Pesquisar no Blog do J.A.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

O Poder da Palavra em nossas vidas

stan_oliSomente quando cremos em sua Palavra é que recebemos a salvação (Jo 20.31).

A Palavra de Deus é a única coisa no mundo que consegue penetrar no mais profundo do coração do homem (Hb 4.12).

A Palavra do Senhor tem o poder de:

- Nos salvar:

“O evangelho é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crer.” (Rm 1.16)

- Nos restaurar, dar refrigério e alegrar:

“A lei do Deus Eterno é perfeita e nos dá novas forças. Os seus conselhos merecem confiança e dão sabedoria às pessoas simples. Os seus ensinamentos são claros e iluminam a nossa mente (Sl 19.7,8)

Simples assim.

MORRER PARA VIVER

Romanos 6. 6-13

As pessoas que vivem sem Deus seguem os desejos da sua "velha criatura" pecaminosa. Para viver com Deus, entretanto, é necessário sepultar a "velha criatura", que se corrompe com o pecado, e revestir-se da "nova criatura", que é criada segundo Deus para a justiça e a santidade. Para vivermos, portanto, precisamos:

I. Crucificar a velha natureza
  1. Temos de morrer com ele - Jesus (v. 6; Gl 2.19-20);
  2. Temos de estar mortos para o pecado (v. 11);
  3. Temos de ver destruído o corpo do pecado (v. 6);
II. Estar justificados do pecado
  1. Pela morte com Cristo (v. 7); 
(O que está morto com Cristo, que recebeu o sangue da sua morte, é declarado justo).

 III. Ser feitos servos de Deus
  1. Pela renúncia ao pecado (v. 6);
  2. Pela oferta de nós próprios a Deus (v. 13);
  3. Pela entrega de nossos membros a Deus (v. 13);
IV. Viver para Deus
  1. Mediante a ressurreição de Cristo (v. 9);
  2. Mediante a morte para o pecado (v. 10);
  3. Mediante o viver em Cristo (v. 11) ;
  4. Mediante o viver de Cristo em nós (Gl 2.20).
O evangelho é, em resumo, o despojamento da velha natureza pecaminosa e o seu sepultamento, e o viver para Deus por intermédio de Cristo.


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Notícias Seara- Itália

sol-nascendoResposta de oração pelo família de um de nossos missionários na Índia

Muito obrigado pelas vossas orações por nós e pelos missionários na Índia.

Eu conversei com o Pr. Piyal e ele me disse que a situação da família de um de nossos missionários na Índia, que sofreu ameaças de um grupo radical hindu, voltou a normalidade, graças a Deus.

Os demais moradores da vila se colocaram ao lado desta família de missionários, pelo bonito trabalho (social e espiritual) que vem realizando, como também pelo bom testemunho entre os demais moradores, e disseram para o grupo de homens que tinha ameaçado esta família de missionários que eles não podem e nem devem mais fazer qualquer ameaça a estes irmãos.

Com isso, este grupo de pessoas se sentiu pressionado e até pediram desculpas a esta família missionária. Glórias a Deus! "Foi o SENHOR que fez isto, e é coisa maravilhosa aos nossos olhos"(Salmos 118:23).

Um grande abraço a todos!

Pr. Paulo Henrique, Alessandra, Matheus e Lucas
========================================
Banco do Brasil Ag 3159-3 C/C 6573-0
Banco Itaú Ag 6116 C/C 00485-1
CPF:
016.430.477-01
========================================

Acesse a página da Obra Missionária na Itália nas guias acima no site.

USOS E COSTUMES DOS TEMPOS BÍBLICOS

O SIMBOLISMO DA VIDEIRA

Cacho de uvas esculpido na alvenaria da sinagoga de Cafarnaum 
A videira tinha grande importância na religião de Israel. Era usada como símbolo da vida religiosa do povo e uma escultura de um cabo de uvas com frequência adornava o exterior da sinagoga. O simbolismo se baseava em passagens tais como Salmos 80 e Isaías 51.1-5, onde Israel é a videira de Deus. A importância da vinha é a razão dos fariseus terem se enfurecido tanto quando Jesus contou a história dos lavradores maus na vinha (Jo 15.5-7), como cumprimento de tudo que Israel devia ser para Deus.

A videira era também importante porque destacava o ensino sobre o uso certo e errado das coisas. O vinho era uma das coisas boas que Deus deu (Gn 27+28); Jz 9.13) e como tal devia ser oferecido a Ele nas ações de graças (Êx 29.40). Quando o lavrador morava muito distante do santuário central para entregar o dízimo do vinho, este devia ser vendido e usado para comprar algo com que agradecer a Deus (Dt 14.22-26).

Devia haver, porém, abstenção do vinho com propósitos disciplinares. O nazireu não comia ou bebia absolutamente nada proveniente do fruto da videira (Nm 6.3). João Batista não tomava vinho (Lc 1.15) e ele era proibido para os sacerdotes (Lv 10.5-9) quando iam à presença de Deus. O vinho podia ser usado com bons propósitos (Gn 14.18; Is 5.11; 28.7). Os excessos de comportamento causados pelo vinho é que eram condenados na Bíblia, e não o ato de beber vinho em si (Rm 13.13; 1Co 11.21; 1Tm 3.8; Tt2.3).


Pb Donizeti (Um servo do Senhor a serviço do reino de Deus).

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

PROVAÇÃO - O FORTALECIMENTO DE SUA FÉ


Em certo sentido, cada dia de vida é um teste do nosso relacionamento com Deus, mas todos nós enfrentamos períodos especiais de felicidade ou adversidade. Tanto as horas boas quanto as ruins apresentam oportunidades para provar nossa confiança no Senhor.

Para o cristão, o provação não é como uma prova na escola. Deus não está nos observando com o boletim na mão, esperando para nos "passar" ou "reprovar" com base em nosso desempenho. Como todos pecaram, nenhum ser humano conseguiria passar nessa prova (Rm 6.23). A provação surge nas circunstâncias da vida que possamos conhecer mais intimamente o nosso coração e apreciar com mais profundidade a graça de Deus. Nesses momentos, tomamos consciência dos nossos pensamentos, atitudes e emoções. Por meio dessa consciência, Deus nos mostra em que área devemos ainda nos submeter a ele em confiante obediência.

Como o salmista escreveu, quando Deus expõe o nosso coração por meio da provação, ele nos afasta dos caminhos do mundo e nos guia pelo caminho eterno (Sl 139.23-24).

As mesmas alegrias e adversidades sobrevêm tanto a mulheres crentes como a incrédulas. A incrédulas talvez reaja a tudo com indiferença. A mulher cristã pode enfrentar a provação, nas alegrias e tristezas da vida, com plena certeza de que, em Jesus Cristo, ela está se tornando uma mulher segundo a vontade de Deus.


Fonte: "A Bíblia da Mulher" / editora SBB e MC - pág. 687;


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

PERSONAGENS BÍBLICOS


ELÁ

Elá, filho de Baasa, reinou pouco tempo, de 877 a 876 a.C., sobre o Reino do Norte, Israel. Ele deu continuidade às práticas idólatras do pai, e aparentemente, levou uma vida de bebedeira e de luxúria, provocando a ira de Deus (1Rs 16.9). Elá ficava no palácio de Tirza, sempre letárgico por causa da bebida, enquanto o exército lutava com os filisteus em Gibetom. Zinri, comandante de seus carros de guerra, o feriu e matou; em seguida, matou toda a família real e usurpou o trono para si.

Uma semana depois, Onri, comandante do exército, retornou e se preparou para atacar o palácio. Zinri, sabendo que estava acabado, incendiou o palácio e morreu no incêncio, e o exército aclamou Onri, como rei. Isso deu iníncio à dinastia de Onri, que durou até que o general Jeú os derrotou em 842 a.C.


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

Você sabe o que significa: Pedra de Esquina?

pedra angularPEDRA DE ESQUINA ou CABEÇA DO ÂNGULO

A pedra principal de um edifício, à qual toda a construção se apoia. Jesus, em Mateus 21:42, Marcos 12:10, Lucas 20:17, citou as Escrituras do Salmo 118:22-23 e mostrou ser ele a “Pedra”.

Ainda sobre a Pedra, há uma surpreendente profecia no Livro de Isaías: “Portanto assim diz o Senhor Deus: Eis que ponho em Sião como alicerce uma pedra, uma pedra provada, pedra preciosa de esquina, de firme fundamento” (Is 28:16). Sião é um dos montes sobre o qual Jerusalém foi construída. De tanto ser usada, a palavra Sião acabou sendo sinônimo de Jerusalém.

Também já estava profetizado e mostrado que esta Pedra é o próprio Senhor e que seria motivo de tropeço para Israel e Judá: “Ao Senhor dos Exércitos, a ele santificai. E seja ele o vosso temor e seja ele o vosso assombro. Então ele vos será por santuário. Mas servirá de pedra de tropeço e de rocha de escândalo, às duas casas de Israel; de armadilha e de laço aos moradores de Jerusalém. E muitos dentre eles tropeçarão e cairão, e serão  quebrantados, enlaçados e presos” (Is 8:13-15).

O apóstolo Pedro escreveu que Cristo é a verdadeira Pedra: “Chegando-vos para ele, pedra viva, rejeitada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa... Por isso, na Escritura se diz: Eis que ponho em Sião uma principal pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido. E assim para vós, os que credes, é a preciosidade; mas para os descrentes, a pedra que os edificadores rejeitaram, esta foi posta como a principal da esquina, e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na Palavra, sendo desobedientes” (I Pe 2:4-8).

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Frase

4545544554-600x450"Quando obedecemos a uma ordem de Deus, não precisamos temer os resultados."

"Never dread any consequence resulting from absolute obedience to His command."

F. B. Meyer

COMPREENSÃO E CONHECIMENTO

No Curso de Medicina, o professor se dirige ao aluno e pergunta:

- Quantos rins nós temos?

- Quatro! Responde o aluno.

- Quatro? Replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em tripudiar sobre os erros dos alunos.

- Tragam um feixe de capim, pois temos um asno na sala, ordena o
professor a seu auxiliar.


- E para mim um cafezinho! Replicou o aluno ao auxiliar do mestre.


O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala. 

O aluno era Aparício Torelly Aporelly (1895-1971), o 'Barão de Itararé'.

 Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso mestre:

- O senhor me perguntou quantos rins 'NÓS TEMOS'. 'NÓS' temos quatro:
dois meus e dois seus. 


'NÓS' é uma expressão usada para o plural.

Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim.

Moral da História:


A VIDA EXIGE MUITO MAIS COMPREENSÃO DO QUE CONHECIMENTO.



Às vezes as pessoas, por terem um pouco a mais de conhecimento ou
acreditarem que o tem, se acham no direito de subestimar os outros...


E haja capim!!!



Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sábado, 23 de fevereiro de 2013

A Bíblia Responde 47

4343434Confiança no Futuro

Em que está confiado o seu futuro? Muitos confiam na força que vem dos braços, outros baseiam-se em sua inteligência, outros até no seu “jeitinho” de ir se virando empurrando aqui arrastando ali…

A Bíblia faz-se clara pelos salmistas: “O cavalo é falaz para a segurança; não livra ninguém com a sua grande força." (Sl 33.17), "Não se deleita na força do cavalo, nem se compraz nas pernas do homem." (Sl 147.10); e "Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do SENHOR nosso Deus." (Sl 20.7).

Entregar para o Senhor o nosso futuro é o melhor investimento que podemos fazer.

Isaías 35 - A grandeza e glória do reino do Messias

Isaías 60 - Jerusalém é restituída à sua glória

Jeremias 29.10-14

“Porque assim diz o SENHOR: Certamente que passados setenta anos em Babilônia, vos visitarei, e cumprirei sobre vós a minha boa palavra, tornando a trazer-vos a este lugar. Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração. E serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei voltar os vossos cativos e congregar-vos-ei de todas as nações, e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o SENHOR, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei.”

1 Pedro 1.3-5

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo,”

Apocalipse 21.1-8

“E VI um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.”

_________________________

E aí vai entregar na mão de quem o SEU futuro? De qualquer um?

ESBOÇO BÍBLICO


Tema:  PARA ONDE VAMOS

O caminho que leva à vida eterna 
Andando no caminho

I. Caminho perfeito
  1. Os caminhos do Senhor são retos (Os 14.9);
  2. No caminho da sabedoria te ensino (Pv 4.11);
  3. Este é o caminho (Is 30.21);
II. O caminho que devemos andar
  1. Nos caminhos do Senhor;
  2. Este é o caminho andai nele;
  3. Conhecerei o caminho por onde eu vou (Jo 11.4);
III. O caminho que nos conduz à vida eterna
  1. É apertado o caminho que conduz à vida eterna (Mt 7.14);
  2. É o caminho da verdade;
  3. O caminho é estreito;
  4. Caminho da obediência;
IV. O caminho que chegamos até Deus
  1. Respondeus-lhe Jesus: E sou o caminho (Jo 14.6);
  2. Há muitos caminhos apresentados pelo homem, mas só um nos leva à Deus, Jeus.

JESUS É O CAMINHO


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

O que não nos torna um Cristão? Jo 1.13

434324324322341. O nascimento natural não produz cristão.

“… não são gerados de sangue …”

2. As boas obras não produzem um cristão.

“… nem da vontade da carne …”

O maior erro na atualidade, possivelmente seja o de crer que a salvação é o resultado de um esforço pessoal. A mensagem da Bíblia é fácil de compreender, muito claro, quando Paulo diz: “pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós é dom de Deus, não vem pela obras para que ninguém se glorie”.

3. As ordenanças religiosas não tornam um pessoa cristã.

“… nem da vontade do varão …”

Nenhuma Igreja por mais importante que seja, pode perdoar o pecado. Se resumirmos  as palavras de Jo 1.13 temos a frase chave que mostra quem é o verdadeiro cristão:

“Os quais sãos nascidos de Deus”

SUCESSO PASSAGEIRO

Leitrua: Eclesiastes 4.13-16


Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui na terra.
Colossenses 3.2

Ter muitos amigos e ser rico são grandes bênçãos, mas popularidade e sucesso não garantem uma vida feliz. Para ilustrar, Salomão chama a atenção para um velho rei que ignorou os desejos de seus súditos e foi destituído. Seu jovem sucessor era, a princípio, popular, mas também acabou sendo desaprovado. Salomão concluiu: "Na verdade que também isto é vaidade e correr atrás do vento" (Ec 4.16).

A vida em "altas posições" é frágil. Presidente e primeiros-ministros devem ter maioria absoluta na aprovação do povo, caso contrário perdem seus cargos. Há uns 20 anos, conheci muitso executivos que eram bem-sucedidos devido às suas qualificações e personalidade agressiva. Mesmo assim, perderam suas bem remuneradas posições porque não conseguiram adaptar-se às rápidas mudanças exigidas em seu trabalho. Hoje, devido às fusões nas companhias e redução nos quadros das corporações, muitos perderam seus elevados cargos.

Como vemos, popularidade e sucesso dependem daquilo que valorizamos. Se colocarmos nossos corações nas coisas terrenas, eventualmente nos desapontaremos. Mas se colocarmos nossos corações em Cristo e vivermos para Ele, descobriremos que Ele é fiel e nos proverá tudo o que necessitamos. Muitos já fizeram essa descoberta. E VOCÊ?

Conhecer o Mestre é a chave para o sucesso.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Trabalho em Equipe

Tropa de EliteAmigo Líder,

Não espere a dificuldade chegar para montar uma Equipe.

Não espere que os escolhidos estejam prontos sem treinamento.

Não reclame daquilo que é de sua responsabilidade.

Não ponha a culpa em ninguém por não haver uma equipe.

Não diga que estou errado, pois, Jesus fez assim e com os discípulos fez a primeira equipe de evangelismo.

Não corra ante a dificuldade, enfrente-a.

Cabe a nós que lideramos oferecer primeiro para só depois cobrarmos.

Meu pai sempre diz que: “A tropa é o espelho do comandante”.

Então de quem é a responsabilidade em formar uma equipe.

Pense nisso.

SANTIDADE - SEPARAÇÃO PARA O SENHOR


A santidade descreve o caráter e código de conduta do cristão. As Escrituras revelam a santidade de Deus e expressam o seu desejo de que seus filhos desenvolvam santidade semelhante (Êx 19.6; Lv 11.44-15; 19.2; 1Pe 1.15).

A palavra "santidade" tem diferentes significados. Em termos de relacionamento individual com Deus, significa "ser separado". Deus é o "ente santo" ou Aquele que é totalmente diferente, distinto de qualquer outro. Santidade também descreve um modo de vida. Os cristãos são chamados a viver dentro de uma série distinta de princípios e de padrões diferentes da sociedade ímpia, para levarem uma vida pura de acordo com esse chamamento divino, com seus mandamentos e suas consequencias. Exta é uma vida "separada", justa diante de Deus e para Deus (1Co 1.2; 3.16-17). A vida santa é uma vida que sempre escolhe fazer o que Deus deseja.

Os cristãos são instruídos a não mais se conformarem com os antigos desejos, padrões de comportamento e modos de pensar (1Pe 1.13-16). A conformação com a vida de santidade, no entanto, requer mais do que a vondade da pessoa "de mudar". É um trabalho do Espírito Santo que torna isso possível mediante a morte de Cristo na cruz.

A verdadeira santidade é exemplificada apenas em Deus, mesmo que o Espírito Santo capacite os filhos Deus na busca da santidade (1Ts 4.7-8). A boa notícia é que, ao buscarmos a santidade e convidarmos o Santo Espírito para fazer seu trabalho em nós, o Senhor responde purificando-nos, guiando-nos em seus caminhos de justiça e de santidade e fortalecendo-nos contra as tentações de voltar à nossa antiga forma ímpia de viver.

Não podemos nos tornar santos a nós mesmos; mas, se desejarmos ser santos e se colocarmos nossa vontade direcionada ao propósito de fazer o que Deus deseja, ele nos fará santos. O Senhor nunca nos pede que façamos algo para o que não nos capacite (Rm 4.21).

Fonte: "A Bíblia da Mulher" / Editora MC e SBB - pág. 172;

 


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Abaixo-assinado pela não cassação do Pr. Silas Malafaia como psicólogo

ABAIXO ASSINADO PELA NÃO CASSAÇÃO DO PR. SILAS MALAFAIA. Vote --> http://abaixoassinado.vitoriaemcristo.org/_gutenweb/_site/gw-inicial/<p>Após polêmica gerada em torno da entrevista do Pr. Silas Malafaia ao programa “De frente com Gabi”, foi criada uma petição pública on-line na tentativa de cassar seu registro de psicólogo. Entretanto, em nenhuma das entrevistas concedidas à imprensa Silas Malafaia se apresenta como psicólogo, e sim como pastor, o que não justifica uma petição que envolva o Conselho Regional de Psicologia.<p>Vale ressaltar também que o artigo 5º da Constituição Federal garante ao cidadão brasileiro a liberdade para expressar seus pensamentos. Segundo a Carta Magna, “ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política”. Por isso, criamos um abaixo-assinado pela NÃO cassação do registro de psicólogo do Pr. Silas Malafaia.

Campanha em favor da família cristã e da liberdade de expressão.

Se você é a favor da família aos moldes bíblicos, precisa participar votando favoravelmente à continuidade de Malafaia como psicólogo. Clique no link e informe-se. Site ‘Avaaz’, de abaixo-assinados, a serviço da causa gay; ‘Que vergonha!’ Pr. Silas responde.

Ao final do texto, entre no site indicado pelo Verdade Gospel e vote. Se preferir, siga o nosso atalho: Eu apoio Silas Malafaia. Convide mais pessoas para participar.

Entenda o que está acontecendo:

Após a entrevista do Pr. Silas Malafaia ao programa “De frente com Gabi”, foi criada uma petição pública on-line, no site Avaaz, na tentativa de cassar seu registro de psicólogo. Em seguida, neste mesmo site foi criada outra petição, favorável ao pastor. Quando o segundo abaixo-assinado ultrapassou o primeiro, os desenvolvedores o retiraram do ar. Agora, em outro site similar, Malafaia refaz a mesma petição.

Observações:

1. Em nenhuma das entrevistas concedidas à imprensa Silas Malafaia se apresenta como psicólogo, e sim como pastor, o que não justifica uma petição que envolva o Conselho Regional de Psicologia.

2. O artigo 5º da Constituição Federal garante ao cidadão brasileiro a liberdade para expressar seus pensamentos. Segundo a Carta Magna, “ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política”.

Fonte: Verdade Gospel, via UBE

PERSONAGENS BÍBLICOS - EGLOM


EGLOM

Eglom foi rei de Moabe no início do século 20 a.C., e foi ele que se aliou aos amonitas e aos amalequitas para atacar os israelitas que estavam estabelecendo seus assentamentos em Canaã. Eglom era famoso por ser muito gordo.

É provavel que a região do ataque fosse perto de Betel, pois  se menciona a captura da Cidade das Palmeiras, que é, sem sombra de dúvida, Jericó (Jz 3.13). A retribuição de Deus ao pecado de Israel foi permitir que os moabitas mantivessem a região por dezoito anos, oprimindo os israelitas.

Por fim, Deus levantou um libertador em Eúde, filho de Gera. Nenhuma pessoa armada pode se aproximar do rei; no entanto, Eúde, por ser canhoto, amarrou uma espada curta de dois gumes em sua coxa direita e se aproximou de forma humilde de Eglom a fim de entregar o pagamento do tributo anual. Como a espada estava do lado direito de seu corpo, ele não levantou nenhuma suspeitas nos auxiliares do rei, pois esperavam ver uma espada do lado esquerdo, lado em que a maioria dos homens a usava.

Eúde entregou o tributo, em seguida, dispensou os carregadores. Antes de sair com eles, Eúde disse a Eglom: "Tenho uma mensagem secreta para ti, ó rei". Eglom dispensou seus auxiliares, foi para a sala do andar superior do palácio e chamou Eúde, que disse: "Tenho uma mensagem de Deus para ti". Eglom levantou-se para ouvir a mensagem e Eúde, enquanto sussurrava, tirou a espada e a enterrou na gorda barriga de Eglom. A seguir, Eúde fugiu.

A morte de Eglom resultou em oitenta anos de paz entre os moabitas e os israelitas . A tradição rabínica posterior diz que, por Eglom ter se levantado ao ouvir o nome de Deus, ele foi honrado ao ter um de seus descendentes, Rute, como bisavó do rei Davi.


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Saaaaaaaiiiiiii!

31

USOS E COSTUMES DOS TEMPOS BÍBLICOS


FABRICAÇÃO DO VINHO

O suco de uva ficava cerca de seis semanas nas vasilhas coletoras para fermentar. Um sedimento conhecido como borra se formava no fundo da vasilha. O vinho era então derramada delicadamente em jarros eram selados com argila, mas havia um pequeno orifício junto ao cabo permitindo que os gases escapassem durante o restante da fermentação. Quando o processo se completava, o orifício era fechado com um pouco de argila umedecida e o nome ou selo do proprietário era colocada na argila. O vinho podia ser colocado era odres (recipientes de pelo de cabra), mas se o odre velho não se expandisse para receber os gases, ele então explodia o vinho não podia ser aproveitado. Esse é  ponta da ilustração de Jesus em Mateus 9.17.

Nos tempos do Novo Testamento, os vinhos eram importados de modo o mundo mediterrâneos para a Judéia. Os ricos tinha adegas em suas casas e estocavam o vinho em jarros estreitos com extremidade pontudas chamados ânforas. As pontas era enterradas ao solo para ajudar a manter os jarros frescos. Vinho era também produzido te tâmaras, romãs, maçãs e cereais. O vinho feito de cereais é provavelmente mencionado na Bíblia (Lv 10.9; Is 56.12) como "bebida fermentada".

Havia vários usos para o vinho além do óbvio. Ele era empregado como desinfetante para limpar feridas antes de colocar o azeite (Lc 10.14). O vinho barato (vinho dos soldados), produzido antes da fermentação ter-se completado nas vasilhas de barro, era misturado com mirra ou galha para aliviar a dor (Mt 27 34).


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

A Bíblia Responde 46

Para entender seu relacionamento com o próximo

615Estar com outra pessoal em qualquer tipo de relacionamento requer muito zelo com as palavras e atitudes. Podemos ser mal interpretados se não agirmos e falarmos de forma correta, e caso ainda assim haja algum entendimento devemos sempre buscar o liberar o perdão para que a estabilidade do relacionamento seja alcançada. É difícil, mas não impossível.

Deuteronômio 5.16-21

“Honra a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR teu Deus te ordenou, para que se prolonguem os teus dias, e para que te vá bem na terra que te dá o SENHOR teu Deus. Não matarás. Não adulterarás. Não furtarás. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo; e não desejarás a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.”

Provérbios 3.27-35

“Não deixes de fazer bem a quem o merece, estando em tuas mãos a capacidade de fazê-lo. Não digas ao teu próximo: Vai, e volta amanhã que to darei, se já o tens contigo. Não maquines o mal contra o teu próximo, pois que habita contigo confiadamente. Não contendas com alguém sem causa, se não te fez nenhum mal. Não tenhas inveja do homem violento, nem escolhas nenhum dos seus caminhos. Porque o perverso é abominável ao SENHOR, mas com os sinceros ele tem intimidade. A maldição do SENHOR habita na casa do ímpio, mas a habitação dos justos abençoará. Certamente ele escarnecerá dos escarnecedores, mas dará graça aos mansos. Os sábios herdarão honra, mas os loucos tomam sobre si vergonha.”

Mateus 18.15-17,21-35

“Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada. E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.”

“Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete. Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos; E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos; E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse. Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. Então o senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida. Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves. Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida. Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara. Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste. Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti? E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia. Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.”

Romanos 14.13-23; 15.1-6

“Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão. Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda. Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu. Não seja, pois, blasfemado o vosso bem; Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Porque quem nisto serve a Cristo agradável é a Deus e aceito aos homens. Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros. Não destruas por causa da comida a obra de Deus. É verdade que tudo é limpo, mas mal vai para o homem que come com escândalo. Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça. Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado.”

“MAS nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos. Portanto cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação. Porque também Cristo não agradou a si mesmo, mas, como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam. Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança. Ora, o Deus de paciência e consolação vos conceda o mesmo sentimento uns para com os outros, segundo Cristo Jesus. Para que concordes, a uma boca, glorifiqueis ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.”

Gálatas 6.1-10

“IRMÃOS, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo. Mas prove cada um a sua própria obra, e terá glória só em si mesmo, e não noutro. Porque cada qual levará a sua própria carga. E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui. Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.”

Colossenses 3.12-17

“Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos. A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao SENHOR com graça em vosso coração. E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.”

1 João 4.7-12

“Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor.”

______________________________

Deus não fez ninguém para que estivesse só.

PERSONAGENS BÍBLICOS - EFROM


EFROM

Abraão era um rico e poderoso chefe de clã, mas ele levava uma vida nômade e, por isso, não tinha terras. Ele não tinha um túmulo de família, e quando Sara morreu, ele precisou encontrar um.

Abraão estava vivendo entre os hititas, que o respeitavam, e ofereceram seus túmulos para enterrar Sara. Contudo, Abraão não queria enterrá-la no túmulo de um estrangeiro; assim, pediu que eles intercedessem junto a Efrom, filho de Zoar, para vender a ele a caverna de Macpela. Se Abraão possuísse a caverna, então não se consideraria que Sara foi enterrada entre estrangeiros.

Efrom queria dar a caverna para Abraão, em vez de vendê-la. No entanto, Abraão, insistiu em comprar, pois para que o lugar fosse espiritualmente seu, ele devia comprá-lo e, para isso, deu quatrocentos peças de prata para Efrom, o valor apropriado pela caverna e pelos campos ao redor dela (Gn 23.8 em diante).

Ele enterrou Sara nessa caverna, e quando ele morreu, Isaque Ismael levaram o corpo dele para ser enterrado com ela. Mais tarde foram enterrados também ali Isaque, Rebeca, Jacó Lia (Raquel, segunda esposa de Jacó, foi enterrada onde morreu, em Efrata, perto de Belém).


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

domingo, 17 de fevereiro de 2013

USOS E COSTUMES DOS TEMPOS BÍBLICOS


LAGAR

O lagar era cisterna cortada na rocha com um furo de saída. O suco corria pelo buraco e caía numa tinha ou outras vasilhas coletoras. Várias pessoas entravam ao mesmo tempo na cisterna e pisavam as uvas, provocando muitas risadas e alegria.

A primeira parte de Isaías 65.8 diz: "Como quando se acha mosto num cacho de uvas dizem: Não o desperdices, pois há bênção nele", pode ter constado de uma das canções cantadas durante o processo. Da mesma forma que Isaías, Jeremias vê juízo quando não há alegria ou cantos quando as uvas são pisadas (Jr 48.33). Isaías apresenta um triste exemplo de um homem que estava pisando uvas sozinho porque todos os seus companheiros tinha ido embora (Is 63.3). Uma ilustração ainda mais violenta do juízo é dada quando pessoas são colocadas no lagar de Deus e pisoteadas. As vestes divinas ficam cobertas de sangue em vez do suco das uvas vermelhas (Is 63.3-6; Ap 19,13,15).

Certa quantidade de suco de uva era fervido para fazer um xarope espesso chamado dibs. Esse pode ser perfeitamente o que é chamado de mel em muitas partes da Bíblia. Isso porque as abelhas não eram mantidas em colmeias até os tempos romanos.

O mel comum era obtido de abelhas selvagens. O mel que "jorrava" da terra está, portanto mais provavelmente associado à uva. Ele é algumas vezes espalhado no pão e outras diluído com água para fazer uma bebida.

A maior parte do suco de uva era transformada em vinho. Isso não se devia simplesmente ao prazer, mas a uma necessidade. A água não servia pra beber a não ser que viesse de uma fonte sadia e o suprimento de leite era limitado. Quando Paulo disse a Timóteo que devia beber um pouco de vinho por causa do se estômago, não se tratava necessariamente do vinho fazer bem ao estômago, mas porque a água poderia prejudicá-lo (1 Tm 5.23).


Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus).

O Novo Nascimento 03

voce-fala-malSer Cristão é haver recebido a Cristo como Salvador e Senhor

Receber a Cristo é:

1) Ter fé nEle.

2) Crer que é o Filho de Deus.

3) Crer que morreu por nossos pecados para nos livrar da morte espiritual e nos dar a vida eterna (Jo 3.36; 5.24).

Concluindo o novo nascimento é ser igual a Jesus no sentido de filiação a Deus, o Pai.

Fale dEle, pois Ele vive em você agora!

sábado, 16 de fevereiro de 2013

O Novo Nascimento 02

32 (1)Ser Cristão é estar unido com Cristo

A palavra cristão é na realidade a combinação de dois vocábulos: Cristo e homem.

Quando um homem ou uma mulher estão unidos com Cristo formam uma palavra: Cristão.

Em  1 Coríntios 6.17 temos:

“Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele”

SER BOM FILHO

TRATE BEM A SEUS PAIS

Honrar pai e mãe é uma lei universal e também um importante mandamento da lei de Deus. 
Se o amor a Deus e ao próximo é o maior de todos os mandamentos, se esse amor é a essência da lei divina, e se o amor ao próximo é a prova do amor a Deus, então honrar pai e mãe é o primeiro dever de um homem, pois não há ninguém mais próximo de nós do que aqueles que nos geraram. 
Filhos obedientes alegram os pais e recebem a promessa de uma vida longa e feliz. 
Filhos que gritam, desrespeitam e agridem os pais com palavras e atitudes vivem em densas trevas. 
O sábio Salomão é enfático em dizer que a vida do filho que amaldiçoa pai e mãe terminará como uma lâmpada que se apaga na escuridão (Pv 20.20).

Pb Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

O Novo Nascimento 01

3223233443Cristão é o homem que nasceu de novo!

Quando um homem recebe a Cristo por fé, só então tem o poder e direito legal de tornar-se filho de Deus (Jo 1.12).

O nascimento espiritual é o único modo que possibilita o ingressar na família de Deus.

“É necessário nascer de novo” (Jo 3.3).

Sem a morte para o mundo não há nascimento para Cristo.

Curso de Capelania Prisional e Hospitalar 2013

Atenção!!!

cnmcDevido ao grande sucesso dos últimos “CURSOS DE CAPELANIA PRISIONAL E HOSPITALAR” realizado na 1ª IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM SANTA RITA, está aberta as inscrições para um novo Curso que será ministrado no dia “23 DE MARÇO DE 2013”. Não perca esta oportunidade!!!

INSCRIÇÕES: Até o dia 25 de Fevereiro de 2013

DATA DO CURSO: 23 de Março de 2013 (Sábado)

LOCAL: Rua Xingu, Nº 142 - Santa Rita - Nova Iguaçu - RJ.

HORÁRIO: 07:30h às 18:00hs.

DOCUMENTAÇÃO:

2 Fotos 3x4, Cópia dos seguintes documentos: Xerox de RG e Xerox de CPF

VALOR: R$ 260,00 (Pagando a metade no ato da inscrição e a segunda parte no dia do Curso).

DURAÇÃO: 8 Horas

DETALHES DO CURSO: Capelania Prisional, Capelania Hospitalar, Ética Ministerial e Constituição da República

O aluno receberá Porta documento em couro com Brasão da Capelania, Certificado e Credencial de Capelão com Registro Nacional.

Obs.: Indicando 5 alunos, e se eles efetivarem suas matrículas, você ganha o seu Curso inteiramente grátis.

Observações:

1) Incluso no valor do Curso, café da manhã e almoço;

2) Qualquer pessoa acima de 16 anos pode realizar o curso, independente de religião ou denominação;

3) Segue em anexo o modelo de ficha de inscrição, para inscrição a distancia, preencher e enviar: ficha, Xerox, comprovante de depósito e fotos para o endereço abaixo:

1ª IG. EV. ASSEMBLÉIA DE DEUS EM SANTA RITA

A/C: Pb Fábio Peres Peixoto

Rua Xingu, 142 – Santa Rita

Nova Iguaçu – RJ

CEP: 26050-080

4) INFORMAÇÕES PARA DEPÓSITO

Banco: BRADESCO AG: 3402-9 C/P: 1008422-9

Em nome de FÁBIO PERES PEIXOTO

REALIZAÇÃO:

CONSELHO NACIONAL DE MINISTROS E CAPELÃES

LUIZ CARLOS BARBOZA (Juíz Capelão)

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

Tel: (21) 2764-8405 / 9451-1326 Oi / 8069-8357 TIM

Site: www.missoesurgente.net

E-mail: semi@oi.com.br

MSN: clrjfabioperes@hotmail.com

Skipe: fabioperes77

NÃO SEI, AS COISAS SEMPRE FORAM ASSIM

PROBLEMA DE MACACO
 
Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula, em cujo centro puseram uma escada e, sobre ela, um cacho de bananas. 
Quando um macaco subia a escada para apanhar as bananas, os cientistas lançavam um jato de água fria nos que estavam no chão.
Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros enchiam-no de pancada. 
Passado mais algum tempo, nenhum macaco subia mais a escada, apesar da tentação das bananas.
Então, os cientistas substituíram um dos cinco macacos. 
 A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo rapidamente retirado pelos outros, que o surraram.
Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não mais subia a escada.
Um segundo foi substituído, e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto participado, com entusiasmo, da surra ao novato. 
Um terceiro foi trocado, e repetiu-se o facto. 
Um quarto e, finalmente, o último dos veteranos foi substituído.
Os cientistas ficaram, então, com um grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam batendo naquele que tentasse chegar às bananas.
Se fosse possível perguntar a algum deles porque batiam em quem tentasse subir a escada, qual seria a resposta?
.......................................
Muito provavelmente a resposta seria algo do gênero: "Não sei, as coisas sempre foram assim..."
 
"É MAIS FÁCIL DESINTEGRAR UM ÁTOMO DO QUE UM PRECONCEITO".
 
Albert Einstein
 
PbDonizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

SÓ MAIS ESTE ANO

 MAIS ESTE ANO...

“... E, respondendo ele, disse-lhe: Senhor, deixa-a este ano, até que eu a escave e a esterque; e, se der fruto, ficará, e, se não, depois a mandarás cortar...” (Lc 13.8,9).

Nessa parábola da figueira estéril, vemos o valor da intercessão e a prática do amor. 

O servo desse senhor se apiedou da figueira infrutífera e rogou: “Senhor, deixa mais este ano, até que eu cave em derredor, e coloque estrume...”. 

O pedido insistente desse bom servo pode ser mais bem compreendido se traduzirmos o “deixa este ano” por “perdoe este ano”. 

É bom sabermos que ainda temos “bons servos” a interceder por nós ainda hoje. 

Quantas vezes nós mesmos já estávamos nos sentindo como que derrotados e, de repente Deus coloca em nosso caminho pessoas para servirem como nossos ajudadores. 

Este “DEIXA ESTE ANO” persiste. Mas não pode ser considerado um fim em si mesmo a ponto de não querermos mudar e nos acostumarmos com a ajuda.

Eu creio que este “deixa este ano”, tem a ver com:

1. Ainda tem jeito. 

Ninguém é irrecuperável no reino de Deus. 

Temos visto muita gente esmagada, mas que Deus ainda restaura a alma e corações triturados.

2. Há limites para nossa recuperação. 

Observe que o servo disse: “Deixa este ano”. 

Não se trata de uma ajuda infinita, tirando da figueira a responsabilidade delas produzir frutos. 

Foi tão somente uma nova oportunidade. 

Esse deixar mais este ano, representa um período de tratamento divino no interior do maldoso coração humano.

O servo dessa parábola simboliza a “graça teimosia” de Deus que ainda insiste em investir em nós. 

Concluindo quero lhe dizer que Deus ainda acredita em você amado (a).

 Volte-se para Ele, que ainda há esperança. 

Ele te deixa ainda este ano depois de tudo...
 
 Pr. Croce


PB Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos