Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 31 de março de 2010

Quantos versículos há na Bíblia?

Os números podem ser diferentes, dependendo da versão utilizada.
* Na Almeida Revista e Atualizada há 31.104 versículos (o final de 1Samuel 20.42 se torna o versículo 43).
* Na Almeida Revista e Corrigida há 31.105 versículos (além de 1Samuel 20, o final de Juízes 5.31 se torna o versículo 32).
* Na Versão King James (Versão do Rei Tiago) há 31.102 versículos, pois ajunta os versículos 14 e 15 de 3João.
* Nos textos originais em hebraico e grego há um total de 31.171 versículos (21.213 no Antigo Testamento e 7.958 no Novo Testamento). A maior diferença está no Livro de Salmos, pois vários deles trazem títulos que aparecem como o versículo 1 no texto hebraico e que, nas traduções, não são numerados.

Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil

SEARA-ITÁLIA - Carta Informativa do Pr. Paulo Henrique e família

São José do Vale do Rio Preto / RJ, 30 de Março de 2010.


“Sempre damos graças a Deus por todos vocês, mencionando-os em nossas orações” (1Ts 1.2)

Amados irmãos e companheiros na obra missionária,


Graça e a paz da parte de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Aqui, estamos todos bem, graças ao nosso Bom Deus.

O versículo acima expressa bem o nosso sentimento e gratidão, para com todos aqueles que têm estado conosco na obra missionária, segurando as cordas da oração e da contribuição. Alguns mantenedores nos adotaram não somente como missionários, mas também como filhos e/ou irmãos de sua própria família, nos fazendo sentir, verdadeiramente, amados e queridos. Penso que é isso que o Senhor Jesus ensinou sobre o caminhar a segunda milha (Mt 5.41). Somos imensamente gratos a cada mantenedor e intercessor pelo vosso precioso apoio.

Como os irmãos já sabem, temos tentado conseguir a documentação necessária (carta convite de uma igreja que tenha o reconhecimento do Governo Italiano) para dar entrada no pedido de visto religioso, mas, até o momento, não conseguimos nada de concreto. Esta dificuldade se dá principalmente pela falta de liberdade religiosa na Itália. Estamos tentando outros tipos de vistos também. Toda e qualquer ajuda é sempre bem-vinda!

Apesar das grandes contribuições do Império Romano para a democracia, a Itália atual, grandemente influenciada pela Igreja Romana, é marcada pela falta de liberdade religiosa, principalmente para os evangélicos. Preocupada com isto, a Aliança Evangélica Italiana estará promovendo um Encontro pela Liberdade Religiosa em Roma no dia 19 de Junho de 2010. A Aliança Evangélica Italiana (AEI) é um organismo de comunhão e de união das igrejas evangélicas na Itália. Fundada em Florença em 1974, hoje representa cerca de 150 igrejas evangélicas. Vamos nos unir aos nossos irmãos italianos, em oração e jejum, nesta causa.

Roberto Mazzeschi, Presidente da AEI (Aliança Evangélica Italiana), disse: “A liberdade religiosa é uma batalha das civilizações. É anacrônico [que está fora da moda, do uso ou do tempo] e anti-histórico que a Itália ainda esteja longe dos padrões de liberdade religiosa, do secularismo e da igualdade que são encontrados na maioria dos países ocidentais.” Maiores informações no site da Aliança Evangélica Italiana (www.alleanzaevangelica.org).

Com relação a Índia, os trabalhos continuam avançando em nome de Jesus. E, SEMIPA já está fazendo a agenda do Pr. Piyal, que estará no Brasil em Setembro, onde participará do Congresso de SEMIPA e depois atenderá convites das igrejas mantenedoras dos Projetos Seara Índia e Seara Itália. Orem por todos os preparativos da sua viagem, bem como o seu tempo no Brasil.

Continuem orando por nós. Somos muito carentes e necessitados de vossas orações!

Mais uma vez, queremos externar a nossa profunda e sincera gratidão a todos amados irmãos e igrejas que têm caminhado conosco na obra missionária. Jamais nos esquecemos de todos vocês.


Com gratidão,

Pr. Paulo Henrique, Alessandra, Matheus e Lucas

-----------------------------------------------------

Escreva para nós através dos e-mails:

ppaulo_henrique@hotmail.com | ppaulohenrique@gmail.com | alessandraccunha@hotmail.com

Para contribuir:

Banco do Brasil Ag 3159-3 C/C 6573-0 ou Banco Itaú Ag 6116 C/C 00485-1 (Paulo Henrique P. Cunha)

Não deixe de visitar nosso Blog: www.seara-italia.blogspot.com

terça-feira, 30 de março de 2010

Missões - Guiné Bissau

Amados,

Segue em anexo informações sobre o nosso trabalho em Guiné Bissau.

Pr. Jair e Deny

Clique para ampliar e ver o que o Senhor está fazendo!

segunda-feira, 29 de março de 2010

VERDADE PURA

SABE POR QUE VOCÊ ESTÁ DOIDO?

VOCÊ SABE QUE ESTÁ VIVENDO NO SÉCULO XXI QUANDO...

1. Você envia e-mail ou msn para conversar com a pessoa que trabalha na mesa ao lado da sua.

2. Você usa o celular na garagem de casa para pedir a alguém que o ajude a desembarcar as compras.

3. Esquecendo seu celular em casa, coisa que você não tinha há 20 anos, você fica apavorado e volta buscá-lo.

4. Você levanta pela manhã e quase que liga o computador antes de tomar o café.

5. Você conhece o significado de naum, tbm, qdo, xau, msm, dps...

6. Você não sabe o preço de um envelope comum.

7. A maioria das piadas que você conhece, você recebeu por e-mail (e ainda por cima ri sozinho...)

8. Você fala o nome da firma onde trabalha quando atende ao telefone em sua própria casa (ou até mesmo o celular!!); Você digita o "0" para telefonar de sua casa;

10. Você vai ao trabalho quando o dia ainda está clareando, volta para casa quando já escureceu de novo;

11. Quando seu computador pára de funcionar, parece que foi seu coração que parou;

11. Voê está lendo esta lista e está concordando com a cabeça e sorrindo.

12. Você está concordando tão interessado na leitura que nem reparou que a lista não tem o número 9;

13. Você retornou a lista para verificar se é verdade que falta o número 9 e nem viu que tem dois números 11.

14. E AGORA VOCÊ ESTÁ RINDO CONSIGO MESMO...

15. Você já está pensando para quem você vai enviar esta mensagem...

16. Provavelmente agora você vai clicar no "Encaminhar"...

É A VIDA... FAZER O QUÊ...


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Novo Trimestre. Aproveite!

Caros leitores,

Eu na minha posição como Coordenador da Escola Bíblica na igreja que congrego vejo nesta oportunidade uma grande mudança na sua vida!
Venho convidar-te para ser aluno da Escola Bíblica a partir deste trimestre, não vamos falar do passado, mas sim do seu futuro!
A Escola Bíblica é o maior agente formador de obreiros, pois, aquele que almeja ser ser um cristão autêntico deve procurar aprender, e aprender aonde? Na Escola Bíblica.

Pais,
Incentivem seus filhos, não obrigando-os, mas sim convencendo-os que ali eles irão aprender muito mais sobre as verdades bíblicas. Peça a Deus que lhes de sabedoria para convencer pelo amor.

Jovens,
As suas escolhas se basearão naquilo que vocês conhecerem. Se vocês conhecerem mais de Deus suas escolhas serão sempre as mais certas.

Adolescentes,
Um mundo de mudanças acontece em vocês! Mudanças que você pode entender mediante o conhecimento da Palavra, o seu guia para crescer neste mundo aonde muito é ofertado, mas nada tão valioso quanto a sua salvação.

Crianças,
A vida delas como o sábio Salomão diz só será idônea e digna quando forem criados aos cuidados da Palavra de Deus. A responsabilidade é de toda a igreja, pois, não sei se você já pensou nisso, mas eles serão a igreja de amanhã!

Que todos aqueles que já freqüentam a Escola Bíblica continuem e que aqueles que ainda não freqüentam possam ter esta oportunidade maravilhosa de conhecer o Senhor e a sua Palavra.

Dc. Jonathas Januário Pereira
Coordenador da Escola Bíblica
AD de Pitinga-AM

domingo, 28 de março de 2010

PARA REFLETIR

Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade.

As mãos do velho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos vacilantes.

A família comia reunida à mesa. Mas, as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam na hora de comer.

Ervilhas rolavam de sua colher e caíam no chão.

Quando pegava o copo, leite era derramado na toalha da mesa.


O filho e a nora irritaram-se com a bagunça.


"Precisamos tomar uma providência com respeito ao papai", disse o filho.


"Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente comendo com a boca aberta e comida pelo chão."


Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha.


Ali, o avô comia sozinho enquanto o restante da família fazia as refeições à mesa, com satisfação.


Desde que o velho quebrara um ou dois pratos, sua comida agora era servida numa tigela de madeira. Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, às vezes ele tinha lágrimas em seus olhos.


Mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram molestações ásperas quando ele deixava um talher ou comida cair ao chão.


O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio.


Uma noite, antes do jantar, o pai percebeu que o filho pequeno estava no chão, manuseando pedaços de madeira.


Ele perguntou delicadamente à criança:


-"O que você está fazendo?"


O menino respondeu docemente:


-"Oh, estou fazendo uma tigela para você e mamãe comerem, pra quando eu crescer."


O garoto de quatro anos de idade sorriu e voltou ao trabalho.


Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que eles ficaram mudos.


Então lágrimas começaram a escorrer de seus olhos.


Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito.


Naquela noite o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente conduziu-o à mesa da família.


Dali para frente e até o final de seus dias ele comeu todas as refeições com a família.


E por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando um garfo caía, leite era derramado ou a tolha da mesa sujava.


De uma forma positiva, aprendi que não importa o que aconteça, ou quão ruim pareça o dia de hoje, a vida continua, e amanhã será melhor.


Aprendi que se pode conhecer bem uma pessoa, pela forma como ela lida com três coisas: uma dia chuvoso, uma bagagem perdida e os fios das luzes de uma árvore de natal que se embaraçaram.


Aprendi que, não importa o tipo de relacionamento que tenha com seus pais, você sentirá falta deles quando partirem.


Aprendi que "saber ganhar" a vida não e a mesma coisa que "saber viver."


Aprendi que a vida, às vezes, nos dá uma segunda chance.


Aprendi que que viver não é só receber, é também dar.


Aprendi que se você procurar a felicidade, vai se iludir. Mas, se focalizar a atenção na família, nos amigos, nas necessidades dos outros, no trabalho e procurar fazer o melhor, a felicidade vai encontrá-lo.


Aprendi que sempre que decido algo com o coração aberto geralmente acerto.


Aprendi que quando sindo dores, não preciso ser uma dor para outros.


Aprendi que diariamente preciso alcançar e tocar alguém. As pessoas gostam de um toque humano - segurar na mão, receber uma abraço afetuoso ou simplesmente uma tapinha amigável nas costas.


Aprendi que ainda tenho muito que aprender.


As pessoas se esquecerão do que você disse...


Esquecerão o que você fez...


Mas nunca esquecerão como você as tratou.


Lembre-se sempre disto, para o resto de sua vida.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sábado, 27 de março de 2010

FALCÃO, MORCEGO OU ZANGÃO

Se você colocar um falcão em um cercado de um metro quadrado, e inteiramente aberto por cima, o pássaro, apesar de sua habilidade para o vôo, será um prisioneiro.

A razão é que um falcão sempre começa seu vôo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, nem mesmo tentará voar e permanecerá um prisioneiro pelo resto da vida, nessa pequena cadeia sem teto.

O morcego, criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado. Se for colocado em um piso completamente plano, tudo que ele conseguirá fazer é andar de forma confusa, dolorosa, procurando alguma ligeira elevação de onde possa se lançar.

Um zangão, se cair em um pode aberto, ficará lá até morrer ou ser removido. Ele não vê a saída no alto, por isso, persiste em tentar sair pelos lados próximo ao fundo. Procurará uma maneira de sair onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente de tanto atirar-se contra o fundo do vidro.

Há pessoas como o falcão, o morcego e o zangão: atiram-se obstinadamente contra os obstáculos, sem perceber que a saída está logo acima.


Se você está como um zangão, um morcego ou um falcão, cercado de problemas por todos os lados, olhe para cima!


Às vezes só vemos obstáculos, quando a saída está mais próxima do que imaginamos.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sexta-feira, 26 de março de 2010

PERSONAGENS BÍBLICOS

BARTIMEU
Bartimeu era um pedinte cego que ficava à porta de Jericó. O povo da antiguidade acreditava que, se uma criança nascesse cega ou aleijada, isso era uma punição pelos pecados dos pais. Bartimeu era cego desde o nascimento, e é provavelmente essa a razão para seu nome, que quer dizer "filho do impuro" (embora também pudesse significar "filho de Timeu", como Marcos especifica em seu evangelho).

A história de sua cura é relatada por Marcos (10.46 em diante) e Lucas (18.35 em diante), e esses relatos são similares ao de Mateus, em que ele fala sobre a cura de dois cegos (20.9 em diante). Bartimeu, percebendo que Jesus passava pelo local, começou a chamá-lo pedindo ajuda.

O povo pediu para que se calasse e não importunasse o profeta, mas ele persistiu e continuou chamando Jesus que, ao ouvi-lo, ordenou que o trouxessem a sua presença. Jesus perguntou-lhe o que ele queria, e ele disse: "Senhor, eu quero ver". Jesus curou-o instantaneamente sem precisar sequer tocá-lo.

Esse episódio não só é importante por relatar um dos milagres de cura realizados por Jesus, mas também por mostrar a fé, a perseverança e a gratidão exemplares de Bartimeu.

Fonte: "Todos os Personagens Bíblicos de A a Z" / Richard R. Losch - editora Templus, pág. 76;

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Para Refletir

"Se formos atirados na fornalha em chamas, o Deus a quem prestamos culto pode livrar-nos, e ele nos livrará das tuas mãos, ó rei. Mas, se ele não nos livrar, saiba, ó rei, que não prestaremos culto aos teus deuses nem adoraremos a imagem de ouro que mandaste erguer" Daniel 3.17-18.

A confiança em Deus demonstrada por Ananias, Misael e Azarias é admirável. Eles tinham a certeza de que não iriam se dobrar diante de falsos deuses e imagens. Tinham a convicção de que já serviam ao Único e Verdadeiro Deus. E criam que o Deus a quem prestavam culto iria livrá-los das mãos do inimigo. Mesmo diante da ameaça de morte, continuaram firmes na certeza de que quer vivessem, quer morressem, eles nunca iriam se prostrar a outro deus. A garantia não era de que Deus iria impedir que eles fossem lançados na fornalha. Eles iriam passar por essa prova. A certeza era de que eles não abririam mão da confiança que tinham em Deus. Que essa seja nossa atitude diante das adversidades.

Por Miss. Deividi Conceição Davel

quinta-feira, 25 de março de 2010

PERSONAGENS BÍBLICOS

ARISTARCO
Aristarco era macedônio, de Tessalônica. Podemos supor que foi convertido por Paulo quando o apóstolo foi a Tessalônica para pregar, por volta de 50 d. C. A tradição diz que Aristarco era um judeu macedônico, mas não há nada na Bíblia que confirme esse fato. Várias referências, na verdade, levam os estudiosos a inferir que ele não era judeu.

Ele tornou-se associado de Paulo, viajando com o apóstolo em várias de suas missões (At 27.2). Estava com Paulo em Éfeso quando foram presos por causa do tumulto provocado pelos devotos da deusa Ártemis (At 20.4). Ele é mencionado em Colossenses (4.10) e em Filemom (24), e era obviamente dedicado a Paulo, considerando uma honra ser companheiro do apóstolo. A tradição diz que ele foi martirizado em Roma durante as perseguições de Nero.


Fonte: "Todos os Personagens Bíblicos de A a Z" / Richard R. Losch - editora Templus, pág. 58;

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

quarta-feira, 24 de março de 2010

A VISÃO DOMINA A VIDA

"Então, foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais." Gênesis 3.7

OLHAR PARA TRAZ
- Impede o progresso;
- A mulher de Ló olhou! (Gn 19.26)

OLHAR PARA AS DIFICULDADES
- Nos deixa fracos (Deprimidos);
- Pedro olhou (Mt 14.29-30);

OLHAR PARA CRISTO
- Salva (Jo 3.14-15);
- Aconteceu com o povo de Israel (Nm 21.9);

OLHAR PARA O CÉU
- Nos enche da glória de Deus;
- Estêvão permaneceu olhando (At 7.55);

NOSSA VISÃO AINDA PODE SER
- Diminuída como a de Isaque (Gn 27.1);
- Perdida como Bartimeu (Mc 10.46);
- Ampliada com a do moço de Elizeu (2 Rs 6.17).

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

terça-feira, 23 de março de 2010

AINDA FALTA O MENOR!


"Envie, e manda-o chamar, porquanto não nos assentaremos em roda da mesa até que ele venha aqui." 1 Samuel 16.11b

ERA O MENOR QUE DEUS QUERIA
- Porque Deus não usa grandes;
- Quando o homem se faz grande;
- Mas Deus é que tem que ser grande em nossas vidas.

PORQUE ERA E É NO MENOR QUE DEUS ESTÁ DE OLHO
- Deus não olha pra a aparência;
- Preenchia os requisitos de Deus;
- Era um homem de desafios;
- Tinha matado um urso e um leão pra salvar as ovelhas;
- Foi ungido no meio dos seus irmãos.

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Um amigo

"Meu amigo não voltou do campo de batalha, senhor. Solicito permissão para ir buscá-lo", disse um soldado ao seu tenente.
"Permissão negada" replicou o oficial. "Não quero que arrisque a sua vida por um homem que provavelmente está morto".
O soldado, ignorando a proibição, saiu, e uma hora mais tarde, regressou mortalmente ferido, transportando o cadáver de seu amigo.
O oficial estava furioso. "Já tinha te dito que ele estava morto... Agora eu perdi dois homens! Diga me, valeu a pena ir lá para trazer um cadáver?"
E o soldado respondeu: "Claro que sim, senhor. Pois quando eu o encontrei, ele ainda estava vivo e ainda pode me dizer: Tinha certeza que você viria!!!"

O verdadeiro amigo é aquele que vem, quando todos vão embora.

Pr. Paulo Henrique e família - Seara Itália

“Ficar”, uma atitude não cristã!

O namoro sempre existiu em diversas culturas através dos tempos. É a forma de duas pessoas se conhecerem melhor e, com mais intensidade, alguém com quem se pretende ter um relacionamento sério com vistas ao casamento. Mas, atualmente, para muitos jovens o namoro convencional perdeu status. Não é de agora, por exemplo, que os jovens usam o termo “ficar”.

A expressão surgiu na década de oitenta entre os adolescentes de 13 aos 17 anos que buscavam simplesmente o prazer sem qualquer perspectiva de compromisso. Ou seja, é um comportamento em que os jovens conversam, se beijam, se abraçam e até têm relação sexual, sem nenhuma responsabilidade pós-encontro. Não há nenhum vínculo emocional, afetivo, espiritual e, muito menos, trocas de endereço e telefone.

O “ficar” é uma armadilha do Diabo Para o pastor Gilson Bifano, diretor e conferencista do Ministério Oikos (Ministério Cristão de Apoio à Família) esta prática não deve ser seguida pelos jovens cristãos. “Se ele tem um compromisso com Deus e encara o seu corpo, a sua sexualidade, como a Palavra diz, ele não vai ter esse comportamento. Devemos ser diferentes; sal e luz do mundo", enfatiza o pastor.

Na visão dele, o “ficar” é uma estratégia de Satanás para minar a pureza moral da juventude, neutralizar seu testemunho, e, posteriormente, estragar seus lares. “O diabo utiliza vários métodos para levar o homem ou a mulher a uma relação sexual fora dos padrões de Deus. A Bíblia diz: “Não vos defraudeis uns aos outros”.

Defraudar é passar dos limites da intimidade com uma outra pessoa que não seja o seu cônjuge.

O texto declara que o sexo é para ser desfrutado entre o homem e a mulher no contexto do casamento. E o ficar, conhecido antigamente como o arrocho, é uma fonte de excitação, em que beijos ardentes e carícias em partes íntimas são praticados. Dificilmente, um jovem conseguirá ter uma vida de santidade em um relacionamento passageiro, sem um peso de responsabilidade e compromisso, enfatiza.

A juventude precisa de santidade segundo Bifano, há uma grande diferença entre pureza e virgindade, já que alguns adolescentes se guardam para o casamento, mas mantêm outras práticas sexuais. Em contrapartida, existem pessoas que "perdem a virgindade" e, depois de se converterem, se arrependem e evitam a intimidade antes do casamento. Para o pastor, a juventude cristã precisa repensar a sua atitude em relação ao namoro, ao noivado e ao casamento, não segundo a ótica do mundo que está sem Deus, mas dentro de uma visão bíblica equilibrada.

“O tempo todo a televisão, o rádio, os jornais, as revistas, as músicas, as novelas e os filmes veiculam campanhas de incentivo ao sexo com o uso da camisinha. O importante não é ter relação sexual antes do casamento, mas sim a falta do preservativo. Com isso, os jovens estão absorvendo esta visão não cristã da sexualidade. É necessário influenciar mais e ser menos influenciado”, comenta Bifano.

As conseqüências do “ficar”

A proposta do “ficar” é levar esta geração a experimentar um pouco do outro de uma forma leviana.

Além de gerar traumas, frustrações, decepções e até uma gravidez precoce. Segundo Gilson, os pais têm uma parcela de culpa nisso, já que muitos não orientam seus filhos. A questão da informação não é só da igreja, nem da escola. O que tem acontecido hoje é que a família tem transferido sua responsabilidade, e o resultado disso é uma vida sexual fora dos parâmetros bíblicos. Esta tarefa tem que começar em primeiro lugar na família.

E os pais devem estar capacitados para que haja um diálogo franco, contínuo e sem tabus. “Três coisas não são faladas muito em família: morte, dinheiro e sexo. Estes assuntos devem ser tratados no lar, de maneira natural, não apenas em forma de sermões, mas em uma conversa natural com os filhos desde cedo, sempre respeitando, é claro, as faixas etárias", alerta Gilson.

O Namoro Cristão

Gilson Bifano acredita que existem princípios para o namoro cristão. E um deles é justamente o não "ficar”.

Um relacionamento segundo a visão cristã é um período de conhecimento mútuo, de aprofundamento da amizade. "A intimidade física não é compatível neste período. Ela só deve acontecer, segundo a Palavra de Deus, no contexto do casamento", enfatiza Gilson. "O texto de Gênesis 2.24 diz: Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-à à sua mulher, e serão ambos uma só carne. Neste trecho existe uma seqüência. Quando se tem esta experiência de ser uma só carne, antes de se casar, há quebra de princípio bíblico. E isso pode, e tem trazido, muitos problemas", relata o pastor.

A Igreja e seu papel

Na opinião dele, os pastores precisam falar mais sobre este assunto, sem condenação. “A igreja tem que parar de apenas dizer que é proibido, mas também educar. Dar condições aos jovens para que eles não façam o que é condenado pela Palavra de Deus. É necessário um trabalho de conscientização em que a juventude seja esclarecida das conseqüências que advêm da quebra dos preceitos bíblicos. Isso pode ser feito através de palestras, congressos etc.", adverte. Para os jovens cristãos que estão na moda do “ficar”, o pastor dá alguns conselhos:

1- Repense no que Deus tem para sua vida.

2- Se está se relacionando indevidamente com alguém, deve reconhecer que esta não é a vontade de Deus e parar com tal atitude.

3- Deus perdoa nossos pecados. Ele morreu na cruz para perdoar os erros da humanidade. E, com certeza, a partir deste reconhecimento, Deus vai honrar e abençoar os seus caminhos.

Por Eliane Canegal - Elnet.com.br

Você que conhece alguém que pratique este "ato", indique este artigo para leitura. Converse com seus filhos. Não deixe para os outros administrarem a sua herança! (Sl 127.3)

segunda-feira, 22 de março de 2010

PERSONAGENS BÍBLICOS

ACAZIAS, O REI DE JUDÁ
Acazias era filho do rei Jorão, de Judá, que morreu por volta de 843 a.C. Aos 22 anos de idade, Acazias o sucedeu, mas só reinou por um ano.

Seu tio, o rei Jorão de Israel, buscou sua ajuda em uma guerra contra a Síria. Jorão foi ferido nessa batalha e, com Acazias, voltou para o palácio em Jezreel pra se recuperar. Enquanto estava lá, o profeta Eliseu depôs Jorão e ungiu o general israelita Jeú rei de Israel. Em seguinda, Jeú foi a Jezreel. Sem saber o que Eliseu fizera, Jorão e Acazias saíram para se encontrar com o general. Quando se aproximaram, Jeú os matou (2 Rs 9.22 em diante).

Fonte: "Todos os Personagens da Bíblia de A a Z" / Richard R. Losch - editora Templus, pág. 29;

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

PERSONAGENS BÍBLICOS

ACAZIAS, O REI DE ISRAEL
Acazias, o filho e herdeiro de Acabe e Jezabel, ascendeu ao trono de Israel em 850 a.C. Em uma tentativa de reviver o comércio marítimo com a Arábia, inativo havia muito tempo, ele ofereceu ajuda ao rei de Judá, Josafá, para estabelecer uma frota conjunta em Eziom-Geber. Josafá era um rei justo e fiel a Deus, por isso ele não confiou no pagão Acazias. Por temer que Acazias estivesse tramando anexar Judá a Israel, Josafá recusou a oferta (1 Rs 22.48-49). Ele morreu logo depois disso, e seu filho, Jorão, o sucedeu, mas não há registro de que tenha havido uma nova proposta para uma frota conjunta (Acazias também tinha um irmão chamado Jorão).

A Bíblia relata que Acazias fez "o que o SENHOR reprova" e estava tão envolvido com o paganismo quanto seu pai e sua mãe. A mãe, Jezabel, ainda vivia, e fica claro que ela exerceu uma tremenda influência sobre ele durante seu reinado de dois anos.

Acazias tinha um estilo de vida dissoluto e, no segundo ano de seu reinado, enquanto estava entorpecido pela bebida, caiu da janela de seu palácio em Samaria. Ficou muito ferido e foi enviado para os sacerdotes do deus pagão Baal-Zebube para curá-lo. Elias os encontrou e os enviou de volta. Eles enviaram um batalhão com cinquenta guardas, a quem Elias destruiu ao invocar o fogo divino: "Se sou homem de Deus, que desça fogo do céu e consuma você e seus cinquenta soldados!" (2 Rs 1.10). Elias, a seguir, foi a Acazias e lhe disse que, por causa de seus pecados, ele não se recuperaria de seus ferimentos. O governante morreu logo depois e foi sucedido por seu irmão, Jorão.

Fonte: "Todos os Personagens da Bíblia de A a Z" / Richard R. Losch - editora Templus, pág. 28 e 29;

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sábado, 20 de março de 2010

PERSONAGENS BÍBLICOS

ABIAS, O FILHO DE SAMUEL

Abias era o segundo filho do profeta Samuel. Na velhice, Samuel apontou Abias e seu irmão mais velho, Joel, para que fossem juízes dos israelitas. Entretanto, "os filhos dele não andaram em seus caminhos. Eles tornaram gananciosos, aceitavam suborno e pervertiam a justiça" (1 Sm 8.3).

Os israelitas observavam a crescente corrupção dos juízes. Quando os filhos de Samuel provaram ser corruptos, os israelitas deram um basta e exigiram que fossem governados por um rei, e não mais por juízes. O argumento deles (talvez bastante válido) era de que um rei poderia estabelecer e manter um exército nacional para protegê-los de seus inimigos. Os juízes, no entanto, tinham de reunir a milícia local e obter apoio de tribos vizinhas todas as vezes que uma crise surgia.

De início, Samuel recusou o pedido deles, mas quando Deus mandou o profeta escolher um rei e avisar o povo a respeito do perigo que isso representava, concordou com relutância. Se os filhos de Samuel fossem juízes retos e sábios, é possível que a história de Israel tivesse tomando outro rumo.

Fonte: "Todos os Personagens da Bíblia de A a Z" / Richard R. Losch - editora Templus, pág. 12;


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sexta-feira, 19 de março de 2010

A Cabana (É perigoso entrar) www.alertafinal.blogspot.com


A Cabana (É perigoso entrar)

Depois da leitura, e da análise do livro a Cabana, da editora sextante, fiquei me perguntando: Por que tanto empenho na divulgação e o incentivo à divulgação desta obra? Lógico, como ficção bem elaborada, mas fugindo muito quando aborda temas bíblicos.

O povo gosta de digerir livros de alto-ajuda e outros clássicos publicados por essa editora: O Monge e o Executivo, o Código Da Vinci, Anjos e demônios, A boa Sorte, O ócio Criativo e muitas outras obras.

Deus se revela de diversas formas, e pela Bíblia podemos conhecê-lo melhor, sem necessidade de livros adicionais que em especial destoa dos ensinos bíblicos. O Deus da Bíblia é diferente do revelado na Cabana.

O livro trata de questões que o ser humano experimenta no seu dia-a-dia. Sofrimento, mágoas, incompreensão, revoltas etc. Makc, o protagonista da história de a cabana, vive num mundo assim. Até encontrar uma senhora, que se apresenta como deus.

O deus da Cabana tem o homem como o centro de tudo, o Deus da Bíblia é o centro. O deus da cabana não é soberano, não controla, nem é responsável pelas atitudes humanas. O Deus da Bíblia é soberano, e todas as coisas acontecem por sua vontade, seja diretiva, ou permissiva. O deus da cabana diante de Makc é obrigado a dar-lhe explicações sobre as mais variadas incompreensões que Mack tem sobre tudo.

O Deus da Bíblia, é quem pergunta, é quem impõem, e mostra sua presciência e soberania, sem dever explicações a ninguém.

O deus da cabana não se importa com a transformação do homem, mostrando que no final, arranjará um cantinho para cada indivíduo. O Deus da bíblia diz que temos que nascer da água e do Espírito para entrar no Reino. O deus pai da cabana parece ter enfrentado o calvário, como crêem os unicistas. O Deus da Bíblia deu seu filho para morrer em nosso lugar.

O sucesso que a cabana faz no meio evangélico, me leva a crer que o nosso povo está deixando a Bíblia de lado. Atentando para as palavras de Oséias: “O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento”; (Os 4.6) Falta nestes dias o dom de discernir os espíritos. "E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas”. (1Co 12.10). Grifo meu.
Ev. Geziel Silva Costa

PREPARADO PARA SERVIR

Qualquer um com a missão de ganhar alguém para Cristo é um missionário. Assim, você se torna um missionário ao receber a missão de compartilhar a mensagem de salvação. Há maneiras de equipar-se para ser bastante eficiente em sua missão:

- Conhecer os costumes das pessoas a quem você vai ministrar (1 Co 9.22);

- Aprender a falar na linguagem daqueles com os quais você travalha;

- Fazer um esforço de comer a sua comida (1 Co 10.27);

- Ter boa vontade em vestir as roupas étnicas, especialmente em ocasiões festivas;

- Escutar os seus problemas (Gl 6.2);

- Orar pelos indivíduos e por necessidades específicas (Tg 5.16);

- Evitar políticas locais (At 5.29);

- Tratar os outros como você gostaria de ser tratado (Mt 7.12);

- Nunca comprometer sua fé (Rm 1.16).

Fonte: "A Bíblia da Mulher" / editora MC e SBB - pág. 1444;


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

GÊNESIS – O livro dos começos

As mais belas páginas da literatura evangélica ou mesmo as mais eloquentes pregações, jamais serão capazes de esgotar o imensurável caudal de riquezas espirituais que Gênesis – o Livro dos Começos, encerra em suas páginas.

O Gênesis se constitui na porta que dá acesso à grande catedral da revelação escrita de Deus. Qual livro de registro de “anotações” de Deus, ele traz em forma embrionária todas as grandes doutrinas do evangelho desenvolvida posteriormente nos demais livros da Bíblia.

a-criacao-de-adao-michelangeloAnular o valor histórico e a inspiração divina do livro de Gênesis, é tentar fechar a grande vertente da qual flui a cristalina água da doutrina e do conselho divinos. Ou os demais livros da Bíblia firmam-se com o livro de Gênesis, ou caem com ele. Não podemos dar maior crédito ao restante das Escrituras do que damos ao livro de Gênesis. A Bíblia toda, do Gênesis ao Apocalipse, emana do rio das intenções de Deus. Isto determina a sua inspiração plenária.

De acordo com o livro de Gênesis:

Todas as coisas vieram à existência ·pela soberana vontade e palavra de Deus.

• O homem já foi criado homem e feito coroa de toda a criação de Deus, caindo por terra a falsa teoria da evolução.

• A desobediência e queda do homem são fatos consumados, até hoje motivo de flagelo para a humanidade.

• Em meio à noite do terror e desespero do homem, Deus fez promessa de redenção através da “semente da mulher”.

• As ofertas de Abel e Caim mostram o homem como um ser adorador, ora dentro, ora fora da vontade de Deus.

• O arrebatamento de Enoque se constitui numa bela figura do iminente arrebatamento da Igreja peregrina no mundo hoje.

• O juízo divino através do dilúvio denuncia que todo pecado e desobediência do homem serão punidos.

• A aliança de Deus com Noé, passado o dilúvio, mostra que sempre há possibilidade dum novo começo no relacionamento do homem com o Criador.

• A chamada de Abraão e cumprimento da promessa divina em sua vida, dão irrefutável prova de que Deus é fiel em todas as suas promessas, e que está pronto a honrar a fé de seus servos.

• A eleição de Israel, independentemente dos méritos dos patriarcas, se baseia exclusivamente na graça e conselho de Deus.

• Os tipos e figuras apontam para a frente mostrando que coisas maiores e melhores estão por vir.

• Antigos lugares, quando associados ao povo de Deus no passado, adquiriam grande significado para o futuro.

Mergulhe no Gênesis, volte ao passado, levante os seus olhos e mire o futuro; Viva o hoje diante do Deus em cuja presença o ontem e o amanhã se transformam no eterno aqui e agora.

Fonte: Pr. Raimundo de Oliveira - Lições Bíblicas, 3° Trimestre de 1986, capa, http://licoesbiblicas.wordpress.com/page/2/

Conselhos Bíblicos