Pesquisar no Blog do J.A.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Medo

O SENHOR dá força ao seu povo, o SENHOR abençoa com paz ao seu povo." (Salmo 29.11)

O medo é um sentimento comum. Aparece nas mais diversas circunstâncias. Tem a ver com o inesperado, o desconhecido, com aquilo que gera ameaça, perigo, com as situações sobre as quais não temos controle. Tem gente que tem medo de altura, medo de escuro, medo de dirigir.

O problema é quando o medo invade a vida e se instala no coração humano sem uma razão aparente. Sem pedir licença ele vai tomando conta de áreas da vida sobre as quais tínhamos todo o controle antes. Ele paralisa, impossibilita a realização de tarefas, causa inquietação, rouba o sono, tira a paz e a alegria de viver.

Provérbios 3.24 diz: "quando se deitar, não terá medo, e o seu sono será tranqüilo". Puxa, que alívio! Dormir sem medo, viver sem medo. Simplesmente, viver! O livro de Provérbios é um livro de sabedoria. Ensina a gente a viver a vida da melhor maneira e a ver e antever coisas que podem comprometer a qualidade e tranqüilidade da nossa vida e de nossos relacionamentos.

Viver uma vida com sabedoria começa num relacionamento vivo com Jesus, expressão humana de Deus, cuja vida demostra o poder da Palavra de Deus. E como obter sabedoria? Peça a Deus (Tiago 2.5 e 6) e a busque de todo coração na comunhão com o Filho e no temor a Deus. (Salmo 111.10) Comece olhar para vida a partir das verdades da Palavra e do amor de Deus por você e não a partir de seus medos e angústias.

Lembre-se do que disse o apóstolo João: "o amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo." (I João 1.18) e veja "como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus." (I João 3.1)

Descanse. No fim do dia, deite e durma sem medo; em paz. Viva com sabedoria. Não se preocupe com o que está além do necessário. Confie no Senhor e substitua o medo pelo amor de Deus em seu coração. Durma bem e viva melhor!

Michelle Coutinho

Como Estudar a Bíblia

Todo mundo conhece vários métodos de estudo da Bíblia, mas achei esse muito interessante para qualquer iniciante nos caminhos da palavra.

Método Indutivo
Embora o plano de Deus fosse dar pastores e mestres ao seu povo, não existe substituto para o estudo pessoal das Escrituras. Muitos descobriram que aprendem mais de seus mestres após se envolverem pessoalmente no estudo regular e sistemático da Bíblia.
Um método de estudo pessoal da Bíblia é o chamado método indutivo. Este método desafia o estudante a obter conclusões somente depois de observar e analisar os elementos do contexto imediato e o significado normal das palavras. Depois de pedir ao Autor das escrituras por entendimento, o estudante indutivo explora a página inspirada com lápis em mão e com a curiosidade de explorador em busca de algo mais precioso do que o ouro (Pv 3.13-18). A estratégia do aluno indutivo é a seguinte: 1º - Observação, 2º - Interpretação e 3º - Aplicação – nesta ordem.

Passo nº. 1 – Observação: o que diz o contexto?
O propósito central desta etapa é o reunir tantos fatos quanto possível sobre o contexto. Os alunos indutivos são curiosos. Nada aceitam por mero acaso. Eles perguntam e anotam tantas perguntas quantas lhes seja possível: Quem? O quê? Onde? Quando? Como? Para quê? Que palavras necessitam ser investigadas ser investigadas para determinar uma série de possíveis significados? Que indicadores lógicos podem ser encontrados e resumidos em palavras como, portanto, então, e, também, porém, todavia ou contudo. Qual é a idéia principal? Que elementos, argumentos ou ilustrações o autor usa para enfatizar o pensamento central? Nesta fase, as linhas gerais de um capítulo podem ser traçadas ou uma frase poder ser esquematizada para ver como as idéias do autor se relacionam umas com as outras. O propósito é descobrir o contexto e explorá-lo.

Passo nº. 2 – Interpretação: o que o texto quer dizer?
Somente após o trabalho preliminar de observaçãocuidadosa, o estudante indutivo está apto para perguntar: “Então, o que quer dizer o autor com estas palavras em relação às palavras que precedem e as que seguem o texto?”. Ele não vai perguntar: “O que significam estas palavras para mim?”. E sim, “O que significavam estas palavras quando fluíram da caneta do autor original? Qual foi a sua intenção ao escrevê-las.” A única maneira de saber o que realmente quis dizer é observando o contexto. Embora tenham sido anotadas as formas, definições e possíveis significados das palavras na etapa de observação, é nesta fase da interpretação dentro do contexto que vamos entender melhor as palavras do autor. É neste ponto que as escrituras adquirem vida e se alinham ao pensamento intenção do autor ao escrevê-las.

Passo nº. 3 – Aplicação: qual o significado deste texto para a minha vida?
Somente depois de descobrir o significado de um texto dentro da época e o lugar bíblico em que foi escrito, o estudante poderá perguntar: “O que significa para mim?”. Devemos ter cuidado em distinguir entre fatos culturais e princípios eternos. A ênfase é colocada na idéia central. Quais são os ensinamentos mais importantes para meu coração? O que o texto diz a respeito do meu relacionamento com deus? A bíblia pode agora “explodir” em significância.

À medida que respondermos estas perguntas a Bíblia se enche de significados para nós.

Extraído do Devocional “Nosso Andar Diário”, 1º trimestre de 2009, editora Publicações RBC, www.publicacoesrbc.com, www.nossoandardiario.com

Por Dc. Jonathas J. Pereira

terça-feira, 26 de maio de 2009

SOBRE A MENTIRA...

Mentir para se livrar da culpa, para não causar discussões ou por medo de perder a confiança de uma pessoa querida é hábito entre muitas pessoas.

Quando a culpa aparece, é sinal de que o hábito está gerando desconforto e precisa urgente, ser deixado de lado.

Outro problema da mentira é que ela nunca aparece sozinha, precisa sempre de novas histórias para se manter viva. É evidente que uma mentira sempre precisa de outra e de outra para que ninguém desconfie da veracidade da história.

Mentiras Saudáveis?

Sabe aquele papo de mentira saudável, ou mentirinha do bem? Pode esquecer. Todas as mentiras são prejudiciais para a imagem de uma pessoa e, em contrapartida, podem fazer mal para outras. "Toda mentira enfraquece o caráter, fazendo uma pessoa ficar desacreditando de si própria, afinal ela não tem condições de sustentar as próprias idéias e precisa mentir".

Disse Jesus: “Seja, porém, o teu sim, sim! E o teu não, não! O que passar disso vem do maligno.” Mateus 5.37. (Versão King James Atualizada)

Jesus referiu-Se à dúvida ao falar do sim e do não, da confirmação ou da negação da verdade. Além disso, identificou a mentira como sendo a personificação do diabo, o pai da fraude. Você já ouviu falar em mentira branca, dia da mentira e outras coisas, como meia verdade. Meia verdade não é verdade, é mentira. O maior problema da mentira é o que ela faz na vida do mentiroso. Você nunca sabe o que se passa com ele. Sua cabeça gira a mil por hora e você fica "suspenso no ar". Será que é verdade o que ele ou ela disse? Posso acreditar?

A mentira parece uma saída em certas situações, mas depois a pessoa se encrenca ainda mais. Uma mentira puxa outra. O mentiroso vai se enrolando cada vez mais e finalmente tropeça nas próprias pernas.

Para quem quer estar com Jesus, todo dia é dia de verdade.

Michelle Coutinho

segunda-feira, 25 de maio de 2009

A IGREJA É A REALIDADE DO REINO DOS CÉUS

Amém queridos! Vamos desfrutar dessa palavra, pois pela misericórdia do Senhor, estamos na Igreja. Aleluia.
O mistério de Deus é Cristo (Cl 2:2). O Pai que está nos céus revelou Seu mistério, mostrando que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo. O termo Cristo refere-se à obra; a expressão o Filho de Deus refere-se à vida (I Jo 5:11-12). Na verdade , sempre há esses dois aspectos quando falamos de vários assuntos nas Escrituras. Com respeito ao Filho do Deus vivo, nós recebemos vida e essa vida tem de crescer. No tocante a Cristo, Deus tem uma incumbência registrada neste capítulo: edificar Sua igreja (Mt 16:18). “Cristo” significa o Ungido. Essa unção é uma incumbência, uma responsabilidade que Ele recebeu para exercer a comissão vinda do Pai de edificar Sua igreja.
Desse modo, em Matheus 16 foram revelados dois mistérios. O primeiro diz respeito ao mistério de Deus, que é Cristo, o Filho do Deus vivo. O segundo é acerca do mistério de Cristo, que é a igreja. Quanto à igreja, sua edificação é feita com pedras, que somos nós, sendo edificadas sobre a rocha, que é Cristo.
O Senhor prossegue ao falar com Pedro: “Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus, e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus” (v. 19). O termo “igreja” do versículo 18 e a expressão “reino dos céus” do versículo 19 são permutáveis. Dessa forma, a igreja é o reino dos céus. Em outras palavras, visto que a igreja tem a chave do reino dos céus, se não há igreja, não há reino, pois ele não foi aberto. No entanto, uma vez que a igreja foi edificada, a ela foram dadas as chaves desse reino. A vida da igreja hoje ainda não é a manifestação do reino, mas sua realidade, pois o reino ainda não se manifestou, já que o Senhor ainda não voltou.
Quando o Senhor Jesus morreu na cruz, foi chamado de rei dos judeus (Mt 27:37). Assim, por ora, o Rei do reino dos céus ainda não Se manifestou em plenitude, isto é, Sua manifestação como o Leão da tribo de Judá ainda não ocorreu (Ap 5:5). Na verdade, o que está registrado em Mateus é um tipo de profecia do Senhor mostrando o que iria ocorrer: a igreja seria edificada sobre a Rocha, as portas do inferno não prevaleceriam contra ela e as chaves do reino dos céus lhe seriam entregues. Portanto há aqui uma ligação íntima entre pedra e edificação. É evidente que o fundamento da igreja tem de ser uma rocha. Ela não pode ser edificada sobre a areia porque assim não há fundamento: se cair a chuva, transbordarem os rios, soprarem os ventos a casa cairá (Mt 7:24-27). Todavia, se há algum fundamento sólido, a chuva por cair, os rios podem transbordar e os ventos podem soprar, que a casa não cairá. Aleluia! O fundamento da igreja é o próprio Cristo, a Rocha (I Co 3:11).

Tenha um final de semana abençoado e muita Luz nos seus dias, Lauro Gimenes.

terça-feira, 19 de maio de 2009

MISSÕES ESTA NO MEU CORAÇÃO. E NO SEU?

Amados recebemos este e-mail de um de nossos bravos missionários na Bolívia.
"Estimados irmãos a paz do Senhor, é com saudades e satisfação que faço chegar nossa noticias.
Como já temos informado nas cartas anteriores, a minha esposa Miss. Rosana já algum tempo tem estado com problema de saúde, temos buscado comunicar com intercessores, amigos, lideres buscando apoio em oração. No momento Rosana esta em São Paulo por um mês, fazendo um forte tratamento de saúde, tem feito vários exames, A Missão Paulo esta ajudando com alimentação, hospedagem e com um pequeno desconto nas consultas e exames em uma clinica onde a MISSÃO tem convenio. Tem sido um desafio para nosso ministério e para nossas finanças, infelizmente não temos plano de saúde. Ela esta recuperando, mas vai precisar continuar o tratamento e, mas que tudo precisa das orações dos amados irmãos.
Eu me encontro em Bolívia com as crianças, pois elas estão na escola e estão gozando de saúde.
Continuamos firmes com a obra que Deus nos confiou, são grandes os nossos desafios aqui no campo, desde que inauguramos o LAR O BOM SAMARITANO tem chegado idosos encontrados na rua, outros com moradias precárias (casa de pau e folhas), e é impossível mostrar a realidade para os amados irmãos.
Temos tido muitas vitórias conseguimos comprar as camas, 4 colchões, 6 cadeiras de rodas e com muita dificuldade estamos dando o café das quase 200 crianças nos 5 povoados.
Dia 12 de Abril foi o dia das crianças e fomos a estes povoados, lugares de difícil acesso, chegamos com presentes, literatura e com a palavra de Deus. No povoado dos Amarillos não tem igrejas, com muito cuidado falei que queria construir uma igreja, na mesma hora apareceu um irmão que me ofereceu um terreno em 100 dólares.
Glória a Deus, em breve vamos construir um templo nesse lugar, em nome de Jesus.
Envio essa carta para pedir sua ajuda, temos varias dificuldades para manter os nossos projetos, não tenho tido muitas respostas com as cartas e e-mails que envio quase não está chegando ajudas.
Preciso manter o LAR O BOM SAMARITANO com quase 2000 Dólares por mês, é um desafio muito forte, por favor, nos ajudem com o que você puder. Precisamos continuar com o café das crianças, necessitamos de 1200 Reais mensais para isso.
Amados temos estado tristes com uma situação, o povoado de Palmira foi afetado com as chuvas e infelizmente o nosso humilde templo feito de pau e folha de coqueiro foi destruído, a família que mora lá, na maioria Quéchua que assistia nossos cultos não tem onde congregar, e a igreja católica construiu um templo em 5 meses. Não temos onde fazer culto, temos um terreno. Precisamos construir URGENTE.

Precisamos de:
3500 Tijolos - o milheiro custa 460 reais;
100 sacos de cimento - custam 19 reais cada;
40 barras de ferro - custam 17 reais cada;
Pedra, areia, etc.

Conseguimos um pedreiro que vai entregar a construção em 40 dias ele nos cobrou 2500 reais.
Já esta chegando o inverno, precisamos fazer algo por esse povo, eles não podem ficar sem ouvir a palavra do evangelho. A casa deles é pequena e de folha de coqueiro não temos onde nos reunir.
Por favor nos ajudem, mandem uma oferta de amor para construir o nosso templo antes do inverno.
Contamos com o vosso apoio mais uma vez!
Temos fotos em nosso orkut: Pr. Roberto Luis
Contribuições:
Banco do Brasil: Agencia 0091-4 C/C: 21723-9
Banco Bradesco: Agencia 2089 C/C: 6628972-9
BANCO ITAÚ: Agencia  1388 C/C: 12421-4

Família Missionária na Bolívia.
Pr. Roberto Luis R dos Santos e Miss. Rosana Silva de Jesus
Tel.: 00xx5913- 3822661- 77649466"

Vamos fazer a nossa parte e ajudar estes Arautos do Rei!

Equipe J.A.

Centurião e Centuriões

A palavra centurião é a tradução da palavra latina "centum", isto é, cem. Centurião era o título de oficial do exército romano que comandava cem homens.

A presença dos centuriões na Palestina, nos dias de Jesus, explica-se pelo fato do governo romano haver ocupado militarmente o país, destacando centuriões para várias províncias.

Os centuriões eram todos os oficiais do exército romano; os judeus, naqueles dias, não possuíam exércitos (Lucas 7.1-3).

O fato de ser um alto posto dentro da hierarquia militar romana, não impediu que o Senhor Jesus realizasse um milagre que mudaria a vida de um deles (Mt 8.5-11 e 13).

Ninguém é tão importante para que Jesus não possa mudar a sua vida!

Dc. Jonathas J. Pereira


segunda-feira, 18 de maio de 2009

Projeto Misionário Seara Paraguaia

A paz do Senhor amigos e irmãos!!!
No mês de Julho do presente ano, estarei realizando minha 2ª viagem missionária ao Paraguai, desta vez levarei comigo o Diácono Wagner Honorato.
Os objetivos da nossa viagem são:
- Cruzadas evangelisticas;
- Evangelismo pessoal de impacto;
- Apoio aos missionários do campo paraguaio;
- Possível adoção de missionários;
- Parcerias com missionários locais e autóctones.

No entanto precisamos que você que ama a obra missionária, nos ajude a alcançar esses objetivos.
Pois missões se fazem:
- Com os joelhos dos que oram;
- Com as contribuições dos que ficam;
- E com as vidas dos que vão.


Ajude-nos orando por esse projeto que está no coração de Deus.
E se Deus colocar no seu coração o desejo de nos ajudar nesta viagem, ficaremos muitos gratos por isso.

Para contribuir com o projeto Seara paraguaia:
Caixa Econômica Federal.
Conta Poupança
Agência: 0880
Conta Corrente: 430-5

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Somos Casa Espiritual

Queridos que o Amor e a Paz de nosso Senhor estejam com todos nestes dias que precedem a volta de Cristo!


Vamos desfrutar de uma palavra profunda e cheia de revelação de Deus? Amém!


Leitura: Ap 11:1 – “Foi me dado um caniço semelhante a uma vara, e também me foi dito: Dispõe-te e mede o santuário de Deus, o seu altar e os que naquele adoram”.

Forte abraço.

lauro


Em Apocalipse 11:1 vemos que João mediu o santuário e o templo exterior. No templo exterior, os sacerdotes iam para oferecer incenso no altar do incenso, ou seja, estavam ali para orar. Já no templo interior, no santuário, o sumo sacerdote entrava e ficava diante da arca, para ter comunhão face a face com Deus.. Por isso tanto o templo interior como o exterior são medidos.

Porém foi dito a João: “Mas deixa de parte o átrio exterior do santuário e não o meças, porque foi ele dado aos gentios; estes, por quarenta e dois meses, calcarão aos pés a cidade santa” (v. 2). Os quarenta e dois meses mencionados aqui se referem aos três anos e meio da grande tribulação, (cf. 12:6). Quando vier a grande tribulação, se estivermos no templo, no santuário, seremos guardados por Deus, pois esse ambiente será medido. Contudo, se estivermos no átrio, ainda que tenhamos sido salvos, não estaremos servindo a Deus. O átrio será calcado aos pés pelos gentios. Por isso, quando vier a grande tribulação, se formos pessoas que oram diante do altar do incenso ou têm constante comunhão com Deus no espírito, isto é, no Santo dos Santos, diante da arca da aliança, seremos guardados.

Conforme o livro de Daniel, nessa época aparecerá a besta (Dn 9:27). Deus resolverá a questão da besta, do falso profeta e de Satanás, que é representado pelo grande dragão vermelho, lançando-os no lago de fogo (Ap 12:9; 19:20; 20:10).

Por fim limpará a terra de todas as demais coisas como a morte, o inferno e os que possuírem a marca da besta (vs. 14:15). De acordo com as profecias de Daniel, Deus limpará o lugar onde atuará o grande dragão vermelho. Esse será o lugar onde estarão os dez reis, que representam a Europa (Ap 17:12; Dn 12:9-11).

A América do Sul, por outro lado, à luz da visão de Apocalipse 12, é representada pelo deserto: o lugar que Deus concedeu para a mulher universal refugiar-se (Ap 12:6). Então esse é o lugar onde Deus guardará a mulher durante os três anos e meio da grande tribulação. A parte mais afetada pela grande tribulação será a Europa e a região em torno do mar Mediterrâneo. Atualmente vários irmãos estão na Europa para a obra da expansão. Eles estão ajudando as pessoas a serem salvas e encorajando-as a estar no santuário e no Santo dos Santos para ser medidas.

Infelizmente a maioria dos cristãos hoje está no átrio, isto é, não anda segundo o Espírito, mas na carne. Precisamos levá-los ao Espírito, levá-los a orar no templo e ter comunhão com Deus diante da arca no Santo dos Santos, porque esse lugar já foi medido por Deus. Os irmãos que fazem a obra de expansão na Europa, por um lado, levam o evangelho da graça para a salvação das pessoas e, por outro lado, levam o evangelho do reino para que as pessoas cresçam. Invocando o nome do Senhor, lendo a palavra e orando em todo o tempo. As pessoas são levadas para o Espírito e, uma vez no Espírito, podem orar no santuário diante da arca, tendo comunhão com Deus. No santuário as pessoas serão guardadas da grande tribulação.

Este será o resultado final da edificação dessa casa espiritual. O santuário é o lugar onde adoramos a Deus e também o lugar em que somos guardados. Ele não é um templo físico, mas uma casa espiritual, o templo espiritual, que fica no nosso espírito. Por isso somos pedras que vivem e somos edificados casa espiritual. Amém!

Conselhos Bíblicos