:
  • Ao ocultar a verdade (Rm 1.18)
  • A ingratidão (Rm 1.19,20)
  • O desprezo a Deus (Rm 1.21,22)
  • A idolatria (Rm 1.23)
6. Justiça de Deus: que em contrapartida é o estado de total conformidade com a lei perfeita de Deus e o seu caráter santo.

“A ira de Deus é uma reação aniquiladora por conta da santidade de Deus contra o pecado. Ela não é uma explosão de raiva contra os pecadores, mas contra o pecado, os pecadores são atingidos por estarem vivendo no pecado.”

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

O que é a Bíblia 9/15

Cristo, o tema unificador da Bíblia

Embora a Bíblia seja formada de 66 livros (39 no AT e 27 no NT), ainda é um livro. O tema unificador das Escrituras é Cristo.

O AT faz a preparação para ele e o prediz, por tipos e por profecias. Os evangelhos o apresentam de modo redentor, em manifestação divina e humana.

Atos retrata Cristo sendo proclamado a e seu evangelho sendo propagado no mundo.

As epístolas expõem sua obra redentora.

Apocalipse revela como a consumação de todos os planos e propósitos de Deus.

Da descendência da mulher (Gn 3.15), prometido no paraíso perdido, ao “Alfa e Ômega (Ap 22.13) concretizado da reconquista do paraíso, ele é “o primeiro e o último”, “o princípio e o fim” nos planos revelados de Deus para o homem.




ANDAR COM DEUS...

Escolher andar com Deus é desistir da minha própria vontade.

Escolher andar com Deus é ter o privilégio de amar como Ele ama.

Escolher andar com Deus é ter a possibilidade de observar as situações da vida pelos olhos dEle.


Escolher andar com Deus é arrancar, a força, as “cartas na manga”

Escolher andar com Deus é ver o que ninguém vê, sentir o que ninguém sente, ouvir o que ninguém ouve.

Escolher andar com Deus é sentir paz em meio a guerra, ser luz em meio as trevas.

Escolher andar com Deus é viver os dias com os olhos e o coração focados no GRANDE DIA.

Escolher andar com Deus é fugir da religiosidade e de todo ativismo que nos “prende”.

Escolher andar com Deus é fazer do pecado seu maior inimigo.
Escolher andar com Deus é viver pela fé.

Escolher andar com Deus é restaurar sonhos, viver planos e experimentar de vida abundante.

Escolher andar com Deus é afastar-se das “coisas” que não O agradam.

Escolher andar com Deus é viver com os pés na terra e com o coração no céu.

Escolher andar com Deus é compreender que sou amado, respeitado e valorizado por Ele.

Escolher andar com Deus é ter um coração pronto para servir.


Escolher andar com Deus é ser embaixador de Cristo, na terra.


Escolher andar com Deus é permitir-se ser remido e lavado pelo precioso sangue do Cordeiro de Deus.

Escolha andar com Deus




Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Caracteristicas

Somos todos únicos!

Mesmo gêmeos têm suas singularidades. Não somos produzidos em massa para termos as mesmas características. Até nosso "projeto" ser único.

Mas, assim como o pecado nos igualou e nivelou por baixo diante de Deus ("todos pecaram", Rm 3.23), o sacrifício de Jesus na cruz nos coloca novamente em igualdade e nivelados por cima ("deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus", Jo 1.12).

Somos únicos em nossas características, somos únicos quanto a nossa salvação, pois cada um dará conta de si (Rm 14.12). E, assim como a salvação, a condenação também é individual ("mas quem não crê já está condenado", Jo 3.18).

Comemore a sua ipseidade em Jesus, só Ele te faz único quando se trata de salvação.

FRASES

NÃO TENHO VONTADE DE COPIAR A NATUREZA:
INTERESSA-ME MAIS A POSSIBILIDADE DE EMPARELHAR COM ELA.


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

FRASES

O HOMEM QUE NÃO SABE SORRIR NÃO DEVE ABRIR UMA LOJA.


Pr Donizeti (Um serfo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

A cenoura, o ovo e o café



Uma garota queixou-se ao pai, sobre a vida e como as coisas estavam difíceis para ela. Já não sabia o que havia de fazer – estava cansada de lutar e de combater. Parecia-lhe que assim que um problema estava resolvido, um outro surgia.

Então, o pai levou-a até a cozinha.

Encheu três pequenas panelas com água e pô-las ao fogo.

Assim que a água começou a ferver, numa panela colocou cenouras, noutra, ovos e, na terceira, pó de café.

Deixou que tudo fervesse, sem dizer uma palavra.

A filha esperou impacientemente, imaginando o que dali iria resultar.

Minutos depois, ele apagou o fogo.

Pegou nas cenouras, nos ovos e no café, colocando-os em recipientes separados.

Virou-se para a filha e perguntou:
– Querida, o que estás a ver?
– Cenouras, ovos e café – respondeu ela.

Ele pediu-lhe para provar as cenouras. Ela obedeceu e notou que as cenouras estavam macias.

Ele, então, pediu-lhe que pegasse um ovo e o quebrasse. Ela obedeceu e, depois de retirar a casca, verificou que o ovo endurecera com a fervura.

Finalmente, ele lhe pediu que tomasse um gole do café. Ela sorriu ao sentir o aroma delicioso e então perguntou:

– O que é que isto significa, pai?

– Cada um destes – a cenoura, o ovo e o café – enfrentou a mesma adversidade, a água a ferver, mas cada um reagiu de maneira diferente. A cenoura, outrora crua e rígida, amoleceu e tornou-se frágil. Os ovos, antes frágeis, mesmo com a casca protegendo o interior, tornaram-se firmes e mais resistentes. Já o pó de café é incomparável: depois de colocado na na água fervente, ele mudou a própria água.

Após profundo silêncio, o pai prosseguiu:

– Qual deles és tu? Quando a adversidade bate à tua porta, como respondes?

És a cenoura, o ovo ou o pó de café? És como a cenoura, parecendo firme e forte, mas, com a dor e a adversidade, murcha e torna-se frágil, perdendo a sua força? Ou será que és como o ovo, começando maleável, mas, depois de sofrer alguma pressão da vida, torna-se duro? A sua “casca” até parece a mesma, mas por dentro, está duro. Será que és como o pó de café? Transformas o meio que te aflige, alteras o que causa dor e ofereces algo melhor e mais gostoso do que havia antes da adversidade?

E você, como lida com a adversidade?… cenoura, ovo ou café?


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

FRASES

ABRIR MÃO DA REALIDADE NÃO É NADA;
HEROICO É ABRIR MÃO DE UM SONHO.


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Notícias Obra Missionária - Itália

Legnano, 21 de fevereiro de 2016.

“Não podemos fazer nada sem a ajuda constante que vem do alto.” (Charles Spurgeon)

Amados irmãos e companheiros na obra missionária,

Que a graça e paz do nosso Senhor Jesus Cristo vos sejam multiplicadas.

Conseguimos concluir nossa mudança e já estamos morando na cidade de Legnano (região da Lombardia). Vencemos grandes desafios, mas ainda temos outros pela frente. A Itália é imensamente burocrática e ainda precisamos resolver as questões de alguns documentos. Também precisamos comprar alguns móveis, visto que o apartamento que alugamos é parcialmente mobiliado. Além disso, o nosso carro deu um problema e já está há mais de dez dias no mecânico. No entanto, sabemos que Deus está no controle de todas as coisas.

Diferentemente do que alguns possam imaginar, a vida de um missionário não é nada fácil, mas as lutas que enfrentamos nos mostram o quanto somos dependentes do Senhor e nos ensinam o contentamento em Deus, em modo que possamos dizer como o apóstolo Paulo: “Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido e sei também ter abundância; em toda a maneira e em todas as coisas, estou instruído, tanto a ter fartura como a ter fome, tanto a ter abundância como a padecer necessidade. Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fp 4.11-13).

Deus é bom em todo o tempo, não importam as circunstâncias. E podemos ver o cuidado de Deus, mesmo nas coisas mais simples. Conseguimos fazer a matrícula do Lucas numa escola próxima a nossa casa e mesmo com a mudança, ele ficou somente um dia sem ir à escola. Na primeira semana, ele já tinha feito muitos amigos e já está bem acostumado a nova classe e aos novos professores. Nós também nos sentimos muito bem acolhidos pelo Pr. Humberto e família, como também por toda a Igreja.

Ainda estamos num processo de adaptação a esta nova realidade e estaremos planejando, com a direção do Senhor, esta nova fase do nosso projeto missionário na Itália. E para isso, precisamos muito do apoio de todos amados irmãos e igrejas que têm nos apoiado até aqui, bem como de novos mantenedores. Se Deus quiser, estarei indo ao Brasil em meado de Junho para agradecer pessoalmente a todos mantenedores e apresentar o projeto para esta nova fase, além de buscarmos novos mantenedores, visto que com a alta do dólar/euro o nosso sustento ficou muito defasado. Ainda não está certo se será possível ir com toda a família. Mas contamos com a oração e apoio de todos amados irmãos em nosso favor.

Somos imensamente gratos a todos amados irmãos e igrejas que têm nos apoiado com suas orações e contribuições. Vocês estão sempre em nossas orações!

Por favor, orem:
  • Por nossa saúde física, emocional e espiritual;
  • Pela situação da alta do dólar/euro que tem provocado perdas no nosso sustento.
  • Por novos mantenedores e intercessores que estejam dispostos a nos apoiar neste projeto;
  • Por esta nova fase do nosso projeto missionário;
  • Por Matheus que está no Brasil e que precisa muito das orações.
Com gratidão,

Pr. Paulo Henrique, Alessandra e Lucas
------------------------------------------------------------
Escreva para nós através dos e-mails:

ppaulo_henrique@hotmail.com | ppaulohenrique@gmail.com | alessandraccunha@hotmail.com

Nossas contas pessoais:
Banco do Brasil Ag 3159-3 C/C 6573-0 ou Banco Itaú Ag 6116 C/C 00485-1 (Paulo Henrique P. Cunha)

Banco do Brasil Ag 3470-3 C/C 6927-2 ou Banco Itaú Ag 6116 C/C 10124-4 (Alessandra de Carvalho Cunha)
  

Pensamento de Segunda-Feira



Cuidado com aquilo que você alimenta!

Pois, uma hora dessas você pode virar o alimento.

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Quem criou Satanás?

"Satanás existe antes da criação do mundo? Quem o criou? Como ele veio a pecar?" 

Reconhecemos, com humildade, que alguns assuntos envolvem em verdade profundos segredos e ninguém tem o direito de conhecer qualquer coisa que porventura seja impenetrável: Dt 29.29.

No nosso desejo de atender os leitores, somente desejamos esclarecer pelo Senhor e por sua Palavra. Efetivamente, Deus não criou Satanás. Deus criou os exércitos celestiais, os anjos e entre eles estava um chamado até de "Estrela da Alva".

Os profetas Isaías e Ezequiel apresentam um quadro que geralmente é aceito como sendo de dupla interpretação: refere-se parcialmente ao rei de Tiro no sentido histórico e, parcialmente a Satanás, num sentido profético mais extensivo.

Esse anjo de luz, grandemente honrado nos céus, um dia intentou rebelar-se contra Deus, pelo que foi julgado, punido e expulso. A muitos perturba o fato de tal rebelião ter ocorrido no Céu, lugar de perfeição.

No entanto, devemos reconhecer que não partiu de Deus. A rebelião originou-se no coração de Lúcifer. A perfeição absoluta somente pertence a Deus e qualquer criatura que dele se afaste pode vir a ser um terrível pecador.

Por haver pecado sem tentação exterior, Satanás não tem direito ao perdão. Quanto à onisciência e à presciência de Deus, estes atributos não foram atingidos porque Deus permanece o mesmo, Lúcifer foi quem mudou e mesmo para a rebelião de um anjo de luz Deus tem solução perfeita, pois embora a queda de Satanás tenha ocorrido antes dos dias da humanidade, vale lembrar que o Cordeiro de Deus também foi imolado "perante Jeová" desde antes da fundação do mundo.

Não desonra a Deus o pecado de Satanás. Desonra sim, a Satanás mesmo. Deus continua sendo o sustentador do universo e um Ser de absoluta moral e perfeição. Qualquer que dele se aproxima alcançará sua bênção, seu refúgio e sua graça sem igual.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Como tem sido a sua?


"E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração."
Jeremias 29.13

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Devocional do Dia - Esperança para os feridos

"Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas."
Mt 11.29

C. H. Spurgeon escreveu:

Em contemplar a Cristo, há bálsamo para toda mágoa; ao meditar no Pai, há consolo para toda tristeza; na presença do Espírito Santo, há bálsamo para toda ferida. 

Você deseja esquecer suas tristezas?

Deseja confiar todos os seus cuidados?

Então mergulhe no mar profundo de Deus; perca-se na imensidão de Deus; e você emergirá completamente descansado, renovado e revigorado. Eu não conheço nada que assim possa confortar a alma; acalmar as altas ondas da tristeza e da mágoa; ordenar a paz aos ventos de tribulação a não ser a meditação devocional sobre Deus.

Tentar viver neste mundo sem conhecer o Deus a quem o mundo pertence e que o governa é ser cruel consigo mesmo. Conhecer a Deus é crucialmente importante para nossa vida.

PARA REFLETIR: Imagine Cristo em cada evento registrado no Novo Testamento. Medite nas obras que ele realizou, em seu caráter e em seus ensinos. Permita que ele cure suas dores.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Ser "você" mesmo

http://gente.ig.com.br/2016-02-16/bruna-surfistinha-se-diz-medium-apos-encontro-na-umbanda.html
O homem continua enganando a si mesmo a cada dia mais.

A atual DJ e ex-prostituta Raquel Pacheco, a "Bruna Surfistinha", agora diz que encontrou um lugar onde ela encontrou a paz.

Em suas próprias palavras ditas conforme notícia do portal "IG":

[...] "Estava numa roda, quando caí no chão. (...) Incorporei na Pombagira. E foi uma experiência deliciosa. No começo de novembro, Seu Sete [uma das entidades que o médium responsável pelo local incorpora] me chamou e disse: Dona Raquel, está na hora de a senhora vestir o branco, entrar na corrente e fazer o desenvolvimento da sua mediunidade", revelou. 
"O terreiro é um dos poucos lugares que me sinto Raquel mesmo. Nas correntes, os médiuns nunca faltaram com respeito comigo. Nunca me trataram como Bruna. Sou Raquel desde o primeiro dia", falou, acrescentando que hoje valoriza mais a vida e ajudar o próximo. "Me faz muito bem ajudar e ver o processo de tratamento." [..] - grifo nosso.

A Bíblia fala que o coração do homem é falso e engano quando se fala de salvação, pois o homem por si não pode se salvar (Jo 3.15-18).

O que mais chama atenção é a ênfase festiva dada por ela ao fato da possessão por parte da Pombagira, "deliciosa" e ao fato de evidenciar que no terreiro é um dos lugares onde é ela mesma.

Sabemos que "Um coração perverso se apartará de mim; não conhecerei o homem mau." Sl 101.4, não estou aqui julgando o fato dela ser ex-prostituta, que é o estigma que ela carrega e que aparentemente lhe causa tormentos, mas o fato de ela acha uma boa coisa ser "ela mesma".

Quando somos nós mesmos não somos o que Deus quer que sejamos, pois desde a Queda no Éden ficamos marcados pelo pecado (Rm 3.23). Esse mesmo pecado é o que nos afasta de Deus (Is 59.2), então ao invés de buscar em Deus, que pode tirar todo o sofrimento da alma e alívio o fardo desta vida, ela busca ser ela mesma.

Na ótica bíblica, quando queremos ser nós mesmos significa que não precisamos de Deus, pois, Deus causa grandes mudanças em nossas vidas e nos transforma interiormente e tais transformações causa depois mudanças exteriores.

E outra coisa, Deus não incorpora em ninguém, incorporar em um de seus significados: dar ou tomar corpo, revestir(-se) de uma forma material. - "i. um espírito". Tem como origem etimológica: lat.tar. incorpŏro,as,āvi,ātum,āre 'reunir num só corpo, juntar'.

Quando vemos os textos bíblicos que falam de ações de espíritos imundos vemos associado o termo "possuir ou apossar-se" o que indica temporalidade. Em contra partida quando é falado do Espírito Santo vemos termos como habitação, morada, templo, o que por sua vez implica em estadia constante (e.g. 2 Tm 1.14).

Outrossim, é que, ao falar de demônios dentro do contexto que estamos em pauta, eles não pedem permissão para entrar, simplesmente entram. Dentro dessa situação, o Espírito Santo só vem e habita onde ele é convidado para entrar, o próprio Jesus ao revelar ao apóstolo João o conteúdo do Apocalipse diz "Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo." (Ap 3.20).

A calma e paz relatada por ela que tal "espírito" lhe causa é passageira, uma que tal espírito não proveniente de Deus tem seu destino final o lago de fogo e enxofre (Mt 25.41; Ap 20.14), ao passo que o Espírito Santo que solicita permissão será o responsável de "levar" a Igreja ao encontro de Jesus nos ares no momento do Arrebatamento.

Quando somos salvos e pertencemos a Deus, o Espírito passa a residir em nossos corações para sempre, selando-nos com a promessa que confirma, certifica e assegura nosso estado eterno como Seus filhos. Jesus disse que enviaria o Espírito para ser nosso Consolador, Conselheiro e Guia. “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco” (João 14.16).

A palavra grega traduzida como “consolador” significa "um que é chamado para o lado de alguém, e dá a ideia de alguém que encoraja e exorta". A palavra para “esteja” tem a ver com sua residência permanente nos corações dos crentes (Rm 8.9; 1 Co 6.19,20; 12.13).

Jesus enviou o Espírito como uma “compensação” por Sua ausência, para executar as funções que Ele mesmo teria executado se tivesse permanecido pessoalmente conosco.

No céu, que é o destino final expectado pela maioria das pessoas, o Espírito Santo estará lá com os que confessarem a Jesus como Salvador. Já os espíritos como a "pombagira", "exus" e outros como tais estarão em um lugar de sofrimento e tormento eterno.

Se quisermos ser nós mesmos jamais seremos de Jesus, e por isso sem direito ao céu e suas delícias eternas.

"E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me." Lucas 9.23

"Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo." 2 Timóteo 2.13

Faça então a sua escolha.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

O que é a Bíblia 8/15

A autoridade da Bíblia

A autoridade reside na Palavra inspirada de Deus (a Bíblia), interpretada pelo Espírito de Deus, operada por meio de agentes humanos orientados pelo Espírito.

O protestantismo ortodoxo difere do catolicismo por não defender nenhuma outra autoridade, exceto as Escrituras canônicas, como a voz do Espirito Santo.

Durante a Idade Média, a Igreja de Roma concentrou em si mesma toda a autoridade por meio do episcopado, pressupondo que o magisterium detinha a chave da interpretação das Escrituras e das leis divinas.

Esse movimento culmino no decreto da infalibilidade papal de 1870, que sustenta que “o romano pontífice, quando fala ex cathedra, é dotado daquela infalibilidade com que o divino Redentor quis que sua Igreja estivesse equipada, definindo uma doutrina concernente à fé e aos costumes”.

Correntes neo-ortodoxas e liberais do protestantismo negam a inerrância e a infalibilidade das Escrituras a, assim, sua autoridade final, substituindo-a por alguma autoridade interna, tal como sentimento, consciência, experiência, “Cristo falando por meio do Espírito Santo”, etc.

FRASES

DESTRUÍDO O HOMEM PODE SER,
DERROTADO NUNCA.


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

domingo, 14 de fevereiro de 2016

5 Pactos do Antigo Testamento

Noético - Gn 9.11

"E eu convosco estabeleço a minha aliança, que não será mais destruída toda a carne pelas águas do dilúvio, e que não haverá mais dilúvio, para destruir a terra."

Abraâmico - Gn 12.1-3

"Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra."

Mosaico - Êx 19.5-6

"Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha. E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel."

Davídico - 2 Sm 7.12-17

"Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, então farei levantar depois de ti um dentre a tua descendência, o qual sairá das tuas entranhas, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e confirmarei o trono do seu reino para sempre. Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; e, se vier a transgredir, castigá-lo-ei com vara de homens, e com açoites de filhos de homens. Mas a minha benignidade não se apartará dele; como a tirei de Saul, a quem tirei de diante de ti. Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre. Conforme a todas estas palavras, e conforme a toda esta visão, assim falou Natã a Davi."

Novo - Jr 31.31-34

"Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor. Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o Senhor; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados."

FRASES

EM CRISTO SEGUIREMOS UM NOVO CAMINHO.


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sábado, 13 de fevereiro de 2016

E.B.D. - Subsídio - Morte e Hades

"Na parábola de Lucas 16.23, diz que o rico foi para o 'Hades' e Lázaro para o 'Seio de Abraão'. Gostaria de saber onde se situava um e outro lugar."

Em primeira instância podemos declarar que é impossível situar a localização geográfica destes dois lugares, por se tratar da habitação dos espíritos. Todavia, apresentaremos a posição bíblica analisando ambos, dentro do parâmetro contextual divino "além-túmulo".

Primeiramente, a palavra "hades", no Novo Testamento, é a transliteração do vocábulo grego "Hades", expressão essa usada para indicar o lugar dos espíritos que se foram daqui, isto é, o submundo. Equivale ao termo "sheol".

Na tradução Septuaginta ou LXX, hades é a tradução constante do termo hebraico "sheol". Essa dimensão é pintada como lugar que consiste de duas divisões, a saber: uma para os ímpios e outra para os justos.

A divisão para os justos também é denominada nos escritos judaicos de "seio de Abraão" por conotar um lugar de descanso e tranqüilidade. Equivale dizer que Jesus empregou os termos hebraicos nesta passagem. Assim, tanto faz dizer "seio de Abraão" (termo hebraico), como "Paraíso" (termo grego), porque ambos são análogos.

O Paraíso foi arrebatado desde as partes inferiores da terra para um lugar situado perto do trono de Deus. Esta mudança produziu-se durante a ascensão de Cristo.

Esta afirmativa está em concordância com as palavras de Paulo em Efésios 4.8-10, nas quais se refere à descida aos lugares mais baixos da terra, realizada por Cristo, que, na sua subida, "levou cativo o cativeiro".

Os mortos em Cristo estão ausentes do corpo e presentes com o Senhor: 2 Co 5.3. Paulo foi "arrebatado ao Paraíso", indica que o Paraíso foi mudado de lugar. O apóstolo desejava partir e estar com Cristo.

Os que morreram em seus pecados estão nas regiões inferiores e somente depois do Milênio eles ressuscitarão (Jo 5.29), a fim de comparecerem diante do Trono Branco, onde serão julgados e receberão a condenação eterna, sendo lançados na "Geena", isto é, no lago de fogo ardente, preparado para o Diabo e seus anjos.

Em segundo lugar concluímos que:
  • A alma sobrevive à morte física.
  • A alma, mesmo depois da morte, continua dotada de consciência, memória e razão.
  • Os justos entrarão em um estado infinitamente melhor do que este que ora, vivem.
Finalmente, fazemos nossas as palavras do profeta Malaquias: "Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio, entre o que serve a Deus, e o que não o serve", Ml 3.18.

FRASES

CRISTO, A MARAVILHA DO AMOR DE DEUS.

Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

FRASES

A DISCIPLINA É O DOMÍNIO DA LEI SOBRE AS VONTADES.
Rui Barbosa


Pr Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

O que é a Bíblia 7/15

A inspiração da Bíblia

Por inspiração entende-se a influência de Deus sobre os autores humanos das Escrituras, de modo que as palavras e pensamentos por eles registrados nos autógrafos originais fossem isentos de erros (cf. 2 Tm 3.16; Jo 10.35; 2 Pe 1.19-21).

Essa inspiração cobre apenas os escritos originais, embora um alto grau de precisão no texto transmitido não seja apenas algo que se espera, caso Deus esteja dirigindo o processo, mas também um fato demonstrado pela crítica textual.

A exclusão de quaisquer erros de cópia que possam ter se infiltrado no texto transmitido é uma atividade que pertence ao domínio da baixa crítica, sendo um esforço legítimo de estudiosos consagrados.

A inspiração divina com que a Bíblia seja a Palavra de Deus, de forma sem igual, e não apenas um livro que contenha a Palavra de Deus, sendo essa a diferença que a distingue de outros livros sagrados ou seculares.

É uma revelação inspirada do plano e dos propósitos redentores de Deus em Cristo por amor dos homens, e não uma revelação da ciência natural ou um livro de história secular.

As supostas discrepâncias científicas devem-se ou a teorias científicas equivocadas ou a interpretações inadequadas das formas de pensamento da Bíblia.

Os supostos erros históricos podem ser causados por fatores como tradição textual falha, ou interpretação inexata de provas históricas ou arqueológicas, ou do próprio texto bíblico.

Conselhos Bíblicos