Pesquisar no Blog do J.A.

sábado, 30 de janeiro de 2010

VEJA ONDE VOCÊ SE ENCAIXA?


ERA UMA VEZ QUATRO COOPERADORES CHAMADOS:

TODO MUNDO,

ALGUÉM,

NINGUÉM e

QUALQUER UM

Quando havia um trabalho importante para ser feito.


TODO MUNDO estava certo que ALGUÉM faria,

QUALQUER UM poderia ter feito, mas NINGUÉM fez.

Quando NINGUÉM fez, ALGUÉM ficou nervoso

Porque isso era obrigação de TODO MUNDO

No final, TODO MUNDO culpou ALGUÉM

Quando NINGUÉM fez o que QUALQUER UM poderia ter feito.



Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

CONHEÇA O LIVRO DIVINO

Conhece o leitor do Livro Divino, a Bíblia? Bem , se o conhece, verifique se seus conhecimentos coincidem com as informações que vamos registrar neste comentário: Há 39 livros no Antigo Testamento. Há 27 livros no Novo Testamento, isto é 66 livros na Bíblia inteira. Há 929 capítulos no Antigo Testamento. São 260 capítulos do Novo Testamento. Há 23.214 versículos no Antigo Testamento. Há 7.959 versículos no Novo Testamento.

O livro de Provérbios é o livro central do Antigo Testamento. O livro de II Tessalonicenses é o livro central do Novo Testamento. O capítulo central do Antigo é o capítulo 29 do livro de Jó.

Os capítulos centrais do Novo Testamento são os de Romanos 13,14. Os versículos centrais do Antigo Testamento encontram-se em II Crônicas 20.17 e 18. O versículos central do Novo Testamento está em Atos 17.17. O versículo central da Bíblia está no Salmo 118.8.

O capítulo mais curto da Bíblia e o Salmo 117. O versículo mais curto do Antigo Testamento encontra-se Êxodo 20.13. O versículo mais curto da Bíblia é mesmo Êxodo 20.13. O capítulo mais longo da Bíblia é o Salmo 119. O capítulo mais longo do Novo Testamento está em Lucas 1.

O versículo mais longo da Bíblia, encontra-se no livro de Ester 8.9. Os capítulos de II Reis 19 e 37 de Isaías são idênticos. Esdras 2 e Neemias 7 são parecidos. Os últimos dois versículos do II livro de Crônicas e os primeiros versículos do livro de Esdras são iguais.

A palavra Jeová encontra-se cerca de 6.855 vezes (edição brasileira); a palavra Deus não é encontrada nos Cântico dos Cânticos nem de Ester. No Salmo 107 há quatro versículos idênticos: 8, 15, 21 e 31. Todos os versículos do Salmo 136 findam com a mesma frase.

A Bíblia foi dividida em capítulos pelo cardeal Hugo Santo Caro, cerca do ano 126. O Antigo Testamento foi dividido em versículos pelo rabino Mardoqueu Natã, em 1661. O Novo Testamento foi dividido em versículos por R. Stephens, um tipógrafo francês.

A Setuaginta (tradução dos setenta) tradução do Antigo Testamento para o grego foi feita cerca do ano 250 antes de Cristo. As Escrituras incluindo porções, estão hoje impressas em 2.454 idiomas e dialetos (atualização em 31 de dezembro de 2007).

A Bíblia, a nossa Bíblia, o livro de Deus, foi escrita por cerca de 40 homens, em um período de quase 1500 anos. Esses homens escreveram sob as mais variadas condições. Uns escreveram n prisão; outros nos palácios; ainda outros nos desertos, nas margens de rios, no exílio, na vitória e na derrota, enfim, em todas as circunstâncias.

Os homens que Deus usou para escrever a Bíblia, exerciam os mais variados ofícios: reis, lavradores, sacerdotes, pastores, nobres, coletores, médicos, estadistas e políticos. Nos seus escritos empregaram todos os estilos literatura: a prosa, a poesia, leis, decretos sermões, parábolas, epístolas e relacionados com os homens: a criação, a natureza do pecado, a morte, a vida, os governos, o céu, o inferno, o caráter e o plano de Deus para todos os homens.

É assim a nossa Bíblia; majestosa e maravilhosa em tudo quanto focaliza.

Vamos repetir a pergunta que fizemos no início deste comentário: Conhece o leitor o Livro divino, a Bíblia? Os conhecimentos do leitor coincidem com as informações que acima registramos? A Bíblia é muito mais de que tudo que mencionamos, portanto, vale a pena estudar a Bíblia.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

PREPARO PARA O MINISTÉRIO

Aprendendo Com os Princípios de Jesus
Referencia em Marcos 3.13-19


A escolha dos doze. Aqui temos preciosas indicações do "preparo para o ministério", a saber: ouvir a chamada de Deus e obedecer a ela; estar junto dele num lugar retirado; sentir-se mandado pro Ele a pregar; receber do próprio de Jesus todo o poder pra o serviço.

Na lista dos nomes é só Marcos que diz serem João e Tiago apelidados "Boanerges", e Marcos não põe o nome de André junto com seu irmão Pedro.

"Jesus escolhe doze apóstolos, para comunhão: 'para que estivessem com Ele', para serviço: 'e os mandasse a pregar' (14). Isso é sempre a ordem divina. Nada adianta sair a pregar se não se tem estado primeiro com Deus. Primeiro solidão, depois serviço; Primeiro aparelhamento, depois empreendimento; Primeiro comunhão, então comissão; Primeiro preparação, então pregação. Devemos tomar o tempo necessário para nos aprontar para o trabalho, também aprender a servir junto como outros. Imaginemos os Doze em treinamento por, provalmente, dois anos! Cristo não quer trabalhar sem nós outros: por que, então, tentar servir sem Ele?"


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

PASTOR ESTE CONTRADITADO

ASSIM, COMO CRISTO; O PASTOR TAMBÉM É ALVO DAS MAIS DESENCONTRADAS OPINIÕES...

Se o Pastor é ativo - É ambicioso

Se é calmo - É preguiçoso

Se o Pastor é exigente - É intolerante

Se não exige - É disciplente

Se o Pastor visita - É incômodo

Se não visita - É irresponsável pelas ovelhas

Se o Pastor fica com os jovens - É imaturo

Se fica com os adultos - É antiquado e ultrapassado

Se fica com as crianças - É infantil

Se procura atualizar-se - É mundano

Se não atualizar-se - É mente fechada

Se o Pastor cuida da família - É descuidado com a Igreja

Se o Pastor cuida da Igreja - É descuidado com a família

Se prega pouco - É que não tem mensagem

Se procura agradar a todos - É sem personalidade

Se é positivo, e procura corrigir - É parcial

Se o Pastor se veste bem - É vaidoso

Se veste mal - É relaxado

Se não sorri - É cara dura

Se o Pastor ri - É irreverente

Se realiza programas novo - É que só quer viver de promoções

Se não realiza - É que não tem idéias

Se o Pastor é alegre - É sem linha

Se chora no púlpito - É chorão

Se o Pastor organiza trabalho - É explorador de rebanho

Se não organiza - É que não dá trabalho ao rebanho

Se o Pastor falta alto - É irritante

Se fala baixo - É um coitado, não tem voz ativa

Se o Pastor prega na rua - Está baratinando o evangelho

Se só fica na igreja - É acomodado nas quatro paredes

Entenda-se.....

Pb. Donzeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

TESOURO NAS PEDRAS

Leia Mateus 7.7-11


"Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? [...] Ora, se vós que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas os que lhe pedirem?" (Mt 7.9,11)

Algumas vezes, orei e recebi algo que mais pareciam pedras do que pães. Isso contradiz o que Jesus diz no versículo acima, trecho do Sermão da Montanha.

Minha reação inicial, nessas ocasiões, era reclamar e pensar que Deus estava sendo duro comigo. No entanto, refleti e compreendi que se Deus é bom, e Ele é, então, no interior das pedras das orações são respondidas, da crítica injusta ou dos sonhos não realizados, algo belo e valioso deve estar oculto.

Isso ficou ainda mais claro para mim quando fui a um museu. Um expositor apresentava uma coleção de geodos, pedras que por fora parecem comuns, mas por dentro são ocas e cheias de cristais fascinantes. Cada um deles estava aberto, revelando sua linda estrutura e riqueza ocultas.

Portanto, eu hoje peço a Deus que me dê discernimento quando acredito ter recebido uma pedra. Quero encontrar a beleza oculta. Isso requer paciência e confiança de que Deus é bom, não importa o que a vida nos traga. Deus pode nos mostrar algo belo e valioso mesmo nas situações difíceis.

Transcrito

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Chuva Temporã e Serôdia

"E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos no Senhor vosso Deus, porque Ele vos dará em justa medida a chuva temporã; farei descer no primeiro mês, a temporã e a serôdia" Jl 2.23

Significados:

Temporã: Precoce, antes do tempo.

Serôdia: Que vem tarde, tardiamente.

Quando o profeta Joel escreveu sobre a chuva temporã e serôdia, Judá vivia uma época de grande devastação. Uma enorme praga de locustas havia aniquilado toda vegetação. Pastagens, tanto de ovelhas como de gado, morreram. Safras perdidas, fome e seca por toda parte.

Deus, através do profeta, convoca o povo ao arrependimento. O mal, sobre Judá, teria vindo por causa do pecado:

"Congregai o povo, santificai a congregação, chorem os sacerdotes, ministros do Senhor" Jl 2.15,16.

E em meio ao choro, pranto e arrependimento, Deus, envia promessa de abundância. Colheita a tempo e fora de tempo.

Campos devastados em nossas vidas

Às vezes, estamos assim, vivendo a devastação. Como se uma praga de locustas devorasse nossos sonhos de paz e prosperidade. De repente, sem piedade. Tirando-nos da "zona de conforto" Tudo que nossos olhos conseguem alcançar é destruição, tristeza. O que fazer?

Deus, através do profeta, orienta a busca pela restituição. Só o Senhor, pode restaurar os campos. Ele não convoca o povo a prantear pelo que se foi, mas pelo que haveria de vir. A busca, a total entrega a Deus, transformaria os campos:

"Vos envio trigo, o mosto, e o azeite, e dele sereis fartos" Joel 2.19

Ao cair à chuva temporã e serôdia, tudo seria restituído, em "justa medida". Assim é conosco. A chuva poderá tardar ou vir precocemente, ela, inicia um novo tempo.

A chuva serôdia veio sobre ele

Jacó: Trabalhou 20 anos para Labão. Este mudou seu salário dez vezes. Jacó sofreu humilhação, fome, frio, foi roubado e trapaceado. Mas, quando Deus enviou a chuva serôdia sobre ele, Jacó, partiu em direção as promessas. A serôdia superabundou. Os campos outrora áridos se tornaram férteis. Na descendência de Jacó, a restituição, aleluia! Um novo tempo. Jacó se chamaria Israel, descendência do Senhor. Gn 29,30,31.

Ela recebeu a temporã

Maria: Noiva de José, ainda virgem, acolheu em seu ventre, O Salvador Jesus. Imagino o escândalo que o fato teria causado: "Aquela Maria, parece santa, mas, nem casou e já está grávida". Os olhares, as repreensões os murmurinhos, "a praga de locustas" se apresenta nos relacionamentos de Maria. Entre sua vizinhança, seus familiares, amigos. Como explicar? Como se apresentar a sociedade? Quem acreditaria nessa história de "gerado através do Espírito Santo"? A locusta devorava em meio à chuva temporã. Maria, a mais agraciada, de todas as mulheres, grávida, antes do tempo: Do casamento, da primeira cópula. Os frutos dessa chuva abundaram para a vida eterna. Jesus, marcaria a humanidade para todo o sempre, passando até a dividir a história em a.C e d.C. Um novo tempo.

Ele sustenta

Quando Deus envia a temporã e a serôdia, Ele capacita para a colheita. Aleluia! Ele sustentou Jacó, Maria, sustentará a mim e a você.

Estudar sobre essa passagem do livro de Joel, fortaleceu minha fé. Fez-me olhar para algumas "áreas devastadas", com certeza de vasta colheita, no tempo determinado por Ele. Que assim seja para vós, filhos de Sião.

Autora: Wilma Rejane

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

A ORIGEM DOS TESTAMENTOS

(Curiosidade)

Foi na legislação de Solon, em Atenas, que apareceu pela primeira vez na história, o direito de fazer testamento, e isso no caso de alguém morrer se deixar filhos, pois, pelas leis antigas, as propriedades passavam aos herdeiros diretos, independentemente de qualquer formalidade.

Em Esparta não houve testamentos legais, a não ser depois da Guerra do Peloponeso. Os bárbaros, estabelecidos ao norte do império romano, segundo afirma Maine, "nada concebiam de parecido comum testamento". Os índios americanos também desconheciam por completo o costume de testamentos. Entretanto, em Taití, existia o habito de testar (no caso da falta de filhos), não só no que diz respeito aos bens imóveis como quaisquer objetos.

Quanto aos testamento moderno, a sua origem está ao direito romano, através de um lento processo evolutivo. A principio, os testamentos romanos não eram secretos nem revogáveis. Ao contrario, faziam-se publicamente, diante de cinco testemunhas no mínimo, e deviam ser executadas imediatamente, após a morte do testador. Geralmente este impunha várias obrigações ao seu herdeiro, com pagar todas as dívidas, mesmo que os bens legados não bastassem para o fazer. Era nulo todo o testamento caso se recusasse a aceitar uma das condições.

Outro ponto interessante era este: O testamento romano fazia do herdeiro um filho adotivo, pois o seu objetivo principal, de acordo com os costumes romanos, era garantir uma pessoas pra o culto dos antepassados.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

AS ORELHAS

(Curiosidades)

Sabia o leito que as orelhas que todos nós possuímos têm uma caracteristica diferente de todos os outros orgãos do corpo humano? Essa caracteristica é o crescimento continuo. As orelhas são os únicos orgãos que não crescem de crescer. Unicamente a morte lhe detém o crescimento.

Qualquer pessoa observadora que se encontra no meio de muita gente, como por exemplo na igreja o em ajuntamento notará imediatamente que as pessoas de idade tem as orelhas muito maiores do que as pessoas.

Uma pessoa que tenha orelhas pequenas aos vinte anos telas-á de tamanho médio aos quarenta e grandes aos sessenta.

Porque crescem as orelhas toda a vida e não sucede o mesmo outro tanto no nariz nem a qualquer outra parte do corpo? Esse mistério não tem os sábios observadores podido decifrá-lo.

Os estudiosos do problema das orelhas fizeram também outras observações curiosas: Descobriram que a forma das orelhas transmite-se de pai para filho e de geração para geração sem mudança quase nenhuma.

Os antropófagos que cultivam a especialidade criminalista tem afirmado, desde há muito, que as criminosos possuem orelhas conformadas que uma pessoas prática conhece imediatamente.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

QUESTÃO DE TEMPO!


NÃO TER TEMPO PARA A OBRA DE DEUS, É VIVER PERDENDO TEMPO.



Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

REDENÇÃO PARA A TUA ALMA

HERANÇA DO PECADO
Toda a criatura humana herda do seu primogenitor uma natureza pecaminosa; o pecado priva-o da esperança e de Deus. "Por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim, a morte passou a todos os homens. Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus... A alma que pecar, essa morrerá... Sem derramento de sangue, não há remissão" (Rm 5.12; 3.23; Ez 18.4; Hb 9.22).

TEMPO DA LEI
Mas Deus, na sua misericordia, providenciou para que um substituto derramasse o seu sangue e desse a sua vida por nós. Na antiga dispensação, em substituição do pecador, era imolado um cordeiro e o seu sangue aspergido sobre o altar. Deus dissera: "A vida da carne está no sangue, pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas: porquanto é o sangue que fará expiação pela alma" (Lv 17.11).

TEMPO DA GRAÇA
Na nova dispensação o Cordeiro de Deus, Jesus Cristo o Seu próprio Filho, tomou o nosso lugar, derramado o Seu sangue e dando a Sua Vida na cruz pelos nossos pecados. "Ele foi ferido pelas nossas transgressões, moído pelas nossas iniquidade: o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre Ele iniquidade de nós todos" (Is 53.5,6).

Autor da Graça
Jesus disse: "Isto é o meu Sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados" (Mt 26.28). "Porque foi do agrado do Pai que toda plenitude n'Ele habitasse; e que, havendo por Ele feito a paz, pelo Sangue da Sua Cruz, por meio d'Ele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas..."´; "Em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu, nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (Cl 1.19-20; At 4.12).

1 - O ÚNICO MEIO DE NOS APROXIMARMOS DE DEUS, É POR MEIO DE SEU FILHO. Jesus disse: "Eu sou o Caminho, e a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai, senão por Mim" (Jo 14.6). Havendo Jesus feito, por Si mesmo, a purificação dos nossos pecados, "assentou-se à destra da Majestade nas alturas... Por seu próprio Sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado a nossa eterna redenção. Portanto, pode salvar perfeitamente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles" (Hb 1.3; 9.12; 7.25).

2 - JESUS INSISTE CONOSCO: "Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei... O que vem a Mim, de maneira nenhuma o lançarei fora... Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a Minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo" (Mt 11.28; Jo 6.37; Ap 3-20).

3 - O PAI ANSEIA TER COMUNHÃO CONOSCO. "Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça... O Sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo o pecado" (1 Jo 1.9,7). Quererás arrepender-te dos teus pecados e vir a Jesus para que Ele te purifique?

CONDIÇÃO PARA O HOMEM
"Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus O ressuscitou dos mortos, serás salvo;visto que, com o coração, se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação" (Rm 10.9,10).


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

COMO ESTUDAR A BÍBLIA

Lutero dizia que estudava a Bíblia como se juntasse maçãs. Primeiramente sacudia toda a árvore, e assim caía a fruta mais madura. Então subia ao tronco e em seguida sacudia cada galho, depois cada rama, e, por fim, buscava debaixo de cada folha.

O crente dever ler a sua Bíblia com sabedoria. Uma leitura rápida e geral dar-lhe-á uma visão ampla do conjunto. Depois o estudo particular de cada livro, capítulo, versículo e palavra, e eis um domínio benéfico do mais miraculoso e misterioso livro.

É pelo estudo constantante e acurado das Escrituras que recebemos o vigor espiritual. Como as varas unidas à videira recebem a seiva nutritiva que as alimenta, as faz crescer viçosas e frutíferas assim também o crente, unido a Deus pelo estudo de Sua Palavra, recebe a seiva que lhe permite o vigor espiritual.

Para muitos crentes a Bíblia é uma colônia de férias, que eles visitam só em casos de debilidade, provações e lutas. Para outros, um parque de diversões, aonde vão em busca de sensações, meras curiosidades históricas, geográficas ou doutrinárias. Outros aonde vão em busca de sensações, meras curiosidades históricas, geográficas ou doutrinárias. Outros pensam da Bíblia o que disseram de Canaã os dez espias: a terra é muito boa, mas muito perigosa, muito misteriosa; é melhor ficar longe... Mas outros há para os quais a Bíblia é terra da promissão, terra encantadora, que mana leite e mel, terra dada por Deus como posse permanente e ininterrupta. São estes os que tiram da Palavra o maior proveito possível e fruem gozosos as suas delícias.

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

COISAS QUE NÃO SE DEVE ENSINAR


É longa, muito longa, a lista de coisas de que estamos dispensados de ensinar, em casa, na escola, seja onde for. O apóstolo Paulo escrevendo aos filipenses fez esta admirável declaração: "Já aprendi a contentar-me com o que tenho" (Fp 4.10). Trata-se de uma declaração arrojada que nem todos os homens podem subscrever.


O contentamento, sejam quais forem as circustâncias, deve ser ensinado e cultivado. A declaração do apóstolo faz supor que houve ocasiões em que estava contente com as circunstâncias, isto é, sentia o que quase todos sentem e não devemos ensinar. "Já aprendi a contentar-me" revela que chegara o momento em que aprendera e alcançara o que não possuía.


Se acaso os negócios não acontecem como nós desejamos, então em lugar de contentamento haverá DESCONTENTAMENTO. Note-se que a frustração, a murmuração levam naturalmente ao descontentamento.


Não se torna necessário ensinar aos homens a se tornarem descontentes. Não é necessário ensiná-los a se mexerem. Essas coisas eles as aprendem muito bem; sem que lhes ensinemos. Portanto, estamos dispensados de ensiná-las; prestamos um benefício aos homens e à sociedade, se não ensinarmos nem contribuirmos para o descontentamento. As coisas negativas não necessitam de incentivo nem de cultivo. Já as coisas preciosas que ornamentam a vida, não crescem sozinhas; exijem cultivo e cuidado diários


"Já aprendir a contentar-me". Quantos de nós poderemos fazer nossas as palavras de Paulo? Quantos de nós poderemos proclamar, finalmente, que aprendemos a estar contentes com todas as coisas?


Não é fácil cultivar a flor do contentamento, não é fácil conservá-la viçosa e atraente, mas vale a pena olhar para trás, para os insucessores e poder declarar: Já aprendi a contentar-me com o que tenho; já aprendi a viver com o que Deus me dá; já aprendi a aconselhar outros para se contentarem com o que têm, isto é, com a graça de Deus, que vale mais do que todas as riquezas do mundo.

Autor: Emilio Conde (Escola Bíblica - 1970)

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

sábado, 23 de janeiro de 2010

O COPO DE LEITE

Um dia, um rapaz pobre que vendia mercadorias de porta em porta para pagar seus estudos, viu que só lhe restava uma simples moeda de dez centavos e tinha fome.
Decidiu que pediria comida na próxima casa.

Porém, seus nervos o traíram quando uma encantadora mulher jovem lhe abriu a porta.
Em vez de comida, pediu um copo de água.
Ela pensou que o jovem parecia faminto e assim lhe deu um grande copo de leite. Ele bebeu devagar e depois lhe perguntou:
Quanto lhe devo?


Não me deves nada - respondeu ela. E continuou:
-Minha mãe sempre nos ensinou a nunca aceitar pagamento pro uma oferta caridosa.
Ele disse: -Pois te agradeço de todo coração.


Quando Howard Kelly saiu daquela casa, não só se sentiu mais forte fisicamente, mas também sua fé em Deus e nos homens ficou mais forte.
Ele já estava resignado a se render e deixar tudo.
Anos depois, essa jovem mulher ficou gravemente doente.
Os médicos locais estavam confusos.
Finalmente a enviou a cidade grande, onde chamaram um especialista para estudar sua rara enfermidade.


Chamaram o Dr. Howard Kelly.
Quando escutou o nome do povoado de onde ela viera, uma estranha luz encheu seus olhos.
Imediatamente, vestido com a sua bata de doutor, foi ver a paciente.
Reconheceu imediatamente aquela mulher.

Determinou-se a fazer o melhor para salvar aquela vida.
Passou a dedicar atenção especial aquela paciente.
Depois de uma demorada luta pela vida da enferma, ganhou a batalha.
O Dr. Kelly pediu a administração do hospital que lhe enviasse a fatura total dos gastos pra aprova-la.

Ele a conferiu e depois escreveu algo e mandou entrega-la no quarto da paciente.
Ela tinha medo de abri-la, porque sabia que levaria o resto da sua vida para pagar todos os gastos.
Totalmente pago há muitos anos com um copo de leite (assinado). Dr Howard Kelly.

Lágrimas de alegria correram de seus olhos e seu coração feliz orou assim:
-Graças meu Deu porque Teu Amor se manifestou nas mãos e nos corações humanos.

Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

SIGA-ME

LEIA João 21.15-22

"Respondeu-lhe Jesus: Se eu quero que ele permaneça até que eu venha, que te importa? Quanto a ti, segue-me." (Jo 21.22)

Às vezes, os cristãos que carregam fardos pesados comparam sua situação à de outras pessoas e perguntam: "Senhor, por que eu tenho de sofrer isso enquanto outros, não?". O apóstolo Pedro ouviu a profecia: "Estenderás as tuas mãos e outro te cingirá e te levará pra onde não queres". A palavra indicava o tipo de morte com a qual Pedro glorificaria a Deus. Então, ele olhou pra João e perguntou: "E quanto a este?".

Jesus deu uma resposta reveladora, que se aplicava a Pedro e também a toda nós: "Se eu que ele permaneça até que eu venha, que te importa? Quanto a ti, segue-me". Todos os que dedicam sua vida a Cristo têm o privilégio de glorificar ao Senhor. Deus nos usa de diferentes maneiras, de acordo com nossa personalidade, talentos e com os propósitos que Ele tem para nossas vidas. Cada pessoa é única, de modo que é um erro comparar uns aos outros.

Pedro foi comissionado a ser o fundador da Igreja de Cristo e uma bênção para a humanidade (Veja Mateus 16.18). Igualmente, cada um de nós deve ser um instrumento do amor de Deus ao mundo, e cada um de nós o faz de modo único.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

DEUTERONÔMIO 28 OU MATEUS 6?


É comum ouvirmos hoje nas igrejas sobre BENÇÃOS. Antes de abordar este assunto, gostaria de deixar claro que não sou contra as bênçãos do Senhor. Sou pentecostal e creio nos milagres de Deus. Porém não sou fanático, tapado, nem ando fazendo o que dizem ser certo, sem uma análise. Não creio em tudo o que é dito, profetizado ou ensinado, sem antes de uma avaliação bíblica e uma busca de discernimento do Espírito.

Ouço muito a leitura do livro de Deuteronômio 28, e muitas pessoas profetizando na vida de outros sobre as bênçãos decorrentes deste capítulo. É benção para mais de metro. Virou até jargão citar o versículo dois “E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão...” E Então ouvimos: “Aqui as bênçãos correm atrás dos crentes!”. É meu irmão! Por incrível que pareça, quando alguém não tem um testemunho para contar da aquisição de um carro, casa, moto, terreno, dinheiro na conta etc., é comum ouvirmos dizer: Este irmão está em pecado! Não recebe BENÇÃOS! Ou está correndo demais, por isso as bênçãos não o alcançam. Eu creio que as bênçãos estão atrás dos fiéis. Opa, creio, é bíblico que Deus as acrescenta em nossa vida, mas a referência não é Dt 28.2.

As bênçãos de Deuteronômio 28, onde o Senhor promete a exaltação sobre as demais nações, a queda dos inimigos, a multiplicação nos celeiros, na dispensa, o cuidado com animais, abundância de bens, a chuva o sol, não é especificamente para a igreja. Outro versículo muito recitado, desejado e decretado é o 13 “E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo...” somente a parte “a” como também o versículo 2 já citado acima.

Em primeiro lugar, esta promessa é para o povo de Israel que viviam sobre a dispensação da Lei. Era as últimas promessas antes de o povo entrar na Terra Santa. Isso se cumpre hoje na vida de Israel, é cabeça e não calda, país rico em abundância.


Se quisermos voltar a estar debaixo do julgo da Lei, devemos cumprir outros mandamentos dela, não somente este. Porque não Deuteronômio 21.18-21? “Quando alguém tiver um filho contumaz e rebelde, que não obedecer à voz de seu pai e à voz de sua mãe, e, castigando-o eles, lhes não der ouvidos, Então seu pai e sua mãe pegarão nele, e o levarão aos anciãos da sua cidade, e à porta do seu lugar; E dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz; é um comilão e um beberrão.Então todos os homens da sua cidade o apedrejarão, até que morra; e tirarás o mal do meio de ti, e todo o Israel ouvirá e temerá”.

Em segundo lugar, as bênçãos de Deuteronômio são condicionais, isto é: Estabelece uma postura, exigência, decisão e atitudes a serem tomadas para o verdadeiro cumprimento dela na vida de Israel. No versículo um a condição é “SE” ouvires a voz de Deus e guardar os seus mandamentos. Israel para receber as bênçãos, era necessário estar atento à voz de Deus e pronto a guardar os seus mandamentos.


Mesmo que estas bênçãos fossem prometidas para a igreja em especial, a condição era ouvir e guardar. Somente campanhas não seriam necessárias, sete, dez ou cem dias de campanhas não seriam suficientes. Quantas pessoas enroladas, desobedientes e sem compromissos estão fazendo campanhas, decretando e determinado as bênçãos de Deuteronômio em suas vidas? Além da aplicação do texto ser errada, a condição exigida é ignorada.

A segunda parte de Deuteronômio

Ninguém recita e não lêem a segunda parte de Deuteronômio que começa nos versículos13 em diante. O castigo pela desobediência, em ignorar e não guardar os mandamentos. Se Israel não der ouvidos à voz de Deus, seriam malditos, a turbação, a perdição, a pestilência viria sobre eles. A chuva e a colheita cessariam, o gado e a terra seriam minguados. Os inimigos os venceriam, e ao invés das bênçãos, as maldições os alcançariam. Porque será que ninguém ensina sobre a desobediência e suas conseqüências nas campanhas? Quantas pessoas precisam fazer campanhas para serem mais íntegros, fiéis, cumpridores e não somente ouvintes? A valorização do “ter”, nestes dias de valores invertidos é mais importante do que o “ser”. Mas a Bíblia continua a mesma com suas palavras e ensinos infalíveis.

Mateus 6.33 “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”.

Quais coisas serão acrescentadas? Apartir do versículo 19, estas coisas são descritas como: O tesouro, a comida, a bebida, a vestimenta, “De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. Por isso escrevi acima que creio que as bênçãos acompanham os fiéis, mas aqueles que ouvem e guardam e buscam o reino.

O segredo para ser abençoado não é deixar a Bíblia aberta em Deuteronômio 28, não é fazer campanha de sete ou trinta e sete dias, mas buscar o reino. Você deve estar perguntando: O que é o reino? Como faço para buscar o reino e ser abençoado? O reino de Deus (ou dos céus), não é somente a dispensação do milênio no futuro, após a grande tribulação. O reino de Deus é toda a soberania e poder de Deus, contra a destruição do sistema mundano e do Diabo.

O reino de Deus começa em nossos corações. "Se alguém me ama guardará a minha palavra, e meu pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada" (Jo 14.23). Quando a trindade mora em nossos corações, obviamente passa a reinar em nossas vidas. É em função disso que o apóstolo Paulo escreve aos gálatas dizendo: "E vivo não, mas eu, mas Cristo vive em mim..." (Gl 2.20). Cristo habita em nós e se torna o manancial de toda a nossa vida e o centro de todos os nossos pensamentos, palavras e ações. Queres as bênçãos de Deus? Guarde a sua palavra. Observe que está em concordância com Dt 20.1 que ordena a Israel ouvir a voz e guardar os seus mandamentos.

Os discípulos presenciaram a chegada do reino de Deus quando viram Jesus expulsar demônios e salvar almas como ele havia dito. "Mas se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, é conseqüentemente chegado a vós o reino de Deus"(Mt 12.28). Eles viram Jesus livrar a humanidade das forças demoníacas, também receberam poder de curar as enfermidades e expulsar os demônios (Mc 1.34,39 35-15). O poder de Deus vai recuando o domínio de satanás, e o reino de Deus vão se implantando. Queres as bênçãos de Deus? Então pregues o evangelho, liberte as almas aprisionadas, assim estarás buscando o reino de Deus, e as demais coisas (tesouro, comida, bebida, vestimentas etc.) serão acrescentadas em sua vida.

EV.Geziel Silva Costa
www.alertafinal.blogspot.com

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Uma mensagem que toca...

video... profundamente o nosso lado missionário.

Pense: poucos fazendo muito e muitos fazendo pouco.

Em qual destes grupos você está?

Por Dc. Jonathas Januário Pereira

CONHECER E CRER

Leia Colossenses 1.24-28
"Porque eu lhes tenho transmitido as palavras que me deste, e eles as receberam, e verdadeiramente conheceram que saí de ti, e creram que tu me enviaste". (João 17.8)

A versão que os fariseus tinham do judaísmo dava-lhes a certeza de que Jesus era um herege. A seus olhos, eles estavam certos, e Jesus, errado. Eles tinham de silenciá-lO, e se não pudesse ser silenciado, teria de ser destruído.

Toda religião é suscetível à certeza de que Deus está ao lado apenas de Seu próprio grupo, e, portanto, a fidelidade exige que se vejam os outros como inimigos a serem destruídos. Como os fariseus mostraram, a arrogância espiritual pode ser inimiga da fé. Pode também ser inimiga de Deus. Ela insulta o que diz a Bíblia: "Bem-aventurados os humildes de espírito" (Mt 5.3); "Não julgueis, para que não sejais julgados" (Mt 7.1); "O saber ensoberbece, mas o amor edifica" (1 Co 8.1).

A certeza cristã é outra coisa. Não é certeza intelectual, pois nossas mente permanecem suscetíveis ao pecado, bem como ao nosso limitado conhecimento e entendimento. A percepção da importância do que Cristo fez por nós transforma nossos corações por meio do amor que encontramos nEle, e isso nos leva a respeitá-lO e a honrá-lO.

Oração: Amado Deus, ajuda-nos a estar certos do Teu amor por nós de do nosso amor pelas outras pessoas. Em nome de Jesus. Amém


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus), retirado do livro "No Cenáculo - Guia Devocional Diário"; Maio/Julho 2007; Ano 68 - Nº 3; pág 8.

COMO SEGUIR JESUS ATÉ O CÉU

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." (Mateus 7.21)

1) SUBMISSÃO
Sem fazer a vontade do Pai, não se pode entrar no céu;

2) MUDANÇA (Mt 8.22)
Não ter apego as coisas do mundo, colocando as coisas espirituais e a obra de Deus em primeiro lugar;

3) COMPROMISSO (Lc 14.27)
Aborrer Satanás e suas obras; e

FIDELIDADE - Crer no evangelho e segui-lo com abnegação;

4) LIGAÇÃO COM DEUS (Jo 15.2)
Frutíferos = Trabalham = "Vindes, benditos de meu Pai". (Mt 25.34)
Imfrutíferos = Sugam = "Apartai-vos de mim". (Mt 7.23)

5) RECOMPENSA (1 Tm 6.7)
Todos os nossos feitos serão julgados;

6) SUPORTAR (2 Tm 2.12)
Ficarmos com perseverança para reinarmos com Cristo;

7) DEVER (1 Co 9.16)
Obrigação de anunciar o evangelho;
Viver pra o evangelho de Cristo;

8) DELEITES (Tg 4.3)
Devemos sufocar a vontade da carne;

9) PRATICAR O AMOR (Tg 4.17)
Usar todo o nosso esforço para que os nossos irmãos tenham o melhor de nós.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Um perigo as portas!

O que é Avatar? Zumbis Modernos? Incorporação?

Mas o Espírito Santo expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios - I Tm 4.1

Chamou-me a atenção quando observei uma criança brincando com uma figura luminosa parecida com um ser humano, mas que possuía uma espécie de rabo. Ela disse que era um "avatar". Fui pesquisar e descobri algumas coisas interessantes que, como cristão, devem nos remeter a uma reflexão, principalmente sobre o contato que crianças têm com essa "doutrina" sendo vítimas fáceis de bem elaboradas e intrincadas teias diabólicas. Primeiro é importante saber o que significa "avatar", que segundo o dicionário Michaelis é:

"No hinduísmo, encarnação (literalmente descida) de uma divindade sob a forma de um homem ou de um animal, sobretudo de Vixenu, segunda pessoa da trindade indiana".

Olha só com o que as crianças estão tendo contato e se maravilhando... Depois, como se trata de um termo novaerense, pesquisei o significado que eles dão e achei o seguinte:

Segundo Alice Ann Bailey (mentora da Nova Era) a palavra "avatar" significa: "Descer com a aprovação da fonte superior da qual provém, para benefício do lugar ao qual chega" (Dicionário Sânscrito de Monier Willians).

Segundo ela, os "avatares" mais conhecidos são: Buda no oriente e Jesus no ocidente. Ainda segundo ela, os "avatares" expressam dois incentivos básicos: a) A necessidade de Deus fazer contato com a humanidade e relacionar-se com os homens e b) A necessidade que tem a humanidade de entrar em contato com a divindade e ser ajudada e compreendia por ela.

Amados, é testemunha que não tenho a menor intenção de propagar tal ensino, todavia, se faz necessário trazer esses relatos para que - principalmente os pais - estejam atentos sobre que tipo de "influência" que os filhos estão se expondo.

Para minha surpresa, quando fui pesquisar sobre o filme, descobri que o James Cameron (o diretor) estudou, pesquisou e demorou nada mais e nada menos do que uma década para lançar tal filme (e derivados). Estranho não? Por que demorar 10 anos para lançar um filme, sendo que bem sabemos tratar-se de um negócio bilionário? Logo percebemos que não é tanto pelo dinheiro, mas sim o momento certo de disseminar uma "doutrina". Agora, após o lançamento do filme e paralelo a ele, são lançados games, brinquedos, revistas, etc...

Sem dúvida, as crianças (mesmo as que não assistem ao filme) ficarão encantadas com o filme e suas engenhocas fascinantes, e assim serão atraídas exatamente como aconteceu com as crianças do Flautista de Hammelin. A armadilha é sempre a mesma, ou seja, criar instrumentos com os quais as crianças poderão acumular conhecimentos e absorver informações (serem doutrinadas). A tática é usar símbolos, pois, bem sabemos que a cognição funciona melhor quando expostos a simbologias.

Portanto, assim como me chamou a atenção aquele garotinho inocentemente brincando com seu avatar (ele provavelmente nem assistiu ao filme e muito menos sabe o que significa), espero que o Senhor esteja chamando a atenção de pais e mães, pois, não me canso de escrever que é bíblico dizer:

"Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes." (I Co 15.33).

Por trás de um aparente inocente filme, brinquedo ou game, uma alma está sendo enredada por um inimigo sutil e terrível, cuja forma de ação se resume em roubar, matar e destruir, mesmo que sejam inocentes indefesos.

Em o Nome do Senhor, está dada a informação!

Autor: Vilson Ferro Martins

Avatar um deus ou um demônio?

Tal qual em outros artigos desejo mencionar e denunciar o que é CERTO ou ERRADO. Este filme entrará em cartaz no Brasil no dia 18/dez/09 (sexta-feira) e existe uma grande expectativa de crianças, jovens e adultos assistirem este filme (supostamente de “ficção”) que visa nos amortecer e fazer com que “demônios” encarnados sejam encarados com uma grande normalidade. Minha oração tem sido: Deus livra-nos do mal e preserva nossa geração… Segue a seguir o arquivo que recebi e transcrevi na integra.

Está prestes a sair no cinema um filme chamado AVATAR, então pensei em compartilhar com todos o que significa esse nome, e se puderem, após ler isso vejam o trailer do filme, segue abaixo a sinopse…

A história do longa começa na Terra. Jake Sully (Sam Worthington) é um soldado que perdeu os movimentos da perna e não encontrou nada pelo o que valesse a pena lutar. Quando a oportunidade de trabalhar em exploração de minas no Planeta Pandora (Da mitologia grega (a que possui todos os dons) filha de Zeus.)chega, ele aceita. Pandora é um local exuberante e hostil. O ar é venenoso para humanos. Plantas e criaturas são predadoras e perigosas. E os nativos, humanóides azuis com mais de três metros, os Na´vi, não ficaram satisfeitos com humanos e máquinas que lá aportaram. Porque, então, ir para o local? Porque é lá onde pode ser encontrado um mineral que poderá mudar o jogo em relação à produção de energia.

Devido ao planeta ser um lugar tão adverso, exércitos tradicionais são insuficientes para protegerem as minas. Para isso, uma espécie de programa de clones nomeado AVATAR que combina o DNA de humanos e de Na´vi foi criado. O resultado é essencialmente o clone de um Na´vi que pode preservar a percepção de um humano. O irmão de Jake Sully foi o doador original e controlador de um desses avatares. Mas ele foi morto e a corporação responsável pelo projeto chama Jake para ir a Pandora pilotar o tal corpo, já que ele tem o DNA que combina. Em troca, ele poderá andar novamente.

A história avança alguns anos para quando Jake chega em Pandora. Ele encontra um lugar de beleza indescritível, onde as florestas são densas, com muitas cores e formas, e a flora e a fauna produzem luz à noite, criando um jardim dos sonhos. Enquanto Jake está trabalhando em um mina, ele encontra ViperWolf, um dos perigos de Pandora. Antes que ele seja atacado, uma flecha perfura a criatura. Ela foi atirada por uma Na´vi (Zöe Saldaña), que o ensina sobre os perigos do planeta.

Os Na´vi vivem em harmonia com os perigos de Pandora. Através de sua salvadora, Jake começa a ver as tentativas humanas no planeta em um novo ângulo e percebe que descobriu algo pelo que lutar. Mas se juntar aos Na´vi em uma batalha contra os humanos tem um preço terrível: ele não poderá ficar no interior de seu avatar para sempre. Quando o avatar dorme, Jake acorda em seu corpo e precisa usar uma interface para conectar sua consciência com o avatar. Se ele se unir aos Na´vi na guerra contra os humanos, ele perderá a opção de tornar a reunir com seu avatar, podendo ficar preso como um humano imóvel e sem a Na´vi que aprendeu a amar.

Avatar, no hinduísmo (Num sentido mais abrangente, o hinduísmo engloba o bramanismo, a crença na “Alma Universal”, Brâman;( uma classe de deus hindu ) num sentido mais específico, o termo se refere ao mundo cultural e religioso, ordenado por castas, (Marcos 9:29 **Respondeu-lhes Jesus: Esta casta não pode sair senão por meio de oração e jejum.) da Índia pós-budista.) é uma manifestação corporal de um ser imortal (Demônios) por vezes até do Ser Supremo. Deriva do sânscrito Avatãra, que significa “descida”, normalmente denotando uma (religião) de Vishnu (tais como Krishna), que muitos hinduístas reverenciam como divindade. (demônios)

Muitos não-hindus, por extensão, usam o termo para denotar as encarnações de divindades em outras religiões. (Encarnações de “divindades” alguém conheci isso de outra forma que não seja possessão demoníaca?)

Avatar vem do sânscrito Avatãra, que significa ”Encarnação“. Qualquer espírito que ocupe um corpo de carne, representando assim uma manifestação divina na Terra.

Essa palavra Avatar se tornou popular entre os meios de comunicação e informática devido às figuras que são criadas à imagem e semelhança do usuário, permitindo sua “impersonalização” no interior das máquinas e telas de computador. Tal criação assemelha-se a um Avatar por ser uma transcendência da imagem da pessoa, que ganha um corpo virtual, desde os anos 80, quando o nome foi usado pela primeira vez em um jogo de computador. Mas a primeira concepção de Avatar vem primariamente dos textos Hindus, que citam Krishna como o oitavo avatar – ou encarnação – de Vishnu, a quem muitos Hindus adoravam como um deus.

Gente vamos ficar espertos com o que estamos assistindo e deixando nossos filhos assistirem ! Existe um desenho no canal NICKLODEON chamado AVATAR, um menino indiano que possui poderes e invocam esses poderes para se transformar em “deuses” em diversas formas através de seu corpo. Esse desenho é o segundo em audiência na NICK perdendo somente para o BOB ESPONJA.

Autor: Celso Bertoni

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

O SONO

(Mensagem Instrutiva)

O leitor conhece alguma coisa relacionada com o sono, ou algum fato que leva a descobrir como se processa o sono? De modo geral, parece que todas as pessoas sabem o que é o sono, mas, em realidade, o que sabem é dormir e nada mais.

Se dissermos que quando estamos dormindo a metade inferior do nosso corpo pesa mais que a metade superior, não revelamos nenhuma novidade, nem cometemos qualquer inverdade, pois o que dizemos são fatos comprovados. Não vem ao acaso, ainda que possamos fazê-lo, dizer que o cérebro é mais leve que os pés, nem explicar que, ao deitar-se, o tronco do corpo só o faz depois que as pernas se acomodaram.

Isso explica-se pelo seguinte: Quando estamos a dormir, o sangue do cérebro vai pra outras partes do corpo. Qualquer médico, com certo cuidado, é claro, pode fazer adormecer, em poucos segundos um homem, comprimindo-lhe as grandes artérias do pescoço. Note-se que não se trata de hipnotismo. O hipnotismo é uma forma de sono durante o qual o paciente pode andar, falar, dançar, mudar de cadeira, enfim, por ordem de quem o hipnotisa.

Alguns estudiosos do assunto afirmam que somente uma parte do cérebro dorme durante o sono, porém é dificil saber qual parte que fica desperta.

O que se sabe, é que a noção do tempo, quando dormimos, é mais forte, do que quando estamos despertos.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

O FUTURO DA ESCOLA DOMINICAL


Temos o direito de esperar o melhor para a Escola Dominical. Mas... estamos dando e fazendo o melhor por ela? O futuro da Escola Dominical poderá ser um porvir de sucesso completo, de vitórias sucessivas, de aprendizagem sempre crescente, de edificação perene. Devemos trabalhar em favor deste objetivo.

Os professores de crianças, sobretudo, devem ter em mente que estão semeando nos corações ainda tenros a semente do Bem e da Verdade, na melhor época de o fazer.

Os professores de adultos devem ter a necessária habilidade de conduzir o ensino a lições objetivas e práticas. Nada de abstrações. O aluno deve sentir que aquilo que lhe é ensinado na Escola Dominical é algo real, algo concreto, que pertence à sua vida, hoje. Ao mesmo tempo, deve entender que existem no ensino as mais profundas implicações com o futuro.

Trabalhemos bem hoje, E assim asseguraremos um futuro promissor para a Escola Dominical. Muito do que esperamos para amanhã, até que Cristo venha, está condicionado ao nosso comportamento, como professores da Escola Dominical.

Pensemos no terrível amanhã que virá, precedendo à vinda de Jesus. Corrupção, materialismo, guerras, ambições, imoralidade, pecado. A Escola Dominical tem uma responsabilidade grandiosa. Cumpramos a nossa tarefa. Não temamos o futuro. "ELE" vai à nossa frente.


Pb. Donizeti (Um servo do Senhor Jesus a serviço do reino de Deus)

Conselhos Bíblicos