Pesquisar no Blog do J.A.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Impossível é para Deus!

Em seu significado a nível humano se trata de algo que em hipótese alguma pode ser realizado seja por quem for.
Mas olhando da esfera cristã, é a segunda palavra que Deus mais usa em seu "vocabulário" divino, só ficando atrás de "Eu Sou".
Deus no possível nos ajuda e dá força para realizarmos qualquer coisa, qualquer coisa mesmo!
Quando Ele sabe, e como sabe, quando a nossa natureza física ou espiritual não vai conseguir realizar algo, Ele brada do céu: "Eu sou o Deus do Impossível!", intervindo em favor de um servo, de um povo, de uma nação toda!
Deus guiou o seu povo no deserto e onde Moisés, não podia atender ao povo, e diga-se de passagem não foi fácil lidar com aquele povo murmurador, Deus sempre realizou o impossível para validar a liderança de seu servo e mostrar Seu poder soberano.
E da mesma forma foi com Josué, Gideão, Davi, Baraque, Sansão, Daniel, ...., Eu e Você!
Deus ainda hoje quer mostrar que Ele faz o impossível acontecer na sua vida, basta você seguir o exemplo de vários homens de Deus e do próprio Jesus, clamar ao Pai na dificuldade e Ele tudo por ti fará.
Pense nisso, Ele, Deus, só esta te esperando.

"Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece." Fp 4.13

Por Dc. Jonathas J. Pereira

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Não Desperdice seu Fôlego


Leitura Bíblica de referência: Gn 2.1-7
Texto Aúreo: "Todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia! Sl 150.6

Se eu tivesse que encher a mão de pó e soprá-lo, o que me restaria seria um rosto empoeirado. Quando Deus o fez, criou um ser humano vivo, com fôlego e capaz de pensar, sentir, sonhar, amar, reproduzir-se e viver eternamente.
Sendo um destes seres humanos, eu posso falar "tomar" fôlego, "prender" fôlego ou economizar fôlego, mas estas são apenas expressôes idiomáticas de linguagem. Eu não posso "prender" minha respiração para utilizá-la mais tarde. Se não usar o ar que eu tenho neste momento, vou perdê-lo até perder a consciência.
Quando Deus soprou o fôlego de vida em Adâo, Ele deu mais do que a vida; deu-lhe uma razão para viver: a adoração! Como disse o salmista: "Todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia!" (Salmo 150.6).
Isto quer dizer que estamos desperdiçando nosso fôlego quando usamos para algo que não honra a Deus, em quem "vivemos, e nos movemos, e existimos" (Atos 17.28).
Embora não possamos soprar vida numa mão cheia de pó, podemos usar nosso fôlego para confortar, cantar canções de louvor e correr para ajudar os doentes e oprimidos. Quando usamos o nosso ato de respirar para honrar o nosso Criador com nossa combinação singular de talentos, habilidades e oportunidades, nunca vamos desperdiçá-lo. - JAL

Extraído do livro: Nosso Andar Diário, Publicações Ministério, 2009

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Israel - Alguns fatos relevantes aos conflitos atuais


Neste inicio de ano vemos que se intensificaram as guerras na região da palestina, abaixo alguns fatos que precederam os conflitos atuais e influenciaram em muitas das atitudes tomadas hoje pelo líderes da região.

60 Anos de história
No dia 15 de maio de 1948 o Estado Judeu completou 60 anos de história. Uma data a ser bastante comemorada. Uma data marcante para um povo guerreiro que extraiu forças em meio as adversidades. Após o anúncio da criação do Estado de Israel uma coalisão árabe formada pela Jordânia, Egito, Líbano, Síria e Iraque se uniram com o intuito de expelir a recém criada nação judaica. A guerra terminou com um saldo de 711 refugiados árabes segundo as Nações Unidas e com 75% dos territórios que seriam destinados aos palestinos conforme resolução da ONU. Esta guerra ficou conhecida como a "Guerra da Independência", a primeira de muitas que viriam ao longo de sua história.

Abaixo segue algumas datas marcantes na história do Estado judeu:
1948 - Criação do Estado de Israel. Primeira guerra árabe-israelense.
1949 - Israel é aceito como 59o. membro da ONU.
1961 - Prisão e condenação do oficial nazista Adolph Eichman.
1967 - Guerra dos seis dias
1970 - Setembro Negro
1972 - Terroristas matam onze atletas israelenses nas Olimpíadas de Munique.
1973 - Guerra de Yom Kipur.
1979 - Tratado de paz entre Egito e Israel.
1982 - Israel retira-se da Península do Sinai.
1987 - Intifada
1991 - Primeira guerra do Golfo Pérsico. Israel é atacado por mísseis iraquianos.
1993 - Tratado de Oslo.
1995 - O primeiro-ministro Yitzhak Rabin é assassinado por um extremista judeu.
1998 - Israel cede territórios a Autoridade Palestina.
2000 - Tratado de paz com os Palestinos em Camp David.
2000 - Segunda Intifada palestina.
2002 - Início da construção do Muro de proteção que separa os judeus dos palestinos.
2003 - Plano de Paz Internacional propõe cessar-fogo bilateral e retirada de colonos judeus dos territórios pertencentes a Autoridade Palestia.
2005 - Plano de retirada dos territórios palestínicos proposto no Plano de paz internacional começa a ser realizado.
2006 - Afastamento de Ariel Sharon devido a um derrame cerebral, assume em seu lugar Ehud Olmert.
Equipe J.A.

Conselhos Bíblicos